Black Sabbath: sinos no final de "Dear Father" ficaram bregas?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Comentários  | 

A entrevista que a Spin fez com Ozzy Osbourne e Geezer Butler do BLACK SABBATH, promete responder algumas perguntas difíceis. Nessa entrevista, nem mesmo as músicas novas da banda escaparam das críticas dos próprios músicos.

3089 acessosKrisiun: banda agradece e Ward conta como conheceu brasileiros5000 acessosCourtney Love: "Parei com drogas e transei como um coelho"

Quando perguntado sobre "Dear Father", a última faixa do recém-lançado álbum "13", e a forma como ela encerra, com os mesmos sons de chuva e sinos que abrem o LP de estréia do Black Sabbath, Butler respondeu que tudo foi idéia do produtor Rick Rubin. "Eu achei que era muito brega", disse Butler.

Mas olhando para o passado, em seu último álbum de estúdio com o Sabbath, "Never Say Die!", Osbourne descreveu os membros da banda como "apenas um bando de caras fodidos se afogando na porra do oceano". Em contraste, ele falou sobre "13": "Se nós nunca fizermos outra coisa juntos, eu posso descansar minha cabeça no travesseiro e dizer que foi um ciclo completo... Eu posso honestamente descansar minha cabeça e dizer: 'Nós conseguimos'. A única parte triste é que Bill não esteve presente".

O assunto sobre a amarga ausência de Ward do lineup, surgiu mais uma vez, e desta vez Osbourne afirmou que "não consegue se lembrar" como as coisas desandaram. "Havia o lado dos negócios e o lado do dinheiro", ele disse. "Nós simplesmente não tínhamos tempo para deixar as pessoas esperando por mais 10 anos. O baterista foi uma dor no traseiro. Nós adoraríamos que Bill Ward fizesse parte, mas não funcionou".

"Eu ainda o amarei até a morte", insistiu Osbourne. "É triste que não tenha dado certo. Mas ei, temos um álbum, estamos todos muito felizes. Mas não creio que Bill esteja tão feliz".

Tradução retirada da fonte original:
http://ultimateclassicrock.com/geezer-butler-black-sabbath-1...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

KrisiunKrisiun
Banda agradece e Bill Ward conta como conheceu os brasileiros

771 acessosBanda dos sonhos: qual seria a sua?154 acessosMarcos de Ros: Tony Iommi, Dois Dedos de Prosa1430 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Quando tudo começa bemQuando tudo começa bem
Dez fantásticas canções que abrem álbuns

Black SabbathBlack Sabbath
Análise vocal de Ozzy Osbourne

Black SabbathBlack Sabbath
Uma completíssima biografia da fase Ozzy Osbourne

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Courtney LoveCourtney Love
"Parei com drogas e fodi como um coelho"

RoadrunnerRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Iron MaidenIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

5000 acessosNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!5000 acessosLed Zeppelin: as misteriosas viagens à Índia2510 acessosChristiane F.: dezenove anos, gravada e produzida5000 acessosPearl Jam: Loudwire escolhe as dez melhores músicas

Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online