Myles Kennedy: ele diz que não atuou nada ao participar do filme "Rock Star"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Talking Shred/Blabbermouth
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista Myles Kennedy relembrou, em entrevista ao "Talking Shred" transcrita pelo Blabbermouth, da ocasião em que participou do filme "Rock Star", de 2001. O longa conta com Mark Wahlberg e Jennifer Aniston no elenco, além de nomes realmente oriundos do rock, como os guitarristas Zakk Wylde e Nick Catanese, o baixista Jeff Pilson e o baterista Jason Bonham.

Myles Kennedy: quais as semelhanças e diferenças entre Slash e Mark TremontiMetallica: a habilidade com as baquetas de James Hetfield

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A "ponta" de Myles Kennedy surge bem ao final do filme, interpretando um cantor novato que assume os vocais da banda Steel Dragon após Chris "Izzy" Coles (Mark Wahlberg) abandonar o palco no meio de um show. Curiosamente, durante a recente entrevista, Kennedy afirmou que não houve atuação nenhuma naquele momento - estava apenas sendo ele mesmo.

"Foi uma viagem, tudo aquilo. É engraçado, porque eu não estava nem atuando, porque eu era esse cara de Spokane, Washington, daí estou em Hollywood fazendo um filme com esses caras de peso. Eu pensava: 'o que estou fazendo aqui?'", afirmou Myles, que hoje integra o Alter Bridge e a banda solo de Slash, mas, na época, fazia parte do Mayfield Four.

O cantor disse que era fácil ser "aquele cara bobo que estava todo empolgado por estar ali com a banda". O motivo? "Eu era um cara bobo que estava todo empolgado por estar com aquela banda. Foi insano. Totalmente natural. Não houve atuação nenhuma ali. Era apenas eu sendo um idiota", completou, aos risos.

Veja a participação:

"Rock Star" é inspirado na trajetória do vocalista Tim "Ripper" Owens, que cantava em uma banda cover de Judas Priest e, tempos depois, acabou ocupando a vaga de Rob Halford no grupo real. A ideia era que o filme realmente fosse baseado na história, mas o baixista Ian Hill relata, em entrevistas, que embora os integrantes tenham oferecido ajuda, a produção do longa evitou contato e trabalhou em um enredo bem diferente.

Embora tenha sido um fiasco de bilheteria - arrecadou menos de US$ 20 milhões e deu prejuízo, considerando o orçamento estimado de US$ 38 milhões a US$ 57 milhões - "Rock Star" se tornou um clássico cult para os fãs de hard rock e heavy metal. A trilha sonora, com músicas compostas exclusivamente para o longa e performances de Zakk Wylde, Jeff Pilson, Jason Bonham e os vocalistas Mike Matijevic (Steelheart) e Jeff Scott Soto (Journey, Yngwie Malmsteen e outros), também chama atenção.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Myles Kennedy"Todas as matérias sobre "Alter Bridge"


Myles Kennedy: quais as semelhanças e diferenças entre Slash e Mark TremontiMyles Kennedy
Quais as semelhanças e diferenças entre Slash e Mark Tremonti

Alter Bridge: "Não acredito na religião organizada", diz Mark Tremonti

Alter Bridge: sonoridade exótica em novo álbum?Alter Bridge
Sonoridade exótica em novo álbum?

Alter Bridge: a permanência em destaque não é sem motivoAlter Bridge: lançado Walk The Sky, sexto álbum de estúdio da bandaPop Reverso: crítica do novo álbum do Alter Bridge (vídeo)

Alter Bridge: a música que Myles Kennedy evita cantar ao vivoAlter Bridge
A música que Myles Kennedy evita cantar ao vivo

Rock e Metal: as vozes da nova geraçãoRock e Metal
As vozes da nova geração


Metallica: a habilidade com as baquetas de James HetfieldMetallica
A habilidade com as baquetas de James Hetfield

Separados no nascimento: Ian Hill e Stênio GarciaSeparados no nascimento
Ian Hill e Stênio Garcia


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336