Fitas magnéticas: acredite ou não, elas são o futuro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/10/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

As fitas magnéticas estão prestes a voltar com tudo. Desde as atualizações postadas por 1 bilhão de usuários do Facebook até as imagens médicas compartilhadas por organizações de planos de saúde ao redor do mundo e a ascensão do streaming de vídeo em alta definição, tudo isso cria a necessidade de algo para se armazenar enormes quantidades de dados. E enquanto os discos rígidos geralmente tem feito tal função em operações de armazenamento extremo, uma nova onda de drives de fita ultra-densas que absorvem informação em densidades muito mais altas, enquanto usam menos energia, tecnologia essa que deve substituir os drives.

1721 acessosAnos 90: Antes da Internet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock5000 acessosTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos

Pesquisadores da Fuji Film no Japão e da IBM em Zurique, Suíça, já construíram protótipos que podem armazenar 35 terabites de informação – ou 35 milhões de livros de informação – em um cartucho que mede apenas 10 centímetros por 10 centímetros por 2 cm. Isso se obtém usando fita magnética cobertas de partículas de ferrito de bário.

Mas a real novidade dessa tecnologia deve ser o Square Kilometer Array [SKA], o maior telescópio a rádio do mundo, cujas milhares de antenas serão instaladas ao longo do hemisfério Sul. Quando estiver funcionando, em 2024, o SKA deve bombear 1 petabyte [1 milhão de gigabytes] de dados comprimidos por dia. Para se ter uma idéia de quanta informação é isso, se os arquivos de dados do SKA fossem construídos usando os discos de alta capacidade de 3 terabytes de hoje em dia, o telescópio preencheria 330 drives por dia, ou imagináveis 120 mil drives por ano.

Tal experimento deve durar décadas, de acordo com Evangelos Elefhteriou da IBM, parte da equipe trabalhando para construir fitas para o SKA. Quando o telescópio ficar online, ele e seus colegas esperam poder armazenar 100 terabytes em um cartucho de tamanho similar ao protótipo deles, encolhendo a largura das fitas de gravação e usando sistemas mais apurados para posicionar os cabeçotes de leitura usados para acessá-las.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 25 de outubro de 2012

Anos 90Anos 90
Antes da Intenet as Fitas K7 eram a Salvação no Rock

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Indústria Musical"

SorteSorte
Homem acha 2 discos de vinil em sebo e fatura R$42 mil

O Triste FimO Triste Fim
Futuro do rock pertencerá a bandas tributo e franquias

CD PlayersCD Players
Ainda vale a pena um top de linha? Sim - e muito

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Indústria Musical"

Tamanho é documento?Tamanho é documento?
Os Rock Stars mais altos e baixos

Iron MaidenIron Maiden
Felipe Dylon toca clássicos da donzela

Sexo AnalSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no Rock

5000 acessosDébil Metal: quando os fãs assustam os ídolos5000 acessosCapas de álbuns: algumas curiosidades e histórias5000 acessosZakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para Ozzy5000 acessosSepultura: "Vejo os caras tocando e não tem a mesma pegada"5000 acessosThrash Metal: dicas de dez ótimas bandas underground5000 acessosAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online