Black Sabbath: Bill Ward saiu por sempre achar que será roubado, conta Ozzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Ultimate Classic Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista Ozzy Osbourne falou sobre os anos finais do Black Sabbath em entrevista ao podcast de Rick Rubin, "Broken Record", com transcrição via Ultimate Classic Rock. O cantor pontuou que gostaria de ter Bill Ward no álbum "13" e nas últimas turnês, porém, alguns empecilhos colocados pelo músico teriam complicado a situação. O disco acabou sendo gravado por Brad Wilk (Rage Against The Machine, Audioslave), enquanto os shows foram performados por Tommy Clufetos (do grupo solo de Ozzy Osbourne).

Black Sabbath: parceiro de Bill Ward, Iommi não queria banda com Ozzy e GeezerMastodon: Brent Hinds diz que "Dream Theater é uma banda Gay!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vale lembrar que Ward estava escalado para a reunião, no início da década passada, mas acabou abandonando o barco após citar divergências em termos financeiros. Em entrevistas, ele chegou a acusar Ozzy de estar envolvido diretamente na falta de acordo.

Nesta nova entrevista, Ozzy disse que Bill era "um grande baterista na época dele". "A única coisa triste do álbum '13' foi Bill não ter tocado. Mas se ele ficasse, ainda estaríamos gravando o disco. Ele leva muito tempo com tudo", afirmou.

Em seguida, o Madman apontou um problema do baterista ao realizar novas negociações. Segundo ele, o guitarrista Tony Iommi disse, um dia: "você sabe o problema de Bill - ele ainda acha que todo mundo vai roubar algo dele".

Com suas próprias palavras, Ozzy completou: "Eu entendo isso. Não sou melhor do que Bill ou qualquer um deles e tenho sorte de ter uma esposa (a empresária Sharon Osbourne) do meu lado. Esses cretinos (empresários) chegam, mentem para você, te dão uma carona em um carrão, mostram um pouco de grana. Você pode processá-los, mas leva uma vida para ganhar deles. Os advogados vencem. O pai de Sharon (Don Arden) era um renomado ladrão de artista".

Por fim, Osbourne apontou que, no passado, o Black Sabbath foi muito roubado, mas conseguiu enxergar um lado bom nisso. "Eu falei para Bill Ward um dia, pelo telefone: 'foi uma bênção eu não ter recebido toda a minha grana de início, porque com aquilo, eu teria feito um bom trabalho em praticamente me matar'. Eu não estaria aqui hoje. Se eu tivesse toda aquela grana, eu estaria morto", afirmou, em referência aos abusos de drogas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Problemas físicos

Em 2017, Tony Iommi disse que questões físicas tiraram Bill Ward da reunião do Black Sabbath. Antes, Ozzy Osbourne havia feito o mesmo relato.

Segundo eles, Bill Ward não estava na melhor forma física para encarar uma extensa turnê. Graças a isso, e devido a histórico do baterista - que sofreu dois ataques cardíacos nas últimas duas décadas -, houve receio em contar com Ward.

"Não acho que ele perceba o quanto teria sido difícil (a turnê) para ele", explicou Iommi. "Trouxemos outro baterista apenas no caso de Bill dizer 'não posso fazer isso', por alguns dias ou algo do tipo. É arriscado sair e, depois, Bill dizer 'não posso tocar' e ter que cancelar com 70 mil pessoas. É muito difícil, e não é justo com os fãs, nem com ele", completou.

"Coração partido"

Em 2018, Bill Ward falou sobre a sua saída do Black Sabbath em um recital de poesia. Ele disse que o rompimento foi "algo realmente prejudicial" para ele e "para muitas pessoas na relação". "Muitas das coisas que estão surgindo em minha poesia estão em minha recuperação do desapego de algo que era muito sagrado para mim. Meu amor foi dilacerado, meu coração foi partido", afirmou.

Apesar da situação, Bill Ward disse ter superado os problemas sentir-se "muito em paz" atualmente. "As coisas de 2012 são passado. Estou em um lugar muito iluminado, amo as pessoas com quem trabalhei a vida toda. Superei tudo de negativo dessa época", comentou.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Black Sabbath"Todas as matérias sobre "Bill Ward"


Black Sabbath: parceiro de Bill Ward, Iommi não queria banda com Ozzy e GeezerBlack Sabbath
Parceiro de Bill Ward, Iommi não queria banda com Ozzy e Geezer

Black Sabbath: vídeo mostra Tony Iommi assistindo versão de She's Gone por orquestraBlack Sabbath
Vídeo mostra Tony Iommi assistindo versão de "She's Gone" por orquestra

Em 19/02/1948: nascia Tony Iommi, o patrão da coisa todaEm 19/02/1948
Nascia Tony Iommi, o patrão da coisa toda

Black Sabbath: Canal Som de Peso comenta primeiro álbum, que completa 50 anos (vídeo)

Black Sabbath: Tony Iommi diz que haxixe o ajudou a criar suas músicasBlack Sabbath
Tony Iommi diz que haxixe o ajudou a criar suas músicas

Marko Hietala: versão ao vivo oficial para "War Pigs", do Black Sabbath

Black Sabbath: mulher da capa do primeiro álbum é descoberta 50 anos depoisBlack Sabbath
Mulher da capa do primeiro álbum é descoberta 50 anos depois

Black Sabbath: bruxa da capa aparece nua em disco do QueenBlack Sabbath
Bruxa da capa aparece nua em disco do Queen

Black Sabbath: Tony Iommi queria ser baterista mas não havia espaço na casa de seus paisBlack Sabbath
Tony Iommi queria ser baterista mas não havia espaço na casa de seus pais

Black Sabbath: o que mudou na banda após deixar o nome Earth, segundo Rob HalfordBlack Sabbath
O que mudou na banda após deixar o nome Earth, segundo Rob Halford

Black Sabbath: 12 bandas influenciadas pelos mestres nos detalhesBlack Sabbath
12 bandas influenciadas pelos mestres nos detalhes

Black Sabbath: Comentários de Tony Iommi sobre Master Of RealityBlack Sabbath
Comentários de Tony Iommi sobre Master Of Reality


Mastodon: Brent Hinds diz que Dream Theater é uma banda Gay!Mastodon
Brent Hinds diz que "Dream Theater é uma banda Gay!"

Slash: uso excessivo de drogas chocou David BowieSlash
Uso excessivo de drogas chocou David Bowie


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adClio336 adClioIL adClio336