Vulgar Type: filme Lés Miserables inspira letra de novo single

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Music, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Após o single/clipe "Walking On Glass", primeiro trabalho da Vulgar Type após o EP "Loud for the Night" (2014), a banda de Santo André (SP), apresenta seu novo single e videoclipe, "Barricade". "Gravamos o vídeo no 74 Club, um estúdio bar de Santo André, lugar tradicional do underground", contou o baterista Dionísio Pavan.

Simone Simons: "Rammstein me faz querer mexer a bunda"Maquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black Metal

A letra de "Barricade", single novamente produzido por Henrique Baboom (Jeff Scott Soto, Ritchie Kotzen, King Bird), foi inspirada no filme britânico "Lés Miserables" (2012), que remete ao musical francês composto por Claude-Michel Schönberg, baseado no romance francês escrito por Victor Hugo em 1862. "O filme fala da Revolução de Julho de 1830, também conhecida como as Três Gloriosas. De uma forma geral, quisemos falar sobre resistir aos problemas e construir uma barricada para enfrentar os próprios monstros - e, sim, nós somos os monstros que o próprio sistema criou", explicou o vocalista e guitarrista Guzz Andrade.

Guzz Andrade (vocal e guitarra), D. Tambyeri (guitarra), Rafael Eid (baixo) e Dionísio Pavan (bateria) pretendem iniciar as apresentações em 2017 e gravar um vídeo ao vivo no primeiro trimestre. O grupo também pretende iniciar os trabalhos para o primeiro álbum completo.

Mais infos em
https://www.facebook.com/vtypeofficial

Foto (Crédito: Ivan Lecci)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Vulgar Type"


Simone Simons: Rammstein me faz querer mexer a bundaSimone Simons
"Rammstein me faz querer mexer a bunda"

Maquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black MetalMaquiagem, spikes e sorrisos
Conheça o Happy Black Metal


Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336