Nazareth: Billy Rankin recusa oferta para ser novo vocalista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 06/09/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O ex-guitarrista do NAZARETH e agora radialista BILLY RANKIN teve o posto de vocalista da banda ofertado a ele essa semana. A proposta para substituir o enfermo DAN MCCAFFERTY na banda, contudo, foi recusada, apesar de um ensaio que ele descreve como ‘bom pra caralho. ’

579 acessosNazareth: banda assina com Frontiers e álbum deve sair em 20185000 acessosSpike: os sete piores solos de guitarra

McCafferty disse à revista inglesa Classic Rock semana passada que ele havia se aposentado da veterana banda escocesa depois que uma doença pulmonar o impedira de realizar um show completo ao vivo.

Sua decisão veio depois de o Nazareth ter sido forçado a cancelar uma turnê canadense depois de ele ter desmaiado no palco em Julho, e então ter sucumbido de novo durante uma sequência de aparições em festivais pela Europa no mês passado.

O baixista Pete Agnew – agora o único membro original – telefonou para Rankin com a oferta depois que muita especulação já havia sido feita pelos fãs. Rankin conta: “Meu nome fora mencionado muitas vezes e eu ri demais. Até que o telefone tocou. Pete disse, ‘Gostaríamos que você substituísse Dan’. Eu respondi, ‘Ninguém pode substituir Dan. Por que eu? ’ Ele replicou, ‘Bem, você sabe cantar, e temos uma história juntos’. Eu tive que admitir que sim.”

“Marcamos um ensaio e mandamos ver nuns sucessos antigos – e tínhamos que concordar que foi do caralho. Mas havia uma coisa faltando: Dan.”

Rankin foi membro da banda por duas vezes. A primeira vez foi em 1980, quando ele entrou para o grupo depois de ter sido descoberto em um bar de Glasgow e ter participado do ZAL, a banda de vida curta formada pelo SENSATIONAL ALEX HARVEY BAND depois da saída do frontman HARVEY. Ele saiu para tentar carreira solo em 1983 e voltou por quatros anos em 1990, aparecendo em cinco discos do Nazareth, além de três álbuns solo.

“Ontem eu liguei para Pete e disse, ‘Obrigado, mas não, obrigado’. Quanto a Dan, melhoras, amigo, e obrigado por 40 anos de música.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

579 acessosNazareth: banda assina com Frontiers e álbum deve sair em 20180 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nazareth"

Danilo Van ErvenDanilo Van Erven
Tattoos e uma história de amor pelo Nazareth

NazarethNazareth
Dan McCafferty, o cantor favorito de Axl Rose

Collectors RoomCollectors Room
A coleção do presidente do fã clube do Nazareth no Brasil

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nazareth"

SpikeSpike
Os sete piores solos de guitarra

MetallicaMetallica
Foto rara de formação original do grupo

Em 20/08/2005Em 20/08/2005
Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest

5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas5000 acessosSlayer: as preferências do guitarrista Kerry King5000 acessosBon Scott, o eterno Rocker...5000 acessosNirvana: Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain3847 acessosMetaleiro: popularizado no 1º RIR, termo continua polêmico4566 acessosSteven Adler: é difícil para ele ver o Frank Ferrer tocar suas músicas

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online