Kiara Rocks: banda lança novo disco, "Daqui por diante"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por RUDSON XAULIN
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/08/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A banda KIARA ROCKS lançou seu mais recente trabalho, o disco DAQUI POR DIANTE (2013). O álbum marca uma nova formação da banda e a busca pelo som definitivo do grupo. Segundo o vocalista CADU PELEGRINI, o álbum tem regravações “antigas” que ele define como de melhor qualidade e um melhor trabalho de estúdio, encerrando assim as insistentes perguntas dos seus seguidores sobre as tais regravações. O disco é uma nova cara da KIARA ROCKS, que deixa claro que não faz hard rock ou heavy metal, muito menos mistura as duas coisas. A banda simplesmente faz rock n’ roll. Puro e direto.

5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosPsicografia: uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

O álbum tem inicio com uma intro, já apresentada pela banda em uma apresentação ao vivo, realizada no estúdio SHOW LIVRE. A intro da à banda suporte para a primeira pancada do álbum, a já conhecida SINAIS VITAIS. Essa canção foi disponibilizada muito antes do lançamento do disco, ela já mostrava a nova pegada da banda com a entrada do baterista MARCOS GREVY. O disco segue com a excelente nova versão de NÃO VAI ADIANTAR. A faixa mescla um aprimoramento da linha vocal em relação a sua sucessora. Destaque também para as guitarras, pungentes e inflamadas. Dando assim uma dica de como o guitarrista ANSELMO FÁVARO gosta de trabalhar. Solo incrível... A faixa já tem um videoclipe muito bem produzido, mostrando a banda em ação e a carregada energia de seus shows.

Seguindo no álbum, IN COMA aparece querendo logo chamar a atenção e se fixar entre as favoritas dos fãs do grupo. Uma letra pulsante e muito bem trabalhada. Música viciante e grudenta, longe de como o mais do mesmo soa hoje em dia. Um trabalho incrível da banda e mostra como a cozinha do grupo anda muito caprichada para boas receitas. Com certeza IN COMA vai ser uma das mais pedidas pelo público nos shows da banda. Uma canção com solo avassalador e bateria sempre marcada para mostrar o serviço bem prestado do novo baterista MARCOS GREVY. Na sequencia mais uma regravação, mas não fugindo muito a sua originalidade que a deixou quase perfeita no disco anterior, COM ÓDIO E GASOLINA aparece para incendiar o disco, como era esperado. Difícil dizer qual versão dela é melhor, tire suas conclusões.

Talvez o grande trunfo do disco, MR SCARECROW aparece para dar ao álbum o peso de ter grandes participações no novo trabalho da banda. A nova versão da música (originalmente gravada por HERBERT VIANNA e CÁSSIA ELLER) mostra o vocalista CADU PELEGRINI e DINHO OURO PRETO (CAPITAL INICIAL) aliados em um belo arranjo vocal. A canção ainda conta com RAFAEL BITTENCOURT (ANGRA) e já é executada nas principais rádios do Brasil. Fato muito comemorado pela banda nas redes sociais.

A trupe ainda teve a ousadia de regravar uma de suas melhores canções, vinda ainda do primeiro disco. FALSO ALARME era uma espécie de manto sagrado para muitos daqueles que seguem a banda desde os primórdios. O bacana foi ver que a nova versão não dividiu opiniões, e sim deu aos ouvintes duas excelentes versões de uma excelente canção, ou seja, do clássico ao novo, a banda mostrou grande competência. Outra novata é ALICE, que até parece calma, e serve como um alívio para os ouvidos depois de tanta pancadaria, mas isso é só no inicio. A canção é uma espécie de divisor de águas do disco, longe de ser uma balada, ela trás sim uma impecável harmonia do grupo, para fazer um rock n’ roll que lembra até AEROSMITH em seus tempos áureos.

O peso é a nova cara da banda, isso se ouve de longe. A nova pegada é a regravação de um clássico absoluto, ÚLTIMOS DIAS. É inegável sua melhor qualidade de gravação, mas de longe ela fugiu a sua versão que já é um carro chefe da banda em seus shows. Alivio para os antigos fãs e ainda assim mais pegada para novos ouvintes. O solo é de arrepiar e o baixo esta muito mais concentrado, um grande trabalho nas guitarras de ANSELMO FÁVARO e PHIL e no baixo de JUNINHO. Juntando tudo isso a quase bateria metralhadora de MARCOS GREVY, você tem um disparo certeiro de um rock pesado, rápido e ríspido.

Logo depois a nova versão de NADA A PERDER, com um melhor detalhamento nas guitarras e a alucinante gritaria vocal, a música ecoa como um rápido hard rock, lembra facilmente os clássicos embalos dos anos 80. Na sequencia, outra nova perola, desta vez é QUANDO MENOS ESPERAR quem aparece para enriquecer mais ainda o disco. Rápida como punk, grudenta como clássico e radiofônica como um hit. Uma correria total da banda em mostrar serviço de maneira direta. Nada pode definir melhor o novo som da banda do que essa canção.

Ousando mais uma vez, a KIARA ROCKS encerra as atividades do disco com uma nova diretriz para um ícone, e foi à escolha de DURAN DURAN e sua mágica SAVE A PRAYER que finaliza o álbum de maneira brilhante. Simplesmente fantástica! O disco todo vale muito uma conferida. O que pode definir ele é algo como grosseiro, simples e genial.

DAQUI POR DIANTE ainda foi masterizado em Londres, no ABBEY ROAD, por GEOFF PESCHE. O trabalho marca o inicio de uma contagem regressiva da banda para o ROCK IN RIO, abrindo a noite do ultimo dia do festival, subindo no mesmo palco que SLAYER e IRON MAIDEN.

KIARA ROCKS:
CADU PELEGRINI – vocal e guitarra
ANSELMO FÁVARO e PHIL – guitarras
JUNINHO – baixo
MARCOS GREVY – bateria

http://www.kiararocks.com.br

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiara Rocks"

Velvet RevolverVelvet Revolver
Os vocalistas já cogitados para a banda

Duran DuranDuran Duran
Top 5 de covers feitos por bandas de Rock/Metal

Metal SPMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Kiara Rocks"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Fãs de RockFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

5000 acessosVoz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)5000 acessosO Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?5000 acessosSteven Tyler: "nunca esquecerei a audição para o Zeppelin"5000 acessosOzzy: "Sharon, por que você está me mandando fotos pelada?"5000 acessosPhil Anselmo: os discos de Metal e filmes de horror preferidos5000 acessosEm 21/10/2005: Tarja Turunen é dispensada do Nightwish

Sobre RUDSON XAULIN

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online