Megadeth: Glen Drover diz que sempre respeitará Dave Mustaine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Cipriani Ávila, Fonte: BLABBERMOUTH, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Rodney Holder, do blog australiano Music Business Facts, recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista canadense Glen Drover (MEGADETH, KING DIAMOND). Abaixo, leia alguns trechos (transcritos pelo BLABBERMOUTH.NET).

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSeparados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda Lima

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em como era trabalhar com Dave Mustaine:

"Sabe, me diverti muito com o Dave. Para ser honesto com você, eu tenho muitas boas memórias. Ele tem muitas qualidades excelentes, e ele me deu a chance de expandir a minha carreira, então eu sempre terei respeito por ele. Mas eu tenho muitas boas memórias com ele, e todos nós quatro. E eu, absolutamente, não tenho nada de ruim para dizer. Só coisas boas, no que diz respeito a Dave. Ele cuidou de mim em muitos momentos. Quando tive problemas por estar longe do meu filho, ele me deu muito apoio. E, como eu disse, nós nos divertimos muito juntos, e fizemos turnês pelo mundo diversas vezes, e realmente fizemos um bom estrago lá fora e realmente detonamos. Como uma unidade, essa combinação era realmente poderosa. Porque inicialmente, quando me juntei à banda, era para ser uma turnê de despedida, e se transformou em... ele decidiu, "Não, não será uma turnê de despedida. Nós continuaremos com esta banda". Porque nós estávamos detonando em todos os lugares que íamos. E eu estou muito orgulhoso de ter sido parte disso também".

Sobre se ele se entregou ao estilo de vida "sexo e drogas" durante o seu tempo com o MEGADETH, e como ele foi empregado pela banda, se ele era apenas um membro contratado ou se era um membro efetivo:

"Eu era membro da banda, cara. Eu nunca me uni a nenhuma banda em que eu fosse apenas músico de apoio e estaria lá apenas por duas semanas. Em todas as bandas com as quais toquei, exceto o TESTAMENT, quando eu estava substituindo Alex (Skolnick), eu era parte da banda. Então, eu era membro da banda. Quanto às garotas e às drogas, não era parte do meu jogo, porque eu sou casado e não uso drogas. Então, eu não me envolvia com nada estúpido. Eu estava lá para tocar, e o barato para mim era tocar e tocar o melhor que eu pudesse. Sabe, eu cresci fã do MEGADETH, e estar lá e tocar aquelas músicas, era barato o suficiente, cara".

Leia a matéria completa, em inglês:

http://www.blabbermouth.net/news/glen-drover-says-he-wasnt-j...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Megadeth"Todas as matérias sobre "Dave Mustaine"


Marty Friedman: opção para tocar rápido sem sweepMarty Friedman
Opção para tocar rápido sem sweep

Megadeth: o que Dave acha de rappers usarem camisetas da banda?Megadeth
O que Dave acha de rappers usarem camisetas da banda?


Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock

Separados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda LimaSeparados no nascimento
Sebastian Bach e Fernanda Lima


Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, jornalista (graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas), colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock'n'Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor