Sean Reinert: doação de órgãos do batera do Cynic foi rejeitada por ele ser gay

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Facebook
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baterista Sean Reinert, conhecido por seu trabalho com o Cynic e por ter gravado o álbum "Human" (1991), do Death, faleceu no último dia 24 de janeiro, aos 48 anos. Três semanas depois, o viúvo do músico, Tom Snyder, recebeu a informação de que os órgãos dele não poderão ser doados devido à sua orientação sexual.

Death: "Chuck nunca falou nada sobre religião", afirma Terry ButlerOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A determinação que restringe a doação de órgãos de homossexuais nos Estados Unidos é imposta pelo Departamento Federal de Saúde e Serviços Humanos. No termo oficial, publicado em 2013, homens que fizeram sexo com outros homens nos últimos 12 meses antes do falecimento são inclusos em uma lista de "doadores de risco aumentado".

Pelas redes sociais de Sean Reinert, Tom Snyder revelou a notícia. "Meu marido Sean era doador de órgãos. Ele acreditava que quando morresse, se seus órgãos pudessem ir para outra pessoa que precisasse, seria algo ótimo. [...] Após chegar em casa do hospital, na noite em que Sean faleceu, recebi uma ligação por volta de uma hora da madrugada. Era de uma pessoa que trabalhava com o programa de doação de órgãos no hospital. Eles me avisaram que Sean se identificava como doador e queriam fazer contou, inicialmente.

Na sequência, a publicação conta: "Não pude lidar com o estresse e pedi para que esperassem até a manhã seguinte. Disseram que embora o tempo fosse essencial, daria para esperar 24 horas. Na manhã seguinte, quando a irmã de Sean, Patti, chegou de Miami, expliquei para ela e concordamos que faríamos o desejo dele. Liguei para o pessoal e começou o questionário. Após as primeiras perguntas, a mulher perguntou se Sean era um homem gay sexualmente ativo. Sem pensar, disse que sim. De imediato, ela falou 'infelizmente, isso significa...' e fiquei paralisado, pois sabia o que ela falaria".

Por fim, o texto aponta: "Sean não tinha HIV ou quaisquer outras DSTs. Porém, como ele foi um homem gay vivendo na América em 2020, não foi autorizado a fazer um de seus últimos desejos, que era doar seus órgãos para salvar os outros. O governo prefere deixar que pessoas esperando por transplante morram do que dar um dos órgãos de Sean. Como marido, isso me deixa enojado e muito nervoso".

Veja a publicação original:



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Cynic"Todas as matérias sobre "Death"


Death: Chuck nunca falou nada sobre religião, afirma Terry ButlerDeath
"Chuck nunca falou nada sobre religião", afirma Terry Butler

Ed Repka: As artes do criador de capas clássicas do Megadeth, Death e muito mais...Ed Repka
As artes do criador de capas clássicas do Megadeth, Death e muito mais...

Dimebash: Derrick Green, Dave Grohl, Gene Hoglan e outros tocam Roots Bloody RootsDimebash
Derrick Green, Dave Grohl, Gene Hoglan e outros tocam "Roots Bloody Roots"

Death: Sean Reinert tocando Lack Of Comprehension ao vivo em 1991Death
Sean Reinert tocando "Lack Of Comprehension" ao vivo em 1991

Sean Reinert: esposo está muito abalado com a morte do bateristaSean Reinert
Esposo está muito abalado com a morte do baterista

Sean Reinert: Dirk Verbeuren, do Megadeth, faz bela homenagem ao bateristaSean Reinert
Dirk Verbeuren, do Megadeth, faz bela homenagem ao baterista

Neil Peart: ex- baterista do Death faz homenagem tocando Tom SawyerNeil Peart
Ex- baterista do Death faz homenagem tocando "Tom Sawyer"

Death: os 10 maiores riffs da banda

Em 13/05/1967: Morria o genial Chuck Schuldiner, a mente por trás do DeathEm 13/05/1967
Morria o genial Chuck Schuldiner, a mente por trás do Death

Canal Barbônico: Chuck Schuldiner, a mente por trás do Death (vídeo)

Ídolos imortais: Chuck Schuldiner, o padrinho do death metalÍdolos imortais
Chuck Schuldiner, o padrinho do death metal

Death: a avó do fã que foi sepultada com a camiseta da bandaDeath
A avó do fã que foi sepultada com a camiseta da banda


Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

AC/DC: A origem do nome da bandaAC/DC
A origem do nome da banda


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adClio336 adClioIL