Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"


Stamp

Raimundos: Japinha, do CPM 22, fala sobre letras polêmicas dos colegas

Por Igor Miranda
Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos
Em 08/11/19

O baterista Ricardo Japinha, do CPM 22, foi perguntado em entrevista ao Tenho Mais Discos Que Amigos sobre as letras polêmicas de seus colegas do Raimundos. As duas bandas tocaram juntas no festival Rock in Rio 2019 e houve quem comentasse, nas redes sociais, que o grupo brasiliense não resistiram tão bem ao teste do tempo por, entre outros motivos, suas composições de tom controverso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As críticas são feitas por certos fãs pelo fato de algumas letras do Raimundos, supostamente, incentivarem pedofilia ("Me Lambe"), assédio sexual ("Esporrei na Manivela") e estereótipos às mulheres gordas ("Gordelícia"), entre outros. Em entrevista à revista "Trip", no ano de 2014, o vocalista Rodolfo Abrantes (que deixou a banda após se converter ao cristianismo) afirmou sentir "100% de arrependimento" das composições que assinou com a banda.

Ao site Tenho Mais Discos Que Amigos, Japinha relembrou que Rodolfo saiu do Raimundos justamente por causa das letras, mas destacou que produções como as do Raimundos eram aceitas pelo público na década de 1990. "Hoje em dia o Mamonas Assassinas talvez não durasse. Talvez eles tivessem que escrever letras pensando nas consequências", afirmou o baterista, mencionando outra banda de letras que chamam atenção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Japinha afirmou que é necessário ter mais "consciênciasobre o impacto que músicas sexistas e machistas causam na realidade das pessoas". Por outro lado, apontou que o Raimundos "já foi a maior banda de rock do Brasil, são como uma faca de dois gumes" e segue se apresentando sem se importar com a mensagem de suas composições do passado.

Por fim, o baterista destacou que letras de outras bandas do período, como Charlie Brown Jr e Planet Hemp, também não seriam escritas atualmente por estarem dentro daquele contexto. "Vamos mudando. Faz parte", disse.

A entrevista de Japinha pode ser conferida no Tenho Mais Discos Que Amigos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

'Raimundos é banda de ficção'

Em diversos momentos, o Raimundos se posicionou sobre as letras do passado. Em entrevista à Revista Gambiarra, em 2017, o baixista Canisso destacou o momento em que as músicas foram compostas.

"A maioria das músicas dos Raimundos que hoje são acusadas de machismo, sexismo, surgiram em um momento onde a censura que vinha da ditadura tinha recém acabado e elas nada mais foram que um teste para ver se a censura tinha realmente acabado", afirmou o baixista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista e guitarrista Digão, por sua vez, chegou a comparar as letras do Raimundos com as composições do funk. "O Raimundos é como uma banda de ficção, a gente sempre falou aquelas coisas, mas era pra rir, não são coisas que a gente faz, de pegar, estraçalhar e fazer não sei o quê... o que é diferente dessa galera que canta o que faz, a gente não faz, é tudo ficção, é o realismo fantástico", disse.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Raimundos: Rodolfo explica por que "Mulher de Fases" fez sucesso com público feminino


Anos 90: as duas melhores estreias do rock nacional



Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.