Matérias Mais Lidas

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemJoão Gordo diz que era um "bolsominion homofóbico" e explica motivo

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemLed Zeppelin: Crítica de George Harrison fez Jimmy Page compor "The Rain Song"

imagemMembros do Metallica ficaram deslumbrados com "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemIan Gillan e a sua opinião sobre John Lennon como vocalista: "É o cara!"

imagemAerosmith: O pior e o melhor álbum da discografia segundo Joe Perry

imagemDave Mustaine perde a compostura e xinga membro da equipe do Judas Priest


Finlandia 2022
Stamp

Edu Falaschi: o Angra me impulsionou e eu sempre serei grato

Por Samuel Coutinho
Fonte: Metal da Ilha
Em 03/10/13

O vocalista do ALMAH, Edu Falaschi, concedeu uma entrevista para o site espanhol LaEstadea.com, onde o músico falou sobre sua carreira no ANGRA. Confira um trecho da entrevista abaixo:

LaEstadea: Alguns meses atrás, nós também conversamos com um de seus ex-colegas do Angra. Um tema de conversa foi a sua saída do grupo, e claro, queremos ouvir o que você tem a dizer sobre isso...

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Edu Falaschi: Bem, a verdade é que existem muitas coisas (más) que não tem muito a ver com a música, então eu não vou entrar em detalhes. O importante é que depois de passar por muitos momentos tensos e decepções, que começaram em 2003, eu comecei a sentir um cansaço físico e mental. Então, depois de 10 anos eu decidi que era o suficiente. Nem queria continuar cantando as músicas de Andre Matos, são muito boas, mas não é o ajuste natural para a minha voz, eu estava me prejudicando, então eu decidi seguir meu caminho!

LaEstadea: A partir do seu ponto de vista, o que valeu a pena nesses 10 anos?

Edu Falaschi: Se eu comparar os pontos negativos com os positivos, a verdade é que os pontos positivos seriam bem maior. O Angra me deu tudo que eu tenho hoje, é claro, o meu esforço e o meu talento também foram o bastante, mas o Angra me impulsionou na minha carreira, então eu sempre serei grato por esses 10 anos cantando e compondo com eles. Mesmo assim, eu acho que a coisa mais importante que eu ganhei nos últimos 25 anos, foi o reconhecimento dos fãs que encontrei por todo o mundo e sempre irei me lembrar disso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia a entrevista completa (em espanhol) no link abaixo:
http://www.laestadea.com/2013/10/entrevista-con-edu-falaschi/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho.