Tim "Ripper" Owens: eu nunca deixaria o Judas Priest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

Em conversa com o Mainstage Events de Dubai, o vocalista Tim "Ripper" Owens falou sobre sua saída do Judas Priest em 2003, após passar sete anos com a banda: "Foi tudo ok, sabíamos que aconteceria - ao menos eu tinha consciência disto. E quer saber? Não foi tão dramático. Havia acabado de gravar um álbum com o Iced Earth, e intuía que meu tempo com o Judas Priest tinha chegado ao fim. E eu até meio que desejava aquilo, para seguir com o Iced Earth e com outras coisas. E definitivamente era o melhor para o Judas Priest e para Rob Halford, assim como era definitivamente o melhor que poderia acontecer para mim. Eu nunca deixaria o Judas Priest, permaneceria para sempre na banda, pois adoro os caras e adorava o que fazíamos. Mas para o bem de minha carreira eu precisava seguir em frente. Então eu não fiquei ofendido quando o Judas me liberou, talvez tenha sido ofensivo para alguns parentes e amigos mas não mudou nada em minha relação com o Judas Priest ou Rob Halford, ainda continuamos sendo grandes amigos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: prejudicando as finanças da Igreja UniversalMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal

Curiosidade: capas de álbuns com ilusões de óticaCuriosidade
Capas de álbuns com ilusões de ótica


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Cli336 GooAdHor