Judas Priest: KK Downing ainda na música, mas fora dos palcos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: classicrockmagazine.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 08/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


5000 acessosBill Ward: os dez discos de metal favoritos do baterista5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

O ex-guitarrista do Judas Priest, KK Downing, deixou sua aposentadoria da indústria da música – mas, ao invés de subir ao palco, o guitarrista vai trabalhar de fora como promoter.

O icônico guitarrista anunciou seus dois primeiros shows, um em Wolverhampton e outro em Birmingham, onde mostrará o seu novo talento.

Sua meta é assegurar que Black Country – onde ele nasceu e vive hoje – permaneça no mapa do rock e metal durante anos. Sua empresa de promoção de eventos irá operar sob o título de The Future Of Heavy Metal, e é um trabalho em conjunto com o experiente Dave Coleman.

Downing disse ao Shropshire Star: “Black Country e Birmingham são conhecidos como o lar do heavy metal. Nos anos 70 e 80 a área produziu tantas bandas boas, desde Black Sabbath e Led Zeppelin até Judas Priest e até mesmo Slade.”

“De certa maneira tem sido difícil para outras bandas preencherem esse vazio. Agora é hora da próxima geração assumir o posto”.

Seus primeiros palpites são as bandas locais Hostile, Left Unscarred e Under Blackened Skies, juntamente com French band Moray Firth.

Ele surpreendeu os fãs ao deixar o Priest em 2011, sendo substituído por Richie Faulkner. O vocalista original da banda, Al Atkins, disse recentemente que achava que Downing talvez fizesse algumas participações especiais com seus ex-colegas, porém acrescentou: “Mas isso não vai acontecer, foi o que me disseram”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de janeiro de 2013

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

1429 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's436 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta1359 acessosPhil Campbell: solo terá Dee Snider e Matt Sorum, além de Halford1010 acessosVocalistas: 5 famosas falhas ao vivo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

1º de abril1º de abril
Rob Halford desafia Brent Hinds para um duelo

Rob HalfordRob Halford
"Eu não morro sem trabalhar com Lady Gaga antes"

Tim OwensTim Owens
"Caí fora da banda de Malmsteen sem falar nada"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

SarcófagoSarcófago
Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

Rolling StonesRolling Stones
A História Impopular; a mais completa bio em português

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

5000 acessosPhotoshop: Luan Morrison, Ivete Osbourne, Axl Teló e mais5000 acessosHelter Skelter: a música que Charles Manson "roubou" dos Beatles5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosAxl Rose: a carta que não entrou em "Chinese Democracy"5000 acessosCapas: confira as mais belas feitas pelo designer Hugh Syme5000 acessosRolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online