Rush: turnês são cada vez mais duras para Geddy Lee

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: classicrockmagazine.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 06/09/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

NOTA DO EDITOR: uma versão mais curta desta matéria foi publicada ontem.

2162 acessosRush: em trailer de novo filme de Steven Spielberg5000 acessosDébil Metal: quando os fãs assustam os ídolos

O frontman do Rush, Geddy Lee diz que vai encontrar mais dificuldades na próxima turnê da banda do que em qualquer outra que já fez antes.

Ele sente que a vida na estrada está se tornando mais difícil enquanto o trio canadense continua a promover o último álbum, Clockwork Angels – que ganhou o prêmio de Álbum do Ano no Progressive Music Awards na noite de ontem.

Mas ele fica feliz por tantas pessoas ainda quererem vê-lo se apresentar com seus colegas de banda Alex Lifeson e Neil Peart.

Lee disse ao Grammy.com: “Eu acho mais estressante do que quando eu era mais jovem. A parte física cobra seu preço, e dos outros caras também, sei com certeza.”

“Estar saudável se torna um desafio. Isso porque a turnê dá nos nossos nervos de uma forma diferente de antes.”

“Quando eu era mais jovem, eu podia estar em praticamente qualquer condição: ia lá e detonava. Mas isso é uma coisa difícil de fazer agora.”

De outro lado, diz Lee, há vantagens em estar mais velho. Ele explica: “Você tem mais confiança do que quando era mais jovem e tem mais controle de seu instrumento. Como resultado, você tem mais controle da atenção do público, o que facilita mais as coisas.”

“Tenho muita gratidão pelo público aonde quer que vamos.” Lee acredita que uma das razões da longevidade do Rush é o fato de que seus gostos musicais permaneceram os mesmos. “Todos nós gostamos de fazer o mesmo tipo de música”, ele diz. “Acho que uma coisa que acaba com muitas bandas é que seus gostos começam a mudar, e o que eles querem colocar em sua música não é algo com que o outro cara concorde. Nós não temos esse problema.”

“A outra coisa que faz a maioria das bandas se separar são relações interpessoais. Nós não temos esse problema também – a maior parte do tempo a maior preocupação que temos é ‘quem vai dizer a coisa mais engraçada?’”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 06 de setembro de 2012
Post de 10 de setembro de 2012

RushRush
Capivaras de zoológico em Toronto ganham nome do trio

2162 acessosRush: em trailer de novo filme de Steven Spielberg272 acessosAvery Molek: medley de Rush na bateria aos 10 anos de idade487 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rush"

Barão VermelhoBarão Vermelho
Riff de "Pro Dia Nascer Feliz" veio do Rush?

RushRush
Geddy Lee e seu arsenal de baixos na turnê R40

BateristasBateristas
Alguns que usam a pegada tradicional para tocar

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Rush"

Débil MetalDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

Capas de álbunsCapas de álbuns
A história das artes de alguns dos maiores clássicos

Zakk Wylde e Dave GrohlZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19855000 acessosRockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19865000 acessosO peso da emoção: a trajetória de Blaze Bayley5000 acessos30 Seconds To Mars: Jared Leto comenta sobre o Coringa de Heath Ledger5000 acessosMetallica: Newsted arrebenta nos vocais de Creeping Death em 1992

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online