Capital Inicial: o roqueiro pode ser um escroto e o pagodeiro um grande sujeito

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Rolling Stone
Enviar correções  |  Comentários  | 

A edição 126 da Rolling Stone Brasil traz uma longa matéria com o Capital Inicial, e em um trecho divulgado online, Dinho Ouro-Preto conta uma história que envolve o mundo sertanejo, acontecida no Prêmio Multishow de 2014, quando uma divulgadora de gravadora entrou no camarim reservado a ele e a outros roqueiros que fariam uma homenagem aos Mamonas Assassinas perguntando se Lucas Lucco e Gusttavo Lima poderiam conhecê-lo.

813 acessosTitãs, Lobão, Ultraje, Legião: o Brasil era do rock há 30 anos5000 acessosIntrigas: Bandas em família que terminaram mal

"Eles entraram tão emocionados que, num primeiro momento, até estranhei. Mas aí o menos tatuado deles [Lima] disse que o primeiro show que viu na vida, lá na cidade dele, no interior de Minas Gerais, foi do Acústico do Capital. Ali, ele tinha começado a se apaixonar por música. Mostrou uma gratidão que até me surpreendeu. Quando comecei a me interessar por rock, eu ouvia Led Zeppelin, AC/DC, Black Sabbath, e era muito sectário. Fui mudando de estilo, mas segui sectário. Comecei a ouvir punk rock aos 16 anos e também fiquei me relacionando apenas com pessoas que só ouviam aquilo. Julgava as pessoas pelo som que escutavam. Muito mais tarde, talvez no fim dos meus 20 anos, foi que percebi que isso não determinava o caráter da pessoa, que o roqueiro podia ser um escroto e o pagodeiro podia ser um grande sujeito."

Comente: Você é um sectário como Dinho disse que já foi?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 26 de fevereiro de 2017

813 acessosTitãs, Lobão, Ultraje, Legião: o Brasil era do rock há 30 anos813 acessosCapital Inicial: Banda manda recado a Michel Temer em SP0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Capital Inicial"

BatangaBatanga
Seis roqueiros que fizeram do rock nacional uma decepção

Dinho Ouro PretoDinho Ouro Preto
Scorpions, Rory Gallagher, Uriah Heep, Iron Maiden e outros

Veraneio VascaínaVeraneio Vascaína
Uma ácida crítica à polícia na letra do Capital Inicial

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Capital Inicial"

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Quem são as pessoas e quais os objetos da capa?

Pink FloydPink Floyd
As 10 melhores escolhidas pela UCR

5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich Nietzsche5000 acessosSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia5000 acessosIvete Sangalo: "Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"5000 acessosIra! - Para entender os mods5000 acessosFloor Jansen: deveria acabar este lance de "Metal com vocais femininos"5000 acessosGuitar World: revista elege os 50 guitarristas mais rápidos

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online