Rob Caggiano: ele não se arrepende de ter deixado o Anthrax e entrado para o Volbeat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Whiplash.Net
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista Rob Caggiano chamou atenção ao deixar o Anthrax, uma das bandas mais conhecidas do thrash metal, em 2013, para se juntar ao Volbeat, uma banda que ainda estava buscando seu lugar ao sol.

Anthrax: após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985Metallica: sobre o que fala "For Whom The Bell Tolls"

Ross Halfin - Divulgação
Ross Halfin - Divulgação

Caggiano se juntou ao Anthrax em 2001 e gravou os álbuns "We've Come for You All" (2003) e "The Greater of Two Evils" (2004) com a banda. Ele saiu em 2005, quando a formação clássica do grupo - incluindo Dan Spitz - se reuniu, mas logo voltou em 2007, já que o projeto não deu certo. Caggiano permaneceu por mais seis anos e tocou no disco "Worship Music" (2011).

A saída do Anthrax foi anunciada em janeiro de 2013. Rob Caggiano disse que queria se dedicar a outros projetos e trabalhou um pouco em estúdio, já que é um conceituado produtor, antes de dar os próximos passos. Um mês depois, sua entrada para o Volbeat foi anunciada.

Na verdade, Caggiano havia sido chamado para ser produtor do álbum que o Volbeat gravava na época, "Outlaw Gentlemen & Shady Ladies" (2013). No entanto, a banda já estava sem guitarrista - Thomas Bredahl havia saído pouco antes - e a vaga foi oferecida para o músico, que se tornou o único americano no grupo dinamarquês.

Desde então, ele tocou em outros dois álbuns - o mais recente, "Rewind, Replay, Rebound", saiu em agosto de 2019 - e participou do crescimento do Volbeat, não só como guitarrista, mas, também, como produtor.

Em entrevista exclusiva, concedida por telefone, Rob Caggiano relembrou a sua saída do Anthrax para integrar o Volbeat. E garantiu que não se arrepende do feito.

"Sinto que fiz tudo o que poderia com o Anthrax. Não havia mais para onde ir naquele cenário, então, precisava de uma mudança musical, criativa, para mim. Não estava me satisfazendo, artisticamente", disse.

O músico reforçou que sente grande satisfação em ter trabalhado com o Anthrax. "Obviamente, tenho grande orgulho de tudo que conquistamos enquanto banda. Foi maravilhoso e o Anthrax é incrível, com fãs incríveis", afirmou.

Todavia, ele imaginou que teria de dar um passo diferente em seu trabalho. "Eu precisava de mudança, de mais energia no trabalho. Além disso, sou um compositor e adoro compor com o Volbeat", concluiu.

Confira a entrevista, na íntegra, no link a seguir.

Volbeat: em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e AnthraxVolbeat
Em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e Anthrax




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Volbeat"Todas as matérias sobre "Anthrax"


Anthrax: após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985Anthrax
Após realizar sonho no Rock in Rio, banda recria foto do AC/DC em 1985

Anthrax: no Rock in Rio, show enérgico com clássicos e trecho de Pantera; vídeosAnthrax
No Rock in Rio, show enérgico com clássicos e trecho de Pantera; vídeos

Anthrax: veja o repertório que a banda tocará no Rock in Rio 2019Anthrax
Veja o repertório que a banda tocará no Rock in Rio 2019

Rock in Rio 2019: horários do dia do metal passam por pequena alteraçãoRock in Rio 2019
Horários do "dia do metal" passam por pequena alteração

Joey Belladonna: ele afirma que sua banda paralela toca 60 covers por noite

Kerrang!: álbuns fantásticos com capas constrangedorasKerrang!
álbuns fantásticos com capas constrangedoras

Anthrax: veja Joey Belladonna cantando hino dos EUA em partida de basebal

Anthrax: ex-vocalista é detido por agredir homem de 74 anos de idadeAnthrax
Ex-vocalista é detido por agredir homem de 74 anos de idade

Anthrax: ex-vocalista Dan Nelson preso por atacar idosoAnthrax
Ex-vocalista Dan Nelson preso por atacar idoso

Volbeat: em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e AnthraxVolbeat
Em exclusiva, Rob Caggiano fala de novo álbum, turnês, metal e Anthrax

Dimebag: Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicasDimebag
Scott Ian e Kerry King partilham lembranças etílicas

Humor involuntário: as resenhas de discos da Rock Brigade na década de 80Humor involuntário
As resenhas de discos da Rock Brigade na década de 80

AC/DC: Scott Ian comenta sobre a banda e sobre Malcolm YoungAC/DC
Scott Ian comenta sobre a banda e sobre Malcolm Young


Metallica: sobre o que fala For Whom The Bell TollsMetallica
Sobre o que fala "For Whom The Bell Tolls"

Bandas: Audiófilos elegem as maiores da história do rockBandas
Audiófilos elegem as maiores da história do rock

Loudwire: as 10 melhores músicas do NirvanaLoudwire
As 10 melhores músicas do Nirvana

Led Zeppelin: Stairway To Heaven vale mais de US$500 milhões?Led Zeppelin
"Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Slipknot: banda sentiu que estava rachando em All Hope Is GoneSlipknot
Banda sentiu que estava "rachando" em All Hope Is Gone

Mike Bordin: Regravar partes de álbuns de Ozzy foi uma m*rdaMike Bordin
"Regravar partes de álbuns de Ozzy foi uma m*rda"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336