Kiss: Paul Stanley diz que trocou groupies por família

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcio Millani, Fonte: Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Após quatro décadas no ramo da música, muita coisa mudou para PAUL STANLEY - principalmente o tipo de fãs que se reúnem perto do palco durante as apresentações do KISS. No auge da banda a tendência era de haver groupies. Hoje, STANLEY admite ser a família, e está satisfeito com o fato.

Ace Frehley: namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do KissFotos de Infância: Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

"Evidentemente, em tempos atrás o backstage era hedonismo ao máximo," STANLEY afirmou durante uma conference call (via Brave Words) onde discutiu sobre sua autobiografia 'Face the Music: A Life Exposed.' "Quando você tem as chaves da loja de doces, a tendência é você se empanturrar com as guloseimas. Eu certamente tinha uma alta de açúcar."

Porém, ele nota que tudo está diferente agora. "Olho para o lado do palco em certas noites e vejo as crianças de pijama, aguardando o fim do show para poderem ir para a cama. A família, que em outros tempos não tinha lugar em minha vida ou no rock an roll em geral, se tornou lugar comum.

No fim das contas, a experiência ensinou a STANLEY - no momento em turnê com o DEF LEPPARD - a encarar a realidade.

"O cerne da questão do porquê entrei nessa e da razão da banda se reunir em primeiro lugar foi para fazer música," ele disse. "Ter o privilégio de ir para o palco e conseguir estar nessa por 40 anos é uma coisa incrível. Isso foi constante...eu acho que todos nós fomos para diferentes campos de nossas vidas. Eu tenho família e o bacanal que era o backstage no passado não existe mais, porém permanece a celebração da vida e a liberdade de ser quem você é nunca mudou."



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Paul Stanley"


Ace Frehley: namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do KissAce Frehley
Namorada consegue ordem de restrição contra ex-guitarrista do Kiss

Kiss: Peter Criss diz que Eric Carr era querido e um ótimo bateristaKiss
Peter Criss diz que Eric Carr era "querido e um ótimo baterista"

Matanza Inc: "Pode Ser Que Eu Me Atrase" foi criada em homenagem a Ace Frehley e Kiss

Kiss: pacotes VIP no Brasil custam de R$ 3 mil a quase R$ 17 milKiss
Pacotes VIP no Brasil custam de R$ 3 mil a quase R$ 17 mil

Kiss: foto clássica é editada com integrantes atuais e fãs criticamKiss
Foto clássica é editada com integrantes atuais e fãs criticam

Kiss: sem Paul Stanley, banda faz show para tubarões brancos; veja vídeoKiss
Sem Paul Stanley, banda faz show para tubarões brancos; veja vídeo

Kiss: Vinnie Vincent relança disco instrumental em edição limitada e com preço salgadoKiss
Vinnie Vincent relança disco instrumental em edição limitada e com preço salgado

Kiss: show ainda vale o ingresso? (video)Kiss
Show ainda vale o ingresso? (video)

Kiss: preços dos ingressos e mais informações sobre shows no BrasilKiss
Preços dos ingressos e mais informações sobre shows no Brasil

Kiss: Seis shows são confirmados no Brasil para maio de 2020Kiss
Seis shows são confirmados no Brasil para maio de 2020

Kiss: a relação de Gene Simmons com o Van HalenKiss
A relação de Gene Simmons com o Van Halen

Rockers: dez músicos que os fãs gostariam de ver de voltaRockers
Dez músicos que os fãs gostariam de ver de volta


Fotos de Infância: Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie PaulFotos de Infância
Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.


Sobre Marcio Millani

Nasceu e sempre morou em São Paulo. É formado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Língua Portuguesa, mas não atua em nenhuma das duas áreas. É baixista, mas também curte brincar com guitarra e bandolim. Participou das bandas paulistanas Centúrias e Mixto Quente, ambas com discos lançados pelo selo Baratos Afins na década de 80. Participou também de inúmeras bandas cover de Blues, Classic Rock e Fusion. Além destes estilos gosta de Progressivo, Jazz, Bluegrass e música clássica.

Mais matérias de Marcio Millani no Whiplash.Net.