RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Pink Floyd que nunca envelhece, segundo Sammy Hagar

imagemGastão Moreira elege o seu disco preferido dos Titãs, que ele considera um "Best Of"

imagemFabio Lione revela característica que não curte nas vozes de Andre Matos e Tarja Turunen

imagemO dia que guitarrista do Enslaved tentou impressionar Euronymous pagando de truezão

imagemClassic Rock elege a melhor música do Guns N' Roses (e não é "Sweet Child O' Mine")

imagemBeatles: O "desinteressado" membro que faltava às sessões de "Sgt. Pepper's"

imagemVille Valo explica por que não toca maior hit do HIM em seus shows solo

imagem25 álbuns de rock sem nenhuma música ruim, segundo a Loudwire

imagemO hit da Legião Urbana que seria recado de Renato Russo para Bonfá e Villa-Lobos

imagemEm matéria para o Fantástico da TV Globo, o Metallica não descarta show no Brasil

imagemEx-baixista do Metallica diz que Mustaine deixava outros membros comendo poeira

imagem10 álbuns de metal dos anos 1990 que merecem uma segunda chance, segundo a Loudwire

imagemAs 10 bandas que o Angra mais fez cover ao vivo incluindo Pantera e Slayer

imagemO músico que morreu de forma trágica e escreveu disco que mudou a vida de Sammy Hagar

imagemO dia que Raul Seixas foi preso após políticos disseminarem mentira durante showmício


Stamp

Gallaxy: Entrevista na Passagem pelo Sul

Por Mateus Rister
Fonte: Insanity Records
Postado em 03 de abril de 2016

Fazer Hard Rock e Heavy Metal no Brasil realmente é para quem ama esse tipo de música. Nesses últimos dias, este que vos escreve teve o prazer de conhecer uma grande banda, estou falando daGALLAXY que estava no Rio Grande do Sul para o lançamento do EP "Time ToSurrender". A banda é de Sorocaba (SP), formada por Fábio Gallaxy (vocal); Fabricio Matos (baixo); Eric Motta (guitarra); Alan Aquino (guitarra) e Thiago Fernandes (bateria). Seu show nos transporta direto para os anos 80, eles fazem um grande espetáculo com direito a guitarras gêmeas, refrões marcantes, backingvocals certeiros, agudos poderosos, riffs e solos inspirados além de uma excelente presença de palco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Após o show no Garagem 319 em Porto Alegre, que também contou com a presença da tradicional SAVANNAH, os músicos da GALLAXY reservaram um tempo para nos conceder esta entrevista:

Mateus: Como surgiu a banda?

Fábio Gallaxy: Foi em 2009, um camarada queria montar uma banda e perguntou se eu queria cantar ou tocar bateria e eu falei que queria cantar, por que baterista tem que carregar muita coisa. A proposta inicial era seguir na linha AOR (AlbumOrient Rock), aí fomos testando pessoas para definir uma formação. No primeiro show tínhamos um tecladista na formação e além de ter esse direcionamento para o AOR, tocávamos apenas covers. Conforme íamos mudando os integrantes da banda, o som estava indo mais para o lado do metal. Ficamos um ano parados e quando voltamos decidimos fazer as nossas próprias músicas e seguir nessa linha mais pesada do que era no começo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Mateus: Tem alguma história engraçada do início da banda?

Fábio Gallaxy: Fomos tocar em um clube de strip-tease, a metade da banda queria tocar e a outra metade não podia por causa das namoradas (risos). E Eric que na época ainda não estava na banda acabou sendo expulso do clube.

Fabricio Matos: O Eric foi para assistir o show e era uma festa open bar, com chopp à vontade. Então quando a mulherada começou tirar a roupa ele já estava meio alterado e começou a jogar as cadeiras para cima. Os seguranças chegaram nele e o convidaram "Por favor, se retire do recinto" (risos).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Mateus: Como foi o processo da gravação do EP "Time toSurrender"?

Fabricio Matos: Foi bem complicado, nós sempre tivemos problemas com bateristas. O nosso baterista anterior é nosso amigo, mas não gosta desse tipo de som. Quando começamos o processo todo de gravação e chegou a hora de gravar a bateria ele ficou enrolando muito, depois de um bom tempo ele chegou e disse que ia gravar a depois ia sair da banda. Então depois que ele gravou as partes de bateria, nós começamos a gravar o resto e também a procurar por um nono baterista. Só depois de mixar, masterizar, mandar prensar o álbum que o Thiago apareceu e começou a tocar com a gente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Eric Motta: Nesse meio tempo nós fizemos duas novas composições que acabaram não entrando no EP e trabalhamos novas ideias. Nós ajudamos na produção também, o produtor mandava as versões mixadas para nós, a gente mudava o que precisava e mandava de volta para o produtor. Até chegar ao produto final foi um longo período.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Mateus: Quem co-produziu o disco?

Fabio Gallaxy: Foi o produtor Jr Jacques.

Mateus: Como está a Cena Hard n’ Heavy de Sorocaba?

Fábio Gallaxy: A Cena em Sorocaba já esteve bem melhor do que é atualmente.

Fabricio Matos: Nessa linha tem a gente, a LIPZTICK e talvez mais uma ou duas bandas. Nas cidades próximas têm outras bandas legais que fazem o som nessa mesma linha.

Fábio Gallaxy: Já o público infelizmente não está tão forte como gostaríamos. Se acontecer um festival de bandas autorais e forem umas 70 pessoas já temos que ficar contente. Muita gente lota a frente dos eventos para ficar bebendo e acabam nem entrando.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Mateus: Como está a agenda de shows?

Eric Motta: Vamos tocar agora dia 27 em Votorantim e talvez um para maio e outro para junho.

Fábio Gallaxy: Estamos tentando contatos com as bandas da capital (São Paulo) para possivelmente até a metade de 2016 fazer um show lá, por incrível que pareça ainda não tocamos na capital, já viemos tocar em Porto Alegre e ainda não tocamos na cidade de São Paulo (risos).

Eric Motta: É que os produtores de lá nos fazem propostas estranhas, nos oferecem a terça-feira ou a quarta-feira para tocar e temos que vender uma quantidade alta de ingressos antecipados. Aí nas sextas e sábados eles só colocam bandas covers para tocar, então é difícil competir com as "panelinhas" que rolam por lá.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Mateus: Fora os shows, o que mais vocês pretendem fazer para divulgar o EP?

Fabricio Matos: Como somos uma banda independente tudo se torna mais complicado. Fizemos o show de lançamento do disco em Porto Alegre e estamos torcendo para que as coisas comecem a acontecer. Temos a ideia de fazer um vídeo clipe, mas como nós temos que bancar tudo acaba levando um pouco mais de tempo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mateus: Como o público pode adquirir o álbum?

Fábio Gallaxy: Diretamente conosco através da página da banda no facebook, mandamos para todo o Brasil e também para o exterior, já temos contatos com uma galera interessada na França e também do Japão.

Mateus: Como de praxe, sempre deixamos o espaço final para a banda falar diretamente para o público:

Eric Motta: Eu quero agradecer o pessoal que compareceu mesmo com chuva e falar que é um prazer imenso tocar aqui no Sul.

Fábio Gallaxy: Temos que agradecer os nossos irmãos da SAVANNAH por todo o apoio e dizer que eu adoro o Rio Grande do Sul, tenho família aqui e sempre que posso venho ao estado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fabricio Matos: Quero agradecer o apoio de todos que estiveram com a gente esse tempo todo, muito obrigado por tudo.

Contatos:
https://www.facebook.com/Gallaxy-555301957822922/?fref=ts

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Anunciar

LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais

Slayer: a trágica e não revelada história do fim de Jeff Hanneman


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.
Mais matérias de Mateus Rister.