Johnny Rotten: ele se sente responsável pela morte de Sid Vicious

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marii Franco, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar Correções  

John Lydon, o eterno frontman do Sex Pistols diz que se sente parcialmente responsável pela morte de Sid Vicious, ex baixista da banda.

Punk: série documental sobre o estilo estreia nesta sexta (3) no canal Bis

Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anos

Sid morreu de overdose de heroína em 1979 e Lydon revela que ele se sente mal porque ele trouxe Vicious para a banda, expondo-o ao estilo de vida que acompanhou o grupo.

Lyndon disse: "Ele não tinha a menor chance. Sua mãe era uma viciada em heroína. Eu me sinto mal que eu o trouxe para a banda - ele não conseguiu lidar. Eu me sinto um pouco responsável por sua morte".

John Lydon está atualmente promovendo sua biografia, "Raiva é Minha Energia: Minha Vida Sem Censura", que ele diz ser uma "história da minha infância e Johnny Rotten - e não algo inventado por Malcolm Mclaren."

Ele também explica que o apelido "Rotten" (podre) surgiu quando ele estava na escola por causa do estado de seus dentes. Ele acrescenta: "Eu nunca usei uma escova de dentes quando era criança e só vi meu pai usando uma escova para tirar a poeira das suas botas. Meus dentes e gengivas estavam tão ruins que quase me mataram. Eu gastei uma pequena fortuna em cirurgia reconstrutiva para os meus dentes".


adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin