Kiss: por que Gene Simmons nunca mais trabalhará com Vinnie Vincent

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: The Aquarian
Enviar Correções  

O baixista e vocalista do Kiss, Gene Simmons, revelou, em entrevista ao The Aquarian, por que nunca mais voltará a trabalhar com Vinnie Vincent. O guitarrista teve uma polêmica passagem pela banda, entre os anos de 1982 e 1984, que acabou em processo. Depois, voltou a colaborar como compositor externo para o disco "Revenge" (1992) e o caso também parou nos tribunais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Ele é um cara muito talentoso. Todos têm problemas na vida, não dá para corrigir tudo. Sou um grande apoiador de seu talento - vá com Deus, aproveite a vida, seja feliz. Mas não preciso de mais nuvens escuras sobre minha vida", disse Gene Simmons, após ser questionado se trabalharia com Vinnie Vincent novamente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Simmons afirmou que não trocaria o "ambiente calmo" proporcionado pelo atual guitarrista Tommy Thayer e pelo baterista Eric Singer. "Eric e Tommy estão conosco há muito tempo e são profissionais no mais alto degrau. Todos estamos felizes por estarmos juntos. Todos aparecem na hora - não existe desculpas como 'o cachorro comeu minha tarefa de casa'", comentou.

publicidade

Gene também criticou o uso de álcool e drogas - embora não dê para saber se ele ainda falava de Vinnie Vincent ou se já conversava sobre o guitarrista Ace Frehley e o baterista Peter Criss, da formação original. "Quando você usa drogas, álcool e outras m*rdas, a culpa é de todos. Você sempre será a vítima. Você nunca se responsabiliza pela situação - e estou cansado disso. Não tolero nada disso. Não terei nenhum desses perdedores em volta na minha vida", afirmou.

Todas as ações judiciais que Vinnie Vincent moveu contra o Kiss foram perdidas pelo guitarrista. Ele pediu royalties pelas contribuições de "Lick It Up", mas acabou sendo derrotado e teve que pagar US$ 66 mil em honorários e US$ 15 mil em outros custos. Após contribuir com "Revenge" (1992), o músico exigiu direitos autorais fora do combinado por contrato, contudo, a decisão judicial também não foi favorável. Em 2010, Vincent perdeu uma tentativa de recurso onde buscava proteção de falência para não ter que pagar mais de US$ 81 mil a Gene Simmons e Paul Stanley.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vinnie Vincent: os obscuros últimos anos do ex-guitarrista do KissVinnie Vincent
Os obscuros últimos anos do ex-guitarrista do Kiss

Comente: Você concorda com a decisão de Gene Simmons?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Guitarras e Baixos: Perguntas e RespostasGuitarras e Baixos
Perguntas e Respostas


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336 Cli336 WhiFin Goo728 Goo336