RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemSe Kiko voltar, o Angra vai imitar o Iron Maiden e ter três guitarristas?

imagemDigão diz a Jão que não quer treta mas não tem sangue de barata

imagemBanda cancela show porque perdeu laptops e Sebastian Bach alfineta; "Isso é uma piada?"

imagemO músico que desprezou a Rainha no Live Aid e jamais iria ao funeral da Rainha

imagemMais uma vez! Confira os 5 artistas que mais tocaram no Rock in Rio

imagemJão, do Ratos de Porão, chama Digão para resolver as diferenças em um ringue

imagemMustaine revela os critérios avaliados na hora de escolher um integrante do Megadeth

imagemDave Mustaine cascava o bico das bandas de new metal que faziam turnês com o Megadeth

imagemO hit regravado pelo Jota Quest que na época derrubou Roberto Carlos do 1º lugar

imagemPrince "não sabia lidar com as pessoas", segundo seu antigo empresário

imagemO músico incrível que foi induzido três vezes ao Hall da Fama do Rock

imagemBaixista do Avatar, que abriu shows do Iron Maiden, tem tatuagem do Brasil

imagemMegadeth: Chris Poland teve que trabalhar como garçom após ser demitido


NFL Steve Harris

Sammy Hagar: Eddie não percebe o quão bom era seu baixista

Por Nathália Plá
Fonte: Blabbermouth.net
Em 24/02/12

Peter Lindblad da revista Goldmine entrevistou os membros do CHICKENFOOT Sammy Hagar (vocal), Joe Satriani (guitarra) e Michael Anthony (baixo). Segue um trecho da conversa.

Michael, falando sobre como o seu vocal e o do Sammy funcionam juntos, no VAN HALEN essas harmonias não eram forçadas ao máximo como são no CHICKENFOOT. Isso foi uma decisão consciente?

Michael: Sim, na realidade, o Sammu e eu tomamos uma decisão consciente de que, nessa banda, iriamos trazer isso. E houve algumas músicas como a "Turning Left" do primeiro álbum, onde há tipo uma harmonia em duas partes do primeiro vocal na música, mas nós definitivamente quisemos trazer algo a mais, porque é um som bem característico. Mas no VAN HALEN, como você disse, o fundo, minha parte, era mais... não como um espectro, mas era um pouco mais em segundo plano, onde o Sammy realmente queria trazer tudo para a frente. E no novo álbum, acho que fomos bem além com isso.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sammy: Cantar com ele, ele é o único cara que eu se que pode ir acima de mim. Eu não me importo se estou no limite do meu alcance vocal; ele pode ir acima de mim, ele simplesmente espreme as bolas deles e vai lá em cima – e bem no tom certo, ele consegue me imitar. Ele é simplesmente ... ele vai rápido demais. É a coisa que as pessoas não entende no Mike. Ele aprende mais rápido que qualquer um que já conheci na vida. Joe Satriani, Eddie Van Halen… os caras vêm com uns riffs, e vá lá, eu não consigo tocá-los. Eu fico lá com uma guitarra acústica pela casa tentando aprender os riffs desse disco, e ainda não consegui aprender... e ele está tocando pra caralho nessa banda. Ele nunca tocou assim no VAN HALEN. O Eddie (Van Halen) nem mesmo se dá conta do quão bom era o baixista que ele tinha. Acho que ele nunca notou isso, e a perda é só dele. Eu lembro de que quando estávamos gravando no VAN HALEN, o Eddie sempre dizia, "Toca apenas oito notas". Ele tocava tudo, e o Mike ia só fazendo "bum, bum, bum, bum". Rapaz, o Mike realmente é capaz de tocar mais que aquilo, e ele nunca descobriu isso.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Então o Mike e eu, uma vez, estávamos em Cabo San Lucas quando éramos do VAN HALEN — digamos provavelmente em 89, 88 ou 89, quando ainda nos adorávamos, e nos divertíamos – e o Mike estava fazendo um som em Cabo e fazendo uma transmissão ao vivo do Cabo Wabo para alguma transmissão do álbum que acho que era assim que faziam as transmissões ao vivo. E o Ed estava escutando aquilo na rádio e voltamos e perguntamos quem estava tocando baixo? E ele veio dizendo "É, é, os caras tocaram a 'Crossroads' do CREAM", e ele disse "Quem tava tocando a porra do baixo alí?" E eu disse, "É seu irmão aqui". Era o Michael Anthony no baixo. E o Ed disse, "É? É? É? É?" E então ele fumou um cigarro, deu um gole numa cerveja e disse "Ummm". Mas ele não sacou, sabe? Mas o Mike arrebentou nesse disco.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Leia a entrevista na íntegra na revista Goldmine
http://www.goldminemag.com/tag/michael-anthony

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sammy Hagar revela como foi influenciado por Elvis Presley

Sammy Hagar revela em que Joe Satriani supera Eddie Van Halen

Joe Satriani: os álbuns que mudaram a vida do guitarrista

Sammy Hagar: Eddie Van Halen é uma piada perto de Satriani?

Hagar: "Satriani é o melhor guitarrista com quem trabalhei"

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá.