Korn: Jonathan Davis acredita que a música pode curar as pessoas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista do KORN, Jonathan Davis, falou com a The You Rock Foundation sobre seus problemas de ansiedade, depressão, ataques de pânico, PTSD, esquizofrenia e abuso de substâncias. Mas, de forma mais importante, ele discutiu o que o ajudou a superar essa extensa lista, explicando que medicamentos, terapias, exercício e ferramentas criativas de auto-exptressão, como a música, ajudaram a fazer a diferença.

Andre Matos declara: "O Angra tinha que acabar!"Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Era a coisa mais horrível", disse Davis. "Eu lembro do meu primeiro ataque de pânico. Eu achei que ia morrer."

Davis revelou que após parar de beber, ele ainda teve problemas com depressão: "É como andar por aí com uma gigantesca manta de chumbo nos ombros", afirmou. "Graças a Deus eu tinha minha música para me ajudar a passar por isso. Acho que a música é uma das coisas mais poderosas do mundo. Ela tem o poder de curar as pessoas. Ela tem o poder de juntar as pessoas, e isso é uma coisa linda. E foi por isso que eu me atirei de cabeça em fazer música. Porque essa é minha droga agora. É meu antidepressivo, é tudo para mim. "

Ele adiciona: "Eu acho que as pessoas que sofrem de depressão precisam achar algo - uma válvula de escape - para se expressarem e deixar essas coisas ruins fora de sua cabeça. Quero dizer, isso me ajudou muito - imensamente."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Korn"


Korn: veja o filho de Robert Trujillo tocando com a bandaKorn
Veja o filho de Robert Trujillo tocando com a banda

Robert Trujillo: o que ele achou do seu filho tocar com o Korn?Robert Trujillo
O que ele achou do seu filho tocar com o Korn?


Andre Matos declara: O Angra tinha que acabar!Andre Matos declara
"O Angra tinha que acabar!"

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336