Metallica: Robert e a calma ao lidar com drogados e bêbados

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Em entrevista ao IndiePower.com, Robert Trujillo, baixista do Metallica, quando perguntado sobre como lida com as diversas personalidades em diferentes bandas pelas quais ele passou - nomes como Ozzy Osbourne, Suicidal Tendencies, Infectious Grooves, Jerry Cantrell (Alice in Chains) e Zakk Wylde (Black Label Society e Ozzy Osbourne) - respondeu:

"Isso é interessante, pois bem jovem, tinha a situação da minha família e meu pai, de quem ainda sou próximo... mas eu cresci, meu pai era... era curioso, pois minha situação com ele, nós sempre mantivemos um bom relacionamento, mas sempre tomei muito cuidado para ultrapassar os limites com ele. Então nas minhas relações com bandas, eu sempre fui muito cuidadoso para não ultrapassar os limites de certos integrantes. Pois músicos de bandas podem sair do controle, especialmente em situações onde alguns deles se encontravam, seja problemas com drogas, com bebedeiras, ou o que for... Havia muita coisa acontecendo, e você precisa ficar tranquilo. Veja, alguém como Zakk, ele poderia estourar. Ele poderia mudar bem defronte de seus olhos. Então você precisa ser sempre bem cauteloso com essas pessoas. E isso faz parte da jornada, e eu acho que com isso, eu aprendi a ter paciência e respeito. Aprendi a lidar as com pessoas e suas personalidades da melhor forma que posso, e poderia, nessas situações diferentes".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista completa (em inglês) pode ser vista nos vídeos abaixo:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Goo336 Goo336 Cli336 Goo336