John Frusciante: "Ser vendido é uma merda"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karen Batista, Fonte: Site oficial John Frusciante
Enviar correções  |  Ver Acessos

No dia 25 de novembro de 2015 os fãs do guitarrista JOHN FRUSCIANTE acordaram com um longo comunicado do músico em seu site oficial e várias faixas inéditas disponibilizadas gratuitamente pelo próprio.

Red Hot Chili Peppers: veja o repertório que a banda tocará no Rock in Rio 2019Rob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre ele

John - que foi lançado ao estrelato, ao ostracismo e novamente ao estrelato pelo Red Hot Chili Peppers - tem um sólido trabalho solo, marcante pelos experimentalismos e pela completa independência criativa. E seu comunicado falou justamente sobre isso, além de esclarecer a polêmica criada por alguns sites de música sobre ele supostamente não ter mais público.

Abaixo um trecho da declaração, que pode ser lida na íntegra e traduzida para o português brasileiro no site Universo Frusciante:

"Artistas de gravação estão 'dando' música ao público através da venda há tanto tempo que hoje pensamos que artistas vendidos são músicos dedicados que amam tanto seu público que agressivamente vendem produtos e se vendem como uma imagem e personalidade para um público em geral tão agressivamente quanto. Vendido é um termo antiquado que, quando eu era um garoto, se referia aos artistas que adoravam fazer dinheiro mais do que fazer música. A palavra indicava uma falta de integridade artística. Ser vendido é uma merda, na minha opinião. É uma vergonha ter se tornado tão normal, esperado e aceitável ser isso."

Contudo, John não ignora o fato de que é preciso vender música para viver dela (ele mesmo admite ter ganho dinheiro fazendo música para as massas até sair do Red Hot Chili Peppers em 2008, ainda que não cite o nome do quarteto californiano), mas insiste que a música deve ser feita por amor em primeiro lugar:

"É minha convicção que música deve ser sempre feita porque se ama a música, não importando se há planos de vendê-la ou não. A criação é a fonte da vida, enquanto ganhar dinheiro é o que as pessoas fazem para comprar comida, roupa, teto, necessidades, conforto e, em alguns casos, exercer a sua ganância em outros."

John finaliza a mensagem com um recado especial aos fãs que ainda o acompanham:

"No jargão da indústria mainstream, um artista que tem um público pequeno 'não tem público'. Eu sempre desprezei essa expressão, porque implica que o público com gosto incomum são nulidades, ao invés de pessoas reais. Eu certamente não penso assim. Amo as pessoas e não gosto de vê-las desvalorizadas. Fico feliz que as pessoas continuem seguindo o que eu fiz para manter suas mentes ativas e abertas. E estou satisfeito que fãs de rock não são as únicas pessoas ouvindo o que eu fiz. Obrigado a todos por existirem."

O novo material de John Frusciante pode ser ouvido e baixado em sua página no Bandcamp, aqui:
http://www.jfdirectlyfromjf.bandcamp.com/



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Red Hot Chili Peppers"


Red Hot Chili Peppers: veja o repertório que a banda tocará no Rock in Rio 2019Red Hot Chili Peppers
Veja o repertório que a banda tocará no Rock in Rio 2019

Red Hot Chili Peppers: o que esperar do show da banda no Rock in Rio 2019Red Hot Chili Peppers
O que esperar do show da banda no Rock in Rio 2019

Rock in Rio 2019: bandas de rock são tranquilas com exigências, mas Drake deu trabalhoRock in Rio 2019
Bandas de rock são tranquilas com exigências, mas Drake deu trabalho

Alta Fidelidade: Grandes álbuns - Californication, do Red Hot Chili Peppers (vídeo)The Cars: Red Hot Chili Peppers e Eddie Vedder fazem homenagem a Ric Ocasek

Júnior Groovador: com ajuda de Dinho, ele aguarda Jack Black e quer ver o Red HotJúnior Groovador
Com ajuda de Dinho, ele aguarda Jack Black e quer ver o Red Hot

Rock in Rio 2019: qual headliner é o mais popular no Brasil, segundo o GoogleRock in Rio 2019
Qual headliner é o mais popular no Brasil, segundo o Google

Surfing Rockers: várias bandas em documentário sobre surf para 2020

Red Hot Chili Peppers: em 1999, um disco para ficar na historiaRed Hot Chili Peppers
Em 1999, um disco para ficar na historia

Foo Fighters: eles tentam tocar Red Hot Chili Peppers mas...Foo Fighters
Eles tentam tocar Red Hot Chili Peppers mas...

Red Hot Chili Peppers: por que o John Frusciante saiu da banda?Red Hot Chili Peppers
Por que o John Frusciante saiu da banda?

Dave Navarro: pornografia hoje ocupa lugar do RockDave Navarro
Pornografia hoje ocupa lugar do Rock

Super Bowl: quando as guitarras fizeram touchdownSuper Bowl
Quando as guitarras fizeram touchdown

RHCP: Navarro subiria ao palco para dividir um solo com Josh?RHCP
Navarro subiria ao palco para dividir um solo com Josh?


Rob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre eleRob Halford
11 coisas que você não sabia sobre ele

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

Listed: TV americana elege os maiores bad boys da músicaListed
TV americana elege os maiores bad boys da música

Rob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre eleRob Halford
11 coisas que você não sabia sobre ele

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

Brian May: Ainda somos o Queen, mas não é a mesma coisaBrian May
"Ainda somos o Queen, mas não é a mesma coisa"

Angela Gossow: A religião obstrui a liberdade!Angela Gossow
"A religião obstrui a liberdade!"


Sobre Karen Batista

Germanófila desde 2004, após uma epifania ao ouvir "Mein Herz Brennt" do Rammstein pela primeira vez na faculdade de Artes. Além de escrever sobre as bandas da cena alternativa alemã para o Whiplash.Net, contribui como designer gráfica para o fã-clube oficial americano do próprio Rammstein e trabalha como tradutora. Twitter: @karenbrlin.

Mais matérias de Karen Batista no Whiplash.Net.