Megadeth: Glen Drover diz que sempre respeitará Dave Mustaine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Cipriani Ávila, Fonte: BLABBERMOUTH, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/07/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Rodney Holder, do blog australiano Music Business Facts, recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista canadense Glen Drover (MEGADETH, KING DIAMOND). Abaixo, leia alguns trechos (transcritos pelo BLABBERMOUTH.NET).

416 acessosMegadeth: "So Far, So Good..." em um minuto5000 acessosMoshpit é para os fracos: saiba o que é um Wall Of Death

Em como era trabalhar com Dave Mustaine:

“Sabe, me diverti muito com o Dave. Para ser honesto com você, eu tenho muitas boas memórias. Ele tem muitas qualidades excelentes, e ele me deu a chance de expandir a minha carreira, então eu sempre terei respeito por ele. Mas eu tenho muitas boas memórias com ele, e todos nós quatro. E eu, absolutamente, não tenho nada de ruim para dizer. Só coisas boas, no que diz respeito a Dave. Ele cuidou de mim em muitos momentos. Quando tive problemas por estar longe do meu filho, ele me deu muito apoio. E, como eu disse, nós nos divertimos muito juntos, e fizemos turnês pelo mundo diversas vezes, e realmente fizemos um bom estrago lá fora e realmente detonamos. Como uma unidade, essa combinação era realmente poderosa. Porque inicialmente, quando me juntei à banda, era para ser uma turnê de despedida, e se transformou em... ele decidiu, “Não, não será uma turnê de despedida. Nós continuaremos com esta banda”. Porque nós estávamos detonando em todos os lugares que íamos. E eu estou muito orgulhoso de ter sido parte disso também”.

Sobre se ele se entregou ao estilo de vida “sexo e drogas” durante o seu tempo com o MEGADETH, e como ele foi empregado pela banda, se ele era apenas um membro contratado ou se era um membro efetivo:

“Eu era membro da banda, cara. Eu nunca me uni a nenhuma banda em que eu fosse apenas músico de apoio e estaria lá apenas por duas semanas. Em todas as bandas com as quais toquei, exceto o TESTAMENT, quando eu estava substituindo Alex (Skolnick), eu era parte da banda. Então, eu era membro da banda. Quanto às garotas e às drogas, não era parte do meu jogo, porque eu sou casado e não uso drogas. Então, eu não me envolvia com nada estúpido. Eu estava lá para tocar, e o barato para mim era tocar e tocar o melhor que eu pudesse. Sabe, eu cresci fã do MEGADETH, e estar lá e tocar aquelas músicas, era barato o suficiente, cara".

Leia a matéria completa, em inglês:

http://www.blabbermouth.net/news/glen-drover-says-he-wasnt-j...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Chris CornellChris Cornell
Megadeth toca música em homenagem ao vocalista

416 acessosMegadeth: "So Far, So Good..." em um minuto1253 acessosNick Menza: Músicos lembram em vídeo um ano de sua morte1252 acessosBlend Guitar: em vídeo, os dez melhores duelos de guitarra0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MascotesMascotes
Blog elege o top 10 dos mais imponentes do Metal

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Como ele vê ser chamado de melhor guitarrista por Dave Mustaine

The Big 4The Big 4
Como as quatro bandas elaboraram sua jam

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de julho de 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Flagelação MetalFlagelação Metal
Moshpit é para os fracos: saiba o que é um Wall Of Death

KissKiss
Ace Frehley: "Gene quer dinheiro! Eu, música e arte!"

Capas de discoCapas de disco
Como seriam se fossem GIFs animados

5000 acessosRush: Neil Peart ainda tem aulas de bateria5000 acessosUm Beatle chamado George5000 acessosCinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmes5000 acessosJames Hetfield: 7 composições que mostram como ele é bom letrista5000 acessosCradle Of Filth: "relação de amor-ódio com muitos"5000 acessosCensura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Estudante de Jornalismo e Letras. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock’n’Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online