Anthrax: a importância da demo do Metallica para o Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 19/04/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Scott Ian, guitarrista do Anthrax, bateu um papo recentemente com The Metal Voice canadense; seguem abaixo alguns trechos da conversa, que pode ser conferida na íntegra no vídeo ao final:

78 acessosMetallica: "Lulu", finalmente apareceu alguém que gosta dele5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

Sobre a cena do Metal quando o Anthrax começou sua carreira:

Scott: Bem, não havia uma cena. Éramos uma ilha isolada. Não havia cena em Nova Iorque para bandas que tocavam músicas próprias, só existiam bandas covers. Éramos um bando de caras que curtiam metal e queríamos compor nossas próprias canções e ter um lugar para ensaiar. Passávamos seis, sete noites tentando ser a melhor banda que conseguíssemos ser.

A reação ao ouvir a demo 'No Life 'Till Leather' do Metallica em 1982:

Scott: Lembro que Jonny Zazula (fundador da Megaforce) me mostrou a demo na sua loja, e aquilo me surpreendeu, soava fantástico. E Jonny me disse que estava levando a banda para Nova Iorque, e ele lançaria um álbum, estava iniciando sua própria gravadora. Eram planos ousados para a época. Lembre-se, estávamos em 1982. Eu perguntei 'Como você fará isto? Como vai montar uma gravadora?'. E ele foi sincero, disse algo tipo 'Não sei. Mas ninguém quer saber. Mostrei esta demo para todos os grandes selos e eles tampavam os ouvidos e me colocavam para fora do escritório. Farei isto acontecer de alguma forma'. E ele investiu no que acreditava".

Sobre a era dourada do thrash metal nos anos oitenta:

Scott: Quando falamos de heavy metal, certamente o que aconteceu nos EUA nos anos oitenta foi grandioso, e muitas pessoas em todo o mundo ainda se interessam, obviamente, pela gente, pelo Metallica e pelo Slayer. Isto mostra que o que fizemos quando jovens no começo dos anos oitenta deixou uma marca profunda no planeta. E não éramos apenas um bando de caras que se davam muita importância. Outras pessoas também prestavam atenção no que estávamos fazendo. Isto é fantástico, e sou feliz de poder passar uma ideia de como foi para as pessoas que não estavam presentes. Se você ler meu livro, terá uma ideia de como tudo aconteceu".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de abril de 2015

MetallicaMetallica
Engenheiro de som da época quer remixar o "... And Justice For All"

78 acessosMetallica: "Lulu", finalmente apareceu alguém que gosta dele1418 acessosMetallica: veja como fica "Sad But True" 2x mais rápida435 acessosMetallica: vídeo oficial de "Damage, Inc." em Amsterdã, Holanda1206 acessosMetallica: o mashup mais ridículo envolvendo a banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Dave MustaineDave Mustaine
"Depois que eu saí do Metallica, eu me reavaliei"

MetallicaMetallica
Você acha que conhece a banda?

MetallicaMetallica
Não sou amigão de nenhum deles, diz Dave Mustaine

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

MotörheadMotörhead
Em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

MTV UnpluggedMTV Unplugged
As 25 melhores apresentações da história

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

5000 acessosAs regras do New Metal/Nu-metal5000 acessosGuns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum5000 acessosÓdio musical: os artistas mais detestados em lista da Spinner5000 acessosRob Halford: padre em comercial junto com atriz pornô5000 acessosChris Cornell: Jimmy Page e outros comentam morte do vocalista5000 acessosGuitarpedia: Quanto tempo leva para ser um bom guitarrista?

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online