Raul Seixas: festival gratuito Toca Raul terá Marcelo Nova

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Giuliano Trondoli, Fonte: Vírgula
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nesse final de semana acontecerá no Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo, o Festival Toca Raul que contará com a presença de músicos BNegão & Seletores de Frequência, Letuce, Zélia Duncan e Lucas Santtana no Sábado.

Metallica: Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou ReedBlack Sabbath: "Nos separamos por causa do Live Evil"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No domingo, é a vez de Marcelo Nova, O Terno, Kátia B e Zeca Baleiro fazerem suas homenagens a partir das 15h.

As apresentações celebram os 40 anos do lançamento do primeiro disco solo de Raul Seixas, Krig-ha, Bandolo!. Para tanto, o festival apresentará dois shows por dia, sempre com dois convidados especiais revezando-se no palco. Cada um, acompanhado por seus músicos, tocarão oito composições e letras do maior roqueiro do Brasil. Para fechar a apresentação, os dois artistas sobem juntos para tocar outras canções de Raul, num encontro musical inédito.

O festival traz ainda a DJ Vivi Seixas, filha caçula do cantor, que irá discotecar antes e nos intervalos dos shows, tocando algumas canções originais do pai. O "Toca Raul!" tem curadoria, direção musical, pesquisa e roteiros de Luís Filipe de Lima e conta com produção da Tema Eventos Culturais. Além de São Paulo, a capital Federal irá receber os shows nos dias 27 e 28 de abril.

Para dar vida ao projeto, a DJ utilizou fonogramas originais das canções de Raul, com sua voz a capella, e revestiu o material bruto com batidas de deep house, trip hop e drum and bass, brincando com o ritmo das músicas e guitarras distorcidas. "As composições do meu pai são atemporais, por isso fiz questão de deixar tudo intacto e dei uma roupagem moderna para sua sonoridade", explicou.

Sobre a apresentação do Marcelo Nova no festival

Fundador do grupo Camisa de Vênus, o cantor baiano Marcelo Nova foi o último parceiro musical de Raul Seixas, tendo gravado com o Maluco Beleza o disco "A Panela do Diabo", lançado dois dias antes da morte de Raul. Com o Camisa de Vênus, lançou sete álbuns. Em carreira solo, gravou 5 álbuns e irá lançar o "12 Fêmeas"

Diversas faixas do álbum "A Panela do Diabo" serão levadas ao palco do Toca Raul! por Marcelo Nova e seu grupo, incluindo "Muita estrela, pouca constelação", "Rock n' Roll", "Carpinteiro do Universo", "Pastor João e a igreja invisível" e "Best Seller".

Formado por Tim Bernardes (guitarra e vocal), Guilherme "Peixe" (baixo) e Victor Chaves (bateria), o grupo O Terno preparou para o Toca Raul! as músicas "Metamorfose Ambulante", "Sessão das 10", "Maluco Beleza", entre outras composições de Raul.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Raul Seixas"Todas as matérias sobre "Marcelo Nova"


Raul Seixas: Irmã Dulce ajudou o artista no começo da carreiraRaul Seixas
Irmã Dulce ajudou o artista no começo da carreira

Marcelo Nova: Na música brasileira existem belas bundas!Marcelo Nova
"Na música brasileira existem belas bundas!"


Metallica: Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou ReedMetallica
Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed

Black Sabbath: Nos separamos por causa do Live EvilBlack Sabbath
"Nos separamos por causa do Live Evil"


Sobre Giuliano Trondoli

Nascido e criado ao lado do bairro da Pompéia, o berço do Rock Nacional por ter sido local de surgimento de bandas como Tutti-frutti, Made in Brazil e Mutantes, não poderia ter outra saída a não ser virar fã desse estilo musical chamado Rock n' Roll. Atualmente é estudante de administração, freqüentador de shows e roadie da banda Mattilha. Entrou no mundo do Rock n' Roll bem cedo, mais precisamente aos sete anos de idade quando começou a ouvir bandas como Ultraje a rigor, Dire Straits, Raimundos e Raul Seixas. Com o passar do tempo, foi conhecendo bandas como Titãs, Cássia Eller, Paralamas e afins. Mas foi por volta dos 11 anos que conheceu suas bandas favoritas até hoje: Black Sabbath e Metallica. E desde então optou em conhecer mais e mais bandas, com um carinho especial para as nacionais, dentro desse universo imenso chamado Rock n' Roll.

Mais matérias de Giuliano Trondoli no Whiplash.Net.

adGoo336