Leviaethan: integrantres sofrem acidente de carro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Bernardes, Fonte: Facebook de Denis Black Stone
Enviar correções  |  Ver Acessos

Via Facebook de Flávio Soares (vocal e baixo)

"Isso é quase tudo que sei e lembro.

Nós do Leviaethan e os brothers da Xapparaw estávamos numa das 2 vans que saiu de Porto Alegre, indo tocar no 7° OTACÍLIO ROCK FESTIVAL 2013 em Otacílio Costa em SC. Saímos de madruga, de sexta pra sábado... e a viagem transcorria bem. Depois de passarmos o pior trecho da viagem pela serra com muitas curvas e neblina, estávamos, já de dia, por volta das 0700 de sábado, num trecho que era uma descida reta, e a van embalou. Só que um grandessíssimo filho duma puta que dirigia um caminhão de frutas, começou a nos ultrapassar e nos fechar, sem motivo, não havia ninguém na contramão, e nos fechou e bateu na frente da van, fazendo com que ela fosse em direção ao acostamento. Nosso motorista tentou voltar pra pista, só que perdeu o controle e atravessamos as duas mãos e batemos de frente num paredão e viramos. Quando abri o olho novamente, estava em pé mas meu chão era a lateral esquerda da van, na minha esquerda os bancos, na direita o teto, em cima de mim a janela do lado direito, atrás o bagageiro e na frente meus amigos amontoados pelo chão. Me deu uma pane e fiquei me olhando se eu tinha quebrado alguma coisa ou sangrado. Aparentemente, nada além do gosto de sangue na boca. Quando olhei pro braço do Ratão sangrando e os dedos deformados, junto com a gritaria do pessoal que resolvi começar a agir. Fiquei com medo que começasse a pegar fogo. Tentei abrir a janela de "cima" mas nenhuma saída de emergência, o jeito mesmo era as portas de trás da van, que nisso o brother Rafael Giovanoli e Oswaldo Frausto, que estavam na outra van que vinha atrás de nós, assistiram o acidente e foram os primeiros que vi tentando abrir as portas de trás. Comecei a chutar a porta e tentar abrir, e nada funcionava. Chutei e consegui quebrar os vidros, nisso saiu o Nicolas, filho do Flávio, eu não lembro como saí, mas certamente foi por algum vidro, pois lembro que vi já fora da van, umas pessoas que pararam pra ajudar e uma delas tinha um pé de cabra pra abrir as portas. Nenhuma operadora de celular funcionava. Depois que conseguimos abrir, tiramos o banco de trás da van e voltei pra começar a tirar o pessoal e as coisas de dentro da van. A essa altura, o motorista da outra van já tinha cortado o fio da bateria da nossa pra não pegar fogo, porque vazava óleo e já tinha usado um extintor. Uma ambulância chegou muito rápido, depois fiquei sabendo que eles estavam só passando por ali e já começaram a ajudar todos nós. o último que dava pra tirar da van era o Flávio, que tava sentindo a perna, mas estava em pé. Consegui tirar ele da parte da frente da van até o fundo, onde tinha uma mulher que era enfermeira e parou pra nos ajudar. Assim que conseguimos tirar o Flávio, fui ficar falando com o motora que estava no chão com muita dor. Segurar a mão dele era a única coisa que eu podia fazer. Quando a enfermeira voltou pra ajudá-lo, fui pra parte do painel (destruído) da van tentando achar os documentos e celular do motora. Eu fazia o que ela me pedia e também tentava quebrar o vidro da frente, mas desisti porque iria ser mais fácil tirá-lo pela parte de trás da van. Chegou outra ambulância e saí de lá pra dar espaço pra trabalharem e comecei a ver o resto do pessoal que estava já do lado de fora recebendo socorro.

Tá, cansei de digitar.

Resultado parcial com as notícias que tenho até agora: o motorista fraturou o fêmur e a bacia e está passando por cirurgias. O Flávio quebrou a tíbia e fez cirurgia hoje, receberá alta talvez amanhã. O Nicolas, vai fazer uma cirurgia pra reconstituir o nariz amanhã de manhã. Ratão levou 38 pontos ao todo no braço direito e não precisou amputar dedos, mão e braço. João Paulo Ourique da Xaparraw quebrou o braço direito. O Manoel teve fortes dores nas pernas e costas, mas está bem. Eu to com dor na canela esquerda, na bunda direita e suspeita de clavícula quebrada e amanhã vou no 3º hospital tirar raio x.

Apesar de tudo todos estão bem. Em nenhum momento perderam consciência.

E se bem conheço, logo estaremos juntos em cima do palco com volume no talo, azucrinando e enchendo o saco de todos vocês.
Meu muito obrigado a todo mundo que nos ajudou lá na hora e deu força o tempo todo e a vocês que estão ajudando agora.
Podem perguntar o que quiserem pra mim que assim que possível respondo."


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Leviaethan"


Rockstars: as esposas mais lindas do rock - 1ª parteRockstars
As esposas mais lindas do rock - 1ª parte

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São PauloMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo


Sobre Rafael Bernardes

Skatista, pai de família e fã de rock! O skateboard veio primeiro, mas na ordem natural das coisas logo veio a música e hoje os dois tem papel vital na minha vida e da minha família. De muito tempo pra cá dou preferência ao mercado nacional, com ênfase ao Underground. Bandas favoritas: Viper, Korzus e Carniça.

Mais matérias de Rafael Bernardes no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336