Vinis: vendas aumentam cada vez mais, mídias físicas agonizam

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

Ainda que o site Amazon.com possa estar vendendo uma tonelada cúbica de vinil todo ano – cifra que continua subindo – a indústria fonográfica, como vendedora de mídias, ainda está encolhendo vertiginosamente. Aparentemente, as mídias físicas estão morrendo muito mais rápido do que pensávamos… por enquanto.

publicidade

745% soa como um montante absurdamente gigante, não é mesmo? Contudo, como já estabelecera Albert Einstein, ‘tudo é relativo’.

publicidade

De acordo com o site The Verge:

"O suposto crescimento das vendas de vinil pelo site da Amazon corrobora com uma tendência mundial para a indústria. A [auditora que fornece dados de comercialização de mídias para as paradas estadunidenses] SOUNDSCAN estima que as vendas unitárias de vinis [inclua-se aí novos E usados] crescerão para 5.5 milhões em 2013."

publicidade

E:

"As vendas de downloads são baixas e o CD marcha a caminho da obscuridade. A maioria dos membros da indústria musical diz que o que está afetando os downloads é a popularização dos serviços de assinatura musical, como Spotify e Rdio [nenhum disponível no país de Dilma] e serviços de rádio via internet, como o Pandora. Ao contrário de um número cada vez maior de competidores no ramo de música online, a Amazon não se diversificou para serviços de assinatura ou de rádio via internet de modo algum."

publicidade

Ainda assim, o vinil poderia ser de grande valia APENAS no que diz respeito a ajudar a manter pelo menos uma mídia física continuar viva, apesar de os números serem muito fracos.

O vinil fornece aos colecionadores o que os CDs não conseguem – a arte gráfica em uma dimensão maior, e muitos itens legais de se observar segurando a peça com as duas mãos. Não é a mesma coisa com os CDs, claro. Estes se encontram fadados ao limbo tecnológico. A coisa lúdica do disco de vinil, que o comprador carrega com as duas mãos cheias até o caixa da loja, não se repete com um compact disc, que você segura com dois dedos ao lado do bolso da calça. A arte gráfica do vinil ainda se afirma como um item de decoração para uma sala, caso o usuário a queira só pra isso [dado que em termos de praticidade, versatilidade, resistência de material e capacidade de armazenamento o vinil não evoluiu em NADA desde a década de 60].

publicidade

A nuvem carregada e negra – porém altamente refrescante – que se aproxima de nossa civilização e que chamaremos de ‘Player Doméstico de Arquivos de Áudio de Alta Resolução’ já aparece no radar…

Para ler mais sobre a diversificação e evolução do CD que ainda ocorre no primeiro mundo, clique aqui.

publicidade

Para ler mais sobre o recém-lançado Player de Áudio de Alta Resolução, clique aqui.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Zakk Wylde: foto do arsenal de guitarras do músicoZakk Wylde
Foto do arsenal de guitarras do músico


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin