Estudo: gosto por Metal pode indicar delinquência na adolescência

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ligia Fonseca, Fonte: Toronto Star, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


5000 acessosKirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?

De acordo com o jornal Toronto Star, um novo estudo publicado no periódico Pediatrics em janeiro de 2013 é o primeiro a dar evidências de que uma preferência precoce por diferentes tipos de gêneros musicais barulhentos, rebeldes e nada convencionais, é um forte previsor de delinquência no futuro.

"Ficamos chocados", disse o doutor Tom Ter Bogt, da Universidade Utrecht, da Holanda. "Checamos os dados várias vezes".

Segundo o estudo, adolescentes com forte preferência precoce por tipos de música rotulados como rebeldes (hip-hop, heavy metal, gótico, punk e techno/hardhouse) se envolveram mais em pequenas delinquências no final da adolescência".

Ter Bogt afirmou ao Toronto Star: "O que acreditamos acontecer se alguém tem este gosto por música rebelde, barulhenta, é que ela coloca a pessoa em contato com outros jovens com o mesmo tipo de gosto musical e é contaminado pelo comportamento nesse grupo.

"Se você ouve música clássica ou jazz, no geral esses jovens tendem a se comportar de forma muito menos dramática".

Ele acrescenta: "Sugeriria aos pais que, se seu filho de 12 anos ouve música muito, muito barulhenta e rebelde, tome cuidado com os tipos de amigos que ele leva para casa".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 25 de janeiro de 2013
Post de 20 de agosto de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

MetallicaMetallica
Kirk Hammet fala sobre Dave Mustaine e solos

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

ShamanShaman
Fernando Quesada desabafa sobre cena brasileira

5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson5000 acessosPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos5000 acessosHeavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos5000 acessosBon Jovi: Richie fala do ultimato de Jon que o tirou da banda5000 acessosKerrang: os melhores singles já lançados5000 acessosAfro-Americanos: 10 nomes que estão destruindo no metal

Sobre Ligia Fonseca

Tradutora, formada em Jornalismo pela PUC-SP, resolveu mudar de carreira quando percebeu que gostava mais de traduzir do que de escrever textos. Descobriu o rock aos 5 anos, ao assistir o clipe de “I Love it Loud” do Kiss.

Mais matérias de Ligia Fonseca no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online