Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii que faz uma dura crítica à panelinha do rock nacional

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra a última vez que viu Syd Barrett

imagemDez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

imagemPrika explica critérios para entrar na Nervosa: "Fascista na minha banda não toca!"

imagemBittencourt começou a fazer tai chi chuan no camarim após beque de Mariutti bater forte

imagemO sensato conselho que Lulu Santos deu para o novato Herbert Vianna

imagemSUV do Offspring pega fogo durante viagem para show

imagemSlayer: Dave Lombardo surpreende ao eleger suas três músicas favoritas

imagemMúsicos famosos fizeram teste para o AC/DC sem que ninguém soubesse, conta baterista

imagemGuns N' Roses amplia exigências para show em Ribeirão Preto


Stamp

Rock Progressivo Italiano: segundo passeio pelo gênero

Por Roberto Rillo Bíscaro
Em 01/01/15

Dia 13 de dezembro, convidei os leitores para um passeio pelo rock progressivo italiano.

Rock Progressivo Italiano: primeiro passeio pelo gênero

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Proponho mais uma perambulada por essa vertente do rock que deixou pérolas pouco conhecidas.

ALPHATAURUS (1973), da banda homônima, traz uma pérola de quase 13 minutos, Peccato d´orgoglio. Começa meio jazz fusion, entra prum caminho meio lento, mas depois vem a onda de órgãos Moog e Hammond e o paraíso prog sinfônico começa. Duas canções curtas, sendo que a instrumental Croma traz trecho melódico inesquecível. Dopo L´uragano é a mais fraca sem ser ruim, mas a influência é mais hard rock e blues. As duas últimas faixas com seus quase 10 minutos cada retomam o clima sinfônico ao estilo EMERSON, LAKE & PALMER. Ombra Muta finaliza o álbum apoteoticamente, com semi-duelo de guitarra e órgão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O BIGLIETTO PER L'INFERNO lançou álbum homônimo em 1974, com letras em italiano e vocais às vezes derrapantes, que não comprometem a boa qualidade do trabalho. Prog sinfônico ao estilo de GENESIS (fase Nursery Crymes) e JETHRO TULL, com pitadas de hard rock, como em Il nevare e Confessione que vem em versões com letra e instrumental. Ansia abre o álbum com estilo GENESIS fase Tresspass e grande trabalho dos órgãos, que se repete na alternadamente melódica e agressiva Uma Strana Regina, com sua descarga rápida de flautas a La JETHRO. Fã de prog sinfônico geralmente valoriza longas canções, porque gostamos de filigranas (pseudo-)eruditas, então os mais de 13 minutos de L’Amico Suicida tornam-se o chamariz da obra. Exceto pelo vocal ruim do começo, a faixa sacia gostos sinfônicos e o grupo evitou experimentalismos que arruinaram muitas canções do gênero. Ora, se curto sinfônico é porque sou mais conservador, quero longas suítes de música "clássica" plugadas na tomada. Há bandas que cortam o T com ruídos e esquisitices no meio das canções. Felizmente, isso não ocorre aqui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O LE ORME tem longa trajetória, tendo passado por diversas fases. Collage (1971) marcou a entrada da banda na seara progressiva e foi muito influenciado por grupos como o THE NICE. A faixa-título instrumental é um sonho pomposo de symphonic prog, repleta de órgãos e momentos que remetem à música erudita. As lentas Era Inverno, Immagini e as energéticas Cemento Armado e Sguardo Verso il Cielo trazem complexos momentos de piano, órgãos analógicos, alguma guitarra e bateria que agradarão a fãs de ELP e GENESIS. Evasione Totale tem um clima meio psicodélico a la THE DOORS, especialmente no teclado e certos trechos soam como experimentação Krautrock; não é prato muito apetitoso pra fãs de prog sinfônico, mas não chega a ser entediante, porque o clima de experimentação dá lugar a um órgão eclesiástico pra voltar a ser THE DOORS. Collage ainda não é o ápice prog de LE ORME, mas é lindo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

IL ROVESCIO DELLA MEDAGLIA inscreveu seu nome na história do rock progressivo com o fundamental Contaminazione (1973). A contaminação aludida é a do rock no mundo da música erudita, uma vez que o álbum é baseado em fragmentos do Cravo Bem Temperado, coleção de música pra teclado solo, de Bach. Tocando com uma orquestra, o RDM alterna momentos barrocos com roqueiros em esfuziante/virtuosa instrumentação e harmonias vocais. Instrumentos "eruditos" soando experimentalmente e instrumentos "roqueiros" adquirindo funções "clássicas". O álbum dá a impressão dum contínuo - com faixas curtas (pra prog 4 minutos não são nada) – sendo difícil destacar uma, mas tente La Mia Música e sinta a emoção do vocal e a beleza do arranjo. Indispensável pra conhecer Ítalo Prog.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro.