Frances Cobain: morte de jovens músicos não deve ser romantizada

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Alternate Press, Tradução
Enviar Correções  

Em junho de 2014 a cantora pop Lana Del Rey causou uma grande controvérsia quando admitiu em uma entrevista com o The Guardian: "Eu queria já estar morta", enquanto discutia sobre o lendário frontman do NIRVANA, Kurt Cobain, e sobre a cantora Amy Winehouse – ambos mortos aos 27 anos – "Eu queria. Não queria ter que continuar fazendo isso, mas eu vou", completou Del Rey.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Frances Bean Cobain, a filha de Kurt, usou o Twitter para dividir seus próprios pensamentos sobre os comentários da cantora: "A morte de jovens músicos não é algo para ser romantizada", disse em uma série de tweets.

Ela continua: "Eu nunca vou conhecer meu pai, porque ele morreu jovem e isso se torna algo desejável, porque pessoas como você acham que isso é ‘legal’? Bem, isso não é, porque você só tem uma vida."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com a perda precoce de seu pai e seu impacto no mundo da música, é seguro dizer que Frances, mais que a maioria, tem o direito de opinar neste assunto. O que você acha da romantização deste lado da música?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Linkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a bandaLinkin Park
20 coisas que você não sabe sobre a banda

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo728 Goo336 Cli336