V Project: Facci fala sobre versão de "Living For The Night"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Press, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

O baterista paulistano Sergio Facci, que registrou alguns dos clássicos do Heavy Metal brasileiro com as bandas Vodu, Viper e Volkana, está dando os toques finais no EP de estreia do V Project, que contará com novas versões de algumas das bandas pelas quais passou. Entre as faixas que irão compor o material está "Living For The Night", um dos clássicos do álbum "Theatre Of Fate" do Viper - veja o teaser.

Viper & Guests: show do projeto no Rio de Janeiro é canceladoGuns N' Roses: a verdadeira história de "Rocket Queen"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para estas regravações, Facci reuniu um time de músicos com quem teve contato ao longo da carreira, entre eles o guitarrista Val Santos (Toyshop, ex-Viper), que gravou a guitarra base nesta nova versão. "Consegui que o Val Santos gravasse as bases - ele gravou a guitarra base e o baixo também. É um grande musico, compositor e letrista", analisa o baterista. "Quando conheci o Val, ele tocava com o Viper. Um tempo depois, quando eu já tocava com a Volkana, ele passou a ser meu roadie e companheiro de viagem. Grande cara mesmo!", acrescenta.

Para os vocais principais, Facci convocou seu antigo companheiro de Vodu, André Góis (atual Face Of Desaster). "Sempre tive uma grande admiração por ele, que aceitou de pronto o convite. Foi o primeiro vocalista que tive a honra de tocar. Na época estávamos começando, passamos muita coisa juntos e é legal após mais de 25 anos voltar a gravar com ele", diz.

Como o baterista não pretendia apenas recriar uma faixa clássica do Viper, a primeira parte vocal, na introdução, a nova versão vem com arranjo suave no piano e os vocais de Natacha Cersosimo (Toyshop). "Queria uma versão diferente e coloquei o piano e alguns arranjos que o Val deu as ideias na parte instrumental. Então, convidei a Natacha Cersosimo, pois sempre a vi cantando com o Toyshop e achei que a voz se encaixaria com a primeira parte da música", revela. "Engraçado que dei uma ideia para ela mudar alguma linha na melodia e sabe o que ela disse? 'Fica difícil, pois ouço esta música há mais de 20 anos. É, ela gosta de Viper mesmo!", completa.

Já a parte dos solos, Facci convocou outro músico com quem tocou no Vodu, José Luis "Xinho" Almeida. "Ele tocou com o Vodu na sua primeira formação e também é um grande fã de Viper. Um cara com técnica, velocidade e, principalmente, um perfeccionista. Sou fã do Xinho, é um amigo e um dos grandes guitarristas com quem tive o prazer de tocar", destaca.

Além das novas versões de "Living for the Night" (Viper), "Darkness" (Volkana), "Final Conflict" (Vodu), o EP de estreia do V Project trará uma surpresa para os fãs. "A próxima música já está quase pronta, mas ainda deixo no ar. Creio que até o final do mês de julho tudo deverá estar finalizado e com uma surpresa para todos aqueles que viveram a época do Rainbow Bar, Teatro Mambembe...", conclui o baterista.

Site: www.sergiofacci.com
Contato para shows: vvvproject@hotmail.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Viper"Todas as matérias sobre "Vodu"Todas as matérias sobre "Volkana"Todas as matérias sobre "V Project"


Viper & Guests: show do projeto no Rio de Janeiro é canceladoViper & Guests
Show do projeto no Rio de Janeiro é cancelado

Felipe Machado: Gastão Moreira bate papo com guitarrista do Viper (vídeo)Viper: banda lança videoclipe para versão da clássica "To Live Again"

Sepultura: no Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeosSepultura
No Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeos

Andre Matos: Falando sobre seu modo vegetariano de vidaAndre Matos
Falando sobre seu modo vegetariano de vida

Viper: o álbum 'Tem pra Todo Mundo' foi um tiro no escuroViper
"o álbum 'Tem pra Todo Mundo' foi um tiro no escuro"


Guns N' Roses: a verdadeira história de Rocket QueenGuns N' Roses
A verdadeira história de "Rocket Queen"

Chris Cornell: relatório policial descreve últimas horas e morteChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte


Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

adGoo336