Van Halen: show da banda é muito caro pra realidade brasileira?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 29/07/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O site CMS [Classic Metal Show] de Chicago conversou com integrantes do DOKKEN e do RATT durante a última edição do festival ROCK USA, ocorrido há alguns dias na cidade de Oshkosh, Wisconsin, e conseguiu informações sobre as bolsas pagas para cada uma das bandas que tocaram no evento, dentre elas o poderoso VAN HALEN.

5000 acessosTop 20: os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

De acordo com o último episódio em vídeo do programa no YouTube, o Dokken teria ganhado algo na casa dos cinco dígitos, e apesar de não declarar o valor correto do cachê, deu a entender que ‘seria suficiente para comprar um carro’ – o que nos EUA não quer dizer muito.

Revelou-se também que a banda de EDWARD VAN HALEN recebe em média 750 mil dólares por show [cerca de um milhão e setecentos mil Reais pelo câmbio de hoje], mas que dessa vez ganhou 100 mil a mais por alguma razão, fechando a feira do dia em 1.920.000 Reais.

Vale lembrar que esse é o valor que a banda recebeu para um show doméstico, a 4 horas de avião de sua casa, num país onde a logística é barata e os ingressos idem. O Rock USA recebeu não mais do que 41 mil pessoas por noite, e a premissa de um show com grandes plateias com certeza influencia o cachê de um show do VH, haja visto, além do acréscimo de 100 mil dólares pela performance em questão, a cifra – até então – recorde absoluto que a banda recebeu logo após sua turnê sul-americana em 1983 para tocar diante de 375 mil fãs no US Fest: US$ 1.5 milhões [quase três milhões e meio de Reais].

Tudo isso – somado à má-vontade da banda em se apresentar fora dos EUA, o que faz bissextamente e sempre por curtíssimos períodos – torna uma volta do grupo do frontman DAVID LEE ROTH ao Brasil bastante difícil, salvo no caso de um festival do porte do SWU ou do ROCK IN RIO.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

445 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Sammy HagarSammy Hagar
"Vai tomar no seu cu, Eddie! Seu mentiroso!"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Eddie Van Halen e louca dos gatos (Simpsons)

Van HalenVan Halen
"Discos com o outro venderam metade dos meus", diz DLR

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

SlayerSlayer
As preferências do guitarrista Kerry King

Bon ScottBon Scott
Em 1980, um dos dias mais tristes do rock n' roll

5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos5000 acessosFotos de Infância: Pantera5000 acessosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde5000 acessosGuns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu5000 acessosEm cana: bandas que gravaram video clipes em presídios de verdade3739 acessosLed Zeppelin: o álbum gravado com PJ Proby antes do debut

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online