Arch Enemy: Alissa diz que pode vir a fazer vocais limpos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Durante conversa com o Eyescream All Access, foi perguntado a Alissa White-Gluz, atualmente no Arch Enemy, se ela sente falta de vocais "limpos", como costumava usar no The Agonist: "Sim, eu gosto de fazer vocais limpos também, e este é um dos motivos pelo qual eu queria continuar com minhas bandas antigas, incluindo o Kamelot. É algo que meio tipo no teatro, onde eu posso interpretar coisas diferentes em cada canção, pois no Kamelot sempre há uma narrativa, uma história relatada nos álbuns e canções, então eu posso interpretar e cantar de um jeito que talvez muitas pessoas nem me reconheçam. Claro, posso fazer vocal urrado nelas também. No Arch Enemy há algumas músicas do 'War Eternal' que nas demos eu usei vocal limpo, não é o padrão da banda mas achei que ficaria legal. E os caras da banda gostaram. Mas precisamos sempre pensar no melhor para a banda, então na gravação foi feito o tradicional... mas acho que há três ou quatro músicas do 'War Eternal' que, se você ouvir com atenção, vai perceber vocais limpos. Tipo no coro de 'Avalanche', por exemplo. Portanto, no futuro, se algumas canções soarem bem com vocais limpos, certamente vamos gravar assim. Se não acontecer, continuarei fazendo este tipo de vocal no Kamelot e em outros lugares como convidada especial".

Arch Enemy: Jeff Loomis fala qual a primeira música que aprendeu a tocarPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Arch Enemy"


Arch Enemy: Jeff Loomis fala qual a primeira música que aprendeu a tocarNevermore: "Impossível voltar sem Warrel Dane", diz Jeff Loomis

Angela Gossow: Música me deu a liberdade que eu sempre quisAngela Gossow
"Música me deu a liberdade que eu sempre quis"

Arch Enemy: Nos chamar de Death Metal não faz justiça!Arch Enemy
"Nos chamar de Death Metal não faz justiça!"


Pantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag DarrellPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Bruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante toursBruce Dickinson
Foi difícil evitar as drogas durante tours


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

adGoo336