Roger Tullgren: sueco aposentado por ouvir Metal continua viciado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: The Local, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 14/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

De acordo com o jornal The Local, Roger Tullgren, o sueco que conseguiu fama mundial cinco anos atrás por ter seu amor pelo rock classificado como incapacidade e foi agraciado com uma pensão por seu sofrimento, afirma que continua viciado em heavy metal.
5000 acessosRoger Tullgren: Sueco ganha pensão do governo por ouvir Metal


“Eu ainda estou muito viciado” disse Roger Tullgreen, de 47 anos, ao The Local na semana passada, de sua casa na Suécia. “Eu escuto Heavy Metal 24 horas por dia.”

Como o heavy metal domina vários aspectos de sua vida, o Serviço de Empregos aceitou em 2007 pagar parte do salário de Tullgreens como lavador de pratos. Além disso, seu chefe lhe deu uma permissão especial para tocar música em alto volume no trabalho.

“Eu tenho tentado há 10 anos fazer com que isso seja classificado como uma necessidade especial”, disse Tullgren ao jornal. “Eu falei com psicólogos e eles finalmente aceitaram que eu preciso disso para evitar ser descriminado. “

De tempo em tempo a incrível história de Tullgren ressurge aos olhos da mínia internacional, como os artigos do Huffington Post e NME que reportaram os fatos de cinco anos atrás como se tivessem acabado de acontecer.

“Isso é realmente engraçado”, afirma Tullgren. “Eu não estou certo sobre o porquê a história surgir de novo, mas eu tive várias pessoas de todo o mundo me mandando emails.”

De acordo com Tullgren, ele não tem recebido seus benefícios desde janeiro de 2012, porque ele aceitou um novo trabalho como zelador. “Eu trabalho algumas horas por dia e então passo a maior parte do meu tempo com minha banda, PAPA MIDNITE”, disse.

“O metal controla minha vida. Eu preciso de música aonde quer que eu vá”

“Eu tomo medicações que tornam difícil adormecer, o que me deixa com ainda mais tempo para ouvir metal.”

* Fernando Portelada acha que esse cara não sobreviveria no Brasil...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 14 de janeiro de 2013

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Os vocalistas que ele respeita e admira

Show de RockShow de Rock
As diferenças entre os anos 80 e 2000

5000 acessosThe Voice Kids: até Brian May ficou impressionado com brasileiro5000 acessosHetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosArch Enemy: Angela fala sobre dificuldade em ser mãe5000 acessosPink Floyd: Rick Wright morre aos 65 anos de idade5000 acessosO Futuro Chegou: E nele não há bandas grandes, CDs ou lojas

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online