Metal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luciano Dias, Fonte: Adolescence Magazine
Enviar correções  |  Comentários  | 

Uma pesquisa divulgada em abril de 2011 avaliou se heavy metal e rap poderiam ter relação com comportamento negativo de adolescentes americanos. Foram utilizados questionários respondidos pelos próprios adolescentes e seus pais.

5000 acessosLemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"5000 acessosAs regras do New Metal/Nu-metal

Com uma divisão em dois grupos de adolescentes, os que ouviam metal e rap (HM/R) e os que ouviam outros estilos musicais (grupo controle), um dado chamou a atenção.

40% do grupo que ouvia heavy metal ou rap já era sexualmente ativo, enquanto que apenas 18% no grupo que ouvia outros estilos musicais já havia tido relações sexuais.

Outros dados, como curiosidade.

64% do grupo HM/R era composto por homens, contra apenas 35% no grupo controle.

46% do grupo HM/R tinha notas abaixo da média, contra 24% no grupo controle.

44% do grupo HM/R já havia sido suspenso ou expulso de alguma escola, contra 23% no grupo controle.

23% do grupo HM/R já havia usado drogas, contra 8% no grupo controle.

Agora fica a discussão para vocês. Quem ouve metal faz mais sexo mesmo? Ou é somente porque a maioria de nós é do sexo masculino? Esta foi a explicação estatística deste estudo. Após correção para sexo masculino/feminino, não houve mais diferenças estatísticas significativas em nenhum dos dados citados, com exceção de notas abaixo da média, em que o grupo HM/R parece ter um desempenho inferior ao controle.

Agora, lanço a pergunta: somos realmente inferiores àqueles que não ouvem metal na escola? Comentem.

Leia a pesquisa completa (em inglês) no link abaixo.

http://findarticles.com/p/articles/mi_m2248/is_n115_v29/ai_1...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 04 de abril de 2011
Post de 23 de junho de 2012
Post de 11 de abril de 2013
Post de 30 de novembro de 2014
Post de 01 de maio de 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias

MotorheadMotorhead
Lemmy fala sobre Metallica, Ozzy, Randy Rhoads e mulheres

New MetalNew Metal
Raiva, calças folgadas, problemas na infância...

HeadbangersHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

5000 acessosQueen - Perguntas e Respostas5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosLed Zeppelin: a origem do anjo símbolo da banda5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson cita Donald Trump durante show em New York5000 acessosQueen: a história por trás da canção "I Want to Break Free"5000 acessosJeff Hanneman: novo dono de guitarras promete honrar instrumentos

Sobre Luciano Dias

Luciano Dias nasceu em 1981. Médico, especialista em clínica médica e administração hospitalar. Natural de Santo André-SP e atualmente mora em São Paulo-SP. Fanático por NBA e NFL. Admirador de Iron Maiden, Gotthard, Bon Jovi, Bruce Springsteen, Journey, entre outros grandes artistas do mundo do rock. Também aprecia jazz e blues. Facebook

Mais matérias de Luciano Dias no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online