Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemMax Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

imagemHalford relembra o dia que caiu em pegadinha armada por Tony Iommi e Geezer Butler

imagem"Éramos nós contra o mundo" relembra Bill Ward, sobre o início do Black Sabbath

imagemAC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show

imagemDave Mustaine cutuca Kiss e bandas "preguiçosas" que usam playbacks

imagemAndreas Kisser explica por que o Sepultura mistura Metal com música brasileira


Stamp

Metal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

Por Luciano Dias
Fonte: Adolescence Magazine
Em 03/04/11

Uma pesquisa divulgada em abril de 2011 avaliou se heavy metal e rap poderiam ter relação com comportamento negativo de adolescentes americanos. Foram utilizados questionários respondidos pelos próprios adolescentes e seus pais.

Com uma divisão em dois grupos de adolescentes, os que ouviam metal e rap (HM/R) e os que ouviam outros estilos musicais (grupo controle), um dado chamou a atenção.

40% do grupo que ouvia heavy metal ou rap já era sexualmente ativo, enquanto que apenas 18% no grupo que ouvia outros estilos musicais já havia tido relações sexuais.

Outros dados, como curiosidade.

64% do grupo HM/R era composto por homens, contra apenas 35% no grupo controle.

46% do grupo HM/R tinha notas abaixo da média, contra 24% no grupo controle.

44% do grupo HM/R já havia sido suspenso ou expulso de alguma escola, contra 23% no grupo controle.

23% do grupo HM/R já havia usado drogas, contra 8% no grupo controle.

Agora fica a discussão para vocês. Quem ouve metal faz mais sexo mesmo? Ou é somente porque a maioria de nós é do sexo masculino? Esta foi a explicação estatística deste estudo. Após correção para sexo masculino/feminino, não houve mais diferenças estatísticas significativas em nenhum dos dados citados, com exceção de notas abaixo da média, em que o grupo HM/R parece ter um desempenho inferior ao controle.

Agora, lanço a pergunta: somos realmente inferiores àqueles que não ouvem metal na escola? Comentem.

Leia a pesquisa completa (em inglês) no link abaixo.

http://findarticles.com/p/articles/mi_m2248/is_n115_v29/ai_16423324/?tag=content;col1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slash: A "transa" de Slash com Rocks do Aerosmith

Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Luciano Dias

Luciano Dias nasceu em 1981. Médico, especialista em clínica médica e administração hospitalar. Natural de Santo André-SP e atualmente mora em São Paulo-SP. Fanático por NBA e NFL. Admirador de Iron Maiden, Gotthard, Bon Jovi, Bruce Springsteen, Journey, entre outros grandes artistas do mundo do rock. Também aprecia jazz e blues. Facebook

Mais matérias de Luciano Dias.