Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemAndreas Kisser conta quais os dez álbuns que mudaram a sua vida

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Stamp

Morbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Por Bruce William
Fonte: Blabbermouth
Em 27/03/15

O baterista Pedro "Pete" Sandoval (Morbid Angel, Terrorizer) foi entrevistado por Andrew Haug, da AndrewHaug.com australiana, em 2015; seguem abaixo alguns trechos do áudio da conversa, que pode ser conferida no vídeo ao final, transcritos pelo Blabbermouth.net.

Se sua saída do Morbid Angel tem a ver com sua crença religiosa:

"Na realidade não, mas sim o problema que tive nas costas e precisei passar por uma cirurgia em 2009, e naquela época eu não era religioso. Eu ia me recuperar e eles me esperariam, mas levou mais tempo que achávamos que levaria, e o Morbid Angel não poderia ficar me esperando, poderia levar anos. Então eles tiveram que encontrar outro baterista. É por este motivo que não toco mais na banda. Levou quatro anos para eu me recuperar... cheguei a pensar que nunca mais tocaria. E neste meio tempo o Morbid Angel gravou um álbum com o novo baterista. Daí, em 2012, logo após gravar 'Hordes Of Zombies' do Terrorizer, eu encontrei Deus, e minha vida começou a mudar".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se teve algum momento especial que o fez se converter:

"Bem, minha mãe e irmã são cristãs há vinte anos, então elas sempre me incentivaram. Falavam todo o tempo sobre Deus. Daí em 2012 eu comecei a ler partes da bíblia que minha mãe me indicava. Lia mas ainda não sentia que precisava achar Deus. Então algo aconteceu, eu diria que Deus entrou em meu coração quando eu lia que devemos procurar Deus com toda nosso coração e alma e rogar humildemente para Deus, que ele virá até você. Então enquanto em tentava entender as palavras de Deus ele veio até meu coração e abriu meus olhos. A luz se fez e percebi que eu vivia num mundo de escuridão, e foi aí que as coisas mudaram. Deus veio até meu coração e abriu meus olhos, e percebi sua existência, pois é preciso percebê-lo para compreender que ele existe. Daí em diante minha fé aumentou dramaticamente, e quanto mais sei sobre Deus mais quero saber sobre ele. Me apaixonei por Deus. É como seu primeiro amor. Foi o que aconteceu, amo Deus agora, e nada neste mundo pode me separar dele.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se ele permaneceria no Morbid Angel após encontrar Deus:

"Não, pois são duas coisas que não se conectam, só há duas alternativas - uma com Deus e outra sem ele. E o Morbid Angel é definitivamente uma banda satânica. Nunca retornaria ou tocaria novamente em uma banda satânica agora que encontrei Jesus Cristo, meu salvador e redentor, e quem me ajuda todos os dias. Eu gostaria de encorajar... gostaria de contar para as pessoas que Deus pode realmente mudar nossa vida e pode nos mostrar o caminho da vida em fartura, da vitória. Pois estou no caminho da vitória agora. Sinto que do jeito que toco hoje, do jeito que meu corpo se sente, Deus tem me ajudado imensamente, me sinto como se estivesse nos meus 20 ou 30 anos de idade, em plena forma física, tocando como toco da maneira que toco. Quero contar para as pessoas que Deus pode nos fazer dar o melhor de nós mesmos. Definitivamente, Deus é positivo. Deus é força. E Deus é vida em fartura. E Deus pode nos mostrar como viver do jeito que ele quer que a gente viva".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se ele sente falta de tocar com o Morbid Angel:

"Não, não sinto. Não sinto falta de nada daquilo".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Morbid Angel: Somos death metal, não um pop cu d'água, diz Tucker

Morbid Angel: David Vincent comenta novamente sobre sua saída da banda

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.