Guitarras: dez mitos sobre elas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivison Poleto dos Santos, Fonte: ultimate guitar
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mitos são coisas muito interessantes. Alguns podem ser verdade, outros mais ou menos, e outros completamente furados, mas todos têm algo em comum: dificilmente saberemos de onde vieram.

Bateristas fodas no youtube: uma seleção dos melhores com vídeos de exemplosMaquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black Metal

A guitarra, um dos instrumentos musicais mais populares do mundo, também tem os seus. Dificilmente alguém que circule pelo mundo da música nunca ouviu falar sobre eles.
Mas vamos e eles.

Mito número 1
São necessárias mãos grandes para tocar bem

Bom, tamanho não é documento, outro mito que rola por aí. Na verdade, ter mãos do tamanho das do Jimi Hendrix ajuda bastante a chegar a partes mais difíceis da guitarra, mas elas não são absolutamente necessárias.

Mito número 2
Mais ganho, som mais pesado

Na verdade o que você ganha com mais ganho é uma bela microfonia e aquelas emboladas comuns em shows de bandas principiantes. O que conta mesmo é a qualidade da guitarra, dos amplificadores e dos pedais.

Mito número 3
Mede-se a habilidade pelos anos que você toca

Fosse assim Matusalém seria o guitarrista mais requisitado do mundo do Black Metal. O que conta mesmo é a frequência com que você toca. Deve haver uma proporção perfeita entre o tocar bastante e o não se encher o saco.

Mito número 4
Análogo é melhor que digital

Grande polêmica. O instrutor de guitarra Tyler Larson da Music Is Win diz que não há diferença. Eu, na verdade, não sei. Isso também vale para tudo relacionado com música.

Mito número 5
Iniciantes devem começar com violões

Essa é a melhor e mais ouvida. Cansei de ouvir isso quando estava iniciando. Você deve começar com violões se você quiser ser um violonista; se quiser ser um guitarrista, comece com guitarras. Se gosta dos dois, toque os dois. Simples assim.

Mito número 6
Teoria musical estraga a criatividade

Essa também é boa principalmente entre os roqueiros. Ouvia-se isso há trinta anos, ouve-se isso hoje em dia. A comparação que o Tyler Larson faz é muito legal e elucidativa: pegue um mecânico para arrumar um problema complexo no seu carro e lhe dê apenas um martelo e uma chave de fenda. Se ele for bom, vai demorar, mas vai resolver o seu problema. A teoria te ajuda a encontrar soluções mais rápidas e práticas para os problemas que a sua música te faz enfrentar. E, para finalizar, esse mito é uma grande besteira. A teoria te dá mais criatividade.

Mito número 7
Iniciantes devem começar com guitarras baratas

Bom, depende. Experiência própria que comecei com uma Gianinni Sonic, uma guitarra de qualidade ruim te frusta. Muito. Simplesmente porque você nunca vai conseguir soar nem perto do que você quer por mais que você se esforce. Mas devo admitir que se o guitarrista do futuro for "fogo de palha", uma guitarra barata resolve bem o problema e economiza uma bela grana.

Mito número 8
Cordas mais pesadas são difíceis de tocar

Em termos. Cordas mais leves realmente são mais fáceis de manusear, pois seus dedos fazem menos esforço para tocá-las. Porém, é uma questão de costume, se você começar com elas, você se acostuma fácil. Ah, e isso é verdade, o timbre das cordas mais pesadas é relativamente melhor.

Mito número 9
A madeira da guitarra não afeta o seu som

O mais fantasioso de todos os mitos. Afeta sim, e bastante. Como a secagem da madeira também afeta, por isso guitarras mais velhas e feitas com boas madeiras, tendem a ter som melhor, mais vivo.

Mito número 10
Vou me tornar um ás da guitarra sem estudar

Precisa comentar?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por escolha do autor os comentários foram desativados nesta nota.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Instrumentos"


Bateristas fodas no youtube: uma seleção dos melhores com vídeos de exemplosBateristas fodas no youtube
Uma seleção dos melhores com vídeos de exemplos

Led Zeppelin: Page comenta quando tocou com pedal que poderia ligar e desligar com o péLed Zeppelin
Page comenta quando tocou com pedal que poderia ligar e desligar com o pé

Baixos: Como conservar e recuperar as cordas do instrumentoBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

Kazagastão: os cinco melhores baixistas de Rock do BrasilKazagastão
Os cinco melhores baixistas de Rock do Brasil

Guitarras: como se aplica a pintura swirl aos instrumentos?Guitarras
Como se aplica a pintura "swirl" aos instrumentos?


Maquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black MetalMaquiagem, spikes e sorrisos
Conheça o Happy Black Metal

Bizarro & Absurdo: 12 Tristes Realidades da MúsicaBizarro & Absurdo
12 Tristes Realidades da Música

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Eagles: o significado da clássica Hotel CaliforniaEagles
O significado da clássica "Hotel California"

Guns N' Roses: a trágica história do baixista fundadorGuns N' Roses
A trágica história do baixista fundador

Andreas Kisser: sim, Johnny Depp sabe tocar guitarraAndreas Kisser
Sim, Johnny Depp sabe tocar guitarra

Régis Tadeu: Dio foi o Frank Sinatra do heavy metalRégis Tadeu
Dio foi o "Frank Sinatra" do heavy metal


Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.

Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336