Symphony X: entrevista com Jason Rullo (em inglês)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 01/03/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Peter Ruttan, do site MetalTitans.com, conduziu uma entervista com o baterista Jason Rullo, dos mestres do Metal Progressivo Norte-Americano, Symphony X, em 15 de fevereiro, na casa de shows Showbox, em Seattle, Washington. Você pode assistir à conversa abaixo.

3353 acessosDragonforce: Herman Li elege seus cinco riffs favoritos5000 acessosLinkin Park: Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?

O nono álbum de estúdio do Symphony X, “Iconoclast”, vendeu mais de 7 mil cópias nos Estados Unidos em sua semana de lançamento, estreando na posição número 76 da Billboard 200.

O álbum anterior da banda, “Paradise Lost”, estreou com cerca de 6.500 cópias vendidas, em julho de 2007.

”Iconoclast” foi lançado na Europa em 17 de junho e na América do Norte em 21 de junho via Nuclear Blast Records.

O ilustrador e artista conceitual de filmes Warren Flanagan (“Watchmen”, “O Incrível Hulk”, “2012”) é o talento por trás do trabalho de arte do álbum. Ele afirma: “A ideia foi criar figuras que tivessem um tom um pouco mais obscuro do que os álbuns anteriores do Symphony X e que representasse o tema geral de ‘Iconoclast’ no trabalho de arte. Todo o conceito foi criado por Mike (Romeo – guitarrista do Symphony X), que tinha uma ideia concreta do que a capa deveria representar baseada nas músicas. Eu apenas trabalhei sobre isso. Quando o título do álbum foi decidido, eu foquei a imagem baseada no sentido do álbum. Eu também queria usar a marca registrada da banda, as ‘máscaras’, porém as apresentando de uma forma que fossem conectadas ao novo álbum.”

O fundador e guitarrista do Symphony X, Michael Romeo, tem o seguinte a dizer sobre o trabalho de arte de Flanagan: “Nós trabalhamos com Flanagan o álbum anterior, “Paradise Lost”, e temos uma ótima relação com ele. Quando conversamos com ele sobre as ideias que tínhamos, várias vezes, terminávamos fazendo comparações com filmes. Com o novo álbum, ‘Iconoclast’, as músicas e letras têm um tema mecânico-tecnológico mais obscuro, e eu me lembro de conversarmos sobre cenas de filmes como ‘Matrix’ e ‘O Exterminador do Futuro’. A partir daí, nós o enviamos títulos de algumas músicacs e letras (músicas como ‘Dehumanized’, ‘Bastards of the Machine’, ‘Electric Messiah’) e o deixamos trabalhar em cima disso. Ele tem uma ótima imaginação e estilo, e ele entendeu completamente o que estávamos tentando transmitir com a música.”

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

DragonforceDragonforce
Herman Li elege seus cinco riffs favoritos

1120 acessosAllen/Lande: Magnus Karlsson está de volta ao projeto0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Symphony X"

Prog MetalProg Metal
Os 10 discos essenciais segundo o TeamRock

DragonforceDragonforce
Herman Li elege seus cinco riffs favoritos

Metal SinfônicoMetal Sinfônico
Dez álbuns essenciais do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Symphony X"

Linkin ParkLinkin Park
Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?

As I Lay DyingAs I Lay Dying
Banda cristã comenta proximidade com o Behemoth

Rock in RioRock in Rio
Algumas das maiores vaias em edições nacionais

5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosBruce Dickinson: ouça o alcance vocal do vocalista5000 acessosHeavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gênero5000 acessosMetallica: como soaria "Hardwired" se tivesse sido gravada nos 80's?5000 acessosDire Straits: a história por trás da música "Money For Nothing"2997 acessosSteve Vai: a curiosa conexão com o hard rock fora da carreira solo

Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online