Metallica: St. Vincent largou violino para aprender músicas da banda na guitarra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rolling Stone
Enviar correções  |  Ver Acessos

St. Vincent, cantora e guitarrista de art/indie rock, participou do quadro "Musicians on Musicians", da Rolling Stone, onde conversou com um de seus ídolos: o também guitarrista Kirk Hammett, do Metallica. Os dois falaram sobre diversos assuntos e um deles foi, justamente, a admiração que a jovem artista tem pelos veteranos do metal.

Metallica: James Hetfield falou sobre vícios durante show em julhoAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Durante a entrevista, St. Vincent contou que aprendeu a tocar violino na infância e, aos 10 anos, conheceu o Metallica. Nas primeiras vezes em que ouviu a banda, logo decidiu em abandonar o instrumento erudito para aprender a tocar guitarra.

"Eu achava que violino era um saco", relatou St. Vincent, que chegou a tocar baixo em uma banda cover de Metallica na adolescência.

"O Metallica se tornou parte do meu DNA quando comecei a escutar música. Está impresso em mim de uma forma específica. Sinto-me culpada quando digo que a música que ouvia nessa época significa mais para mim do que as coisas que eu ouvi depois, mas é isso mesmo. É quando você descobre esse sentimento, liberdade e raiva", completou ela.

A musicista destacou que a raiva, inclusive, foi o que fez o Metallica dialogar com ela por tantos anos. "Sou uma pessoa muito irritada e me conectei com a raiva. Cresci nos subúrbios de Dallas (Estados Unidos). Não pareço uma outsider, mas sou. É engraçado, porque com esse tipo de raiva, você precisa descobrir como não sair por aí gritando e fazendo coisas ruins", afirmou.

Kirk Hammett, então, complementou: "Você pode aproveitar essa raiva e coisas boas saem daí. Sou um garoto da cidade grande que foi para os subúrbios. O choque cultural fez com que eu me tornasse mais introvertido, então foi bom ter tido uma guitarra. Descobri que tocar guitarra me acalmava. Eu sentava no meu quarto por 3 ou 4 horas por dia para tocar e pensava: 'f*dam-se esses garotos do subúrbio'. [...] Compus a parte de 'die, die, die' em 'Creeping Death' nessa época, aos 16 ou 17 anos".

Hammett pontuou que a raiva pode ser convertida em música, que pode soar "manipuladora, enriquecedora ou opressiva, o que é incrível". St. Vincent, então, relembrou de um show feito no Brasil, onde o inglês não é o idioma da plateia, mas os fãs cantavam todas as palavras das músicas. "Não acreditei. Fiquei tão emocionada que comecei a chorar no meio da música 'New York'", comentou ela.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "St. Vincent"


Metallica: James Hetfield falou sobre vícios durante show em julhoMetallica
James Hetfield falou sobre vícios durante show em julho

Metallica: Lars Ulrich presta emocionante homenagem ao baixista Timi HansenMetallica
Lars Ulrich presta emocionante homenagem ao baixista Timi Hansen

Sucesso: gráfico em vídeo mostra artistas mais vendidos de 1969 a 2019Metallica: veja "Disposable Heroes" ao vivo em show realizado na FinlândiaMetallica: "Disposable Heroes" ao vivo na FinlândiaClube da Música: 10 bandas de Rock/Metal mais acessadas do YouTube (vídeo)Em 02/11/1962: nascia Ron McGovney, primeiro baixista do MetallicaMetallica: vídeo de "Moth Into Flame" ao vivo na Noruega

Metallica: Kirk Hammett toca bossa nova e traz jazz para a banda, mas é barradoMetallica
Kirk Hammett toca bossa nova e traz jazz para a banda, mas é barrado

Metallica: ex-baixista nunca se arrependeu de ter saído da bandaMetallica
Ex-baixista nunca se arrependeu de ter saído da banda

Metallica: banda lança coleção de meias de luxo; veja fotosMetallica
Banda lança coleção de meias de luxo; veja fotos

Metallica: filmagem profissional de "Harvester Of Sorrow" ao vivo na Noruega ; confiraEm 30/10/1988: Metallica lançava o single "Eye Of The Beholder"Grandes covers: cinco versões para "Disposable Heroes", do MetallicaMetallica: vídeo 360 graus de "Moth Into Flame" na Dinamarca

Metallica: Master of Puppets por seis bandas famosasMetallica
"Master of Puppets" por seis bandas famosas

Dave Mustaine: revelando que já tentou gravar com James HetfieldDave Mustaine
Revelando que já tentou gravar com James Hetfield

Robert Trujillo: Jaco Pastorius foi o Jimi Hendrix do baixoRobert Trujillo
"Jaco Pastorius foi o Jimi Hendrix do baixo"


Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãsAnos 90
Bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Anos 80: bandas nacionais que o tempo esqueceuAnos 80
Bandas nacionais que o tempo esqueceu

Iron Maiden: em 1985, show secreto com Adrian no vocalIron Maiden
Em 1985, show "secreto" com Adrian no vocal

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

Garagens: adolescentes frustrados, guitarras baratas e energiaGaragens
Adolescentes frustrados, guitarras baratas e energia

Baixistas: oito músicos que lapidaram o som do baixo no metal modernoBaixistas
Oito músicos que lapidaram o som do baixo no metal moderno

Not Troo: João Gordo posta foto com James Hetfield na DisneyNot Troo
João Gordo posta foto com James Hetfield na Disney


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336