Alice in Chains: William DuVall fala sobre pressão sentida ao substituir Layne Staley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Kerrang!
Enviar Correções  

O vocalista e guitarrista do Alice in Chains, William DuVall, falou sobre a pressão que sentiu ao substituir o frontman original, Layne Staley, na banda. Staley faleceu em 2002 e o grupo, que estava em hiato, encerrou atividades de imediato. Porém, os integrantes remanescentes resolveram retomar os trabalhos em 2005, anunciando DuVall para a vaga no ano seguinte.

Loudwire: Os 90 melhores álbuns de hard rock e metal lançados nos anos 90

Antes da fama: Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outros

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista à revista "Kerrang!", William DuVall apontou que a pressão para o novo trabalho era imensa – e não vinha apenas do público, já que ele mesmo se cobrava muito. O que deixou o cantor tranquilo foi o fato de estar trabalhando com o guitarrista Jerry Cantrell, em sua carreira solo, por 5 anos.

"Havia muita história entre nós, uma estrada longa levou a tudo isso. Mesmo assim, quando você chega ao ponto de ter que lidar com o público, a pressão é imensa. Além da pressão que faço sobre mim e a que nós quatro da banda nos exercemos, havia muita pressão inerente à situação. Junte isso com todo o barulho causado, especialmente na época, em 2006. Foi inacreditável", disse.

O cantor destaca que precisou olhar para frente e seguir, sem muita escolha. "Eu já tinha 5 ou 6 anos de história com Cantrell. Nos conhecíamos em todo estado de espírito. Passamos por situações que mudaram nossas vidas, tocando em tantos shows juntos", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O entrevistador, então, cita o primeiro álbum do Alice in Chains gravado com William DuVall: "Black Gives Way to Blue" (2009). Na época, segundo o jornalista, muitos críticos especializados apontaram que era assustador como a voz de DuVall lembrava a de Layne Staley.

"Sempre terei minha personalidade própria na voz, mas quando trabalho no contexto do Alice in Chains, há certas áreas que se sobrepõem naturalmente em termos de influências, gostos e até tonalidades de vocais, bem como abordagens a riffs e harmonias. Você deve explorar o estilo ao máximo e, ao mesmo tempo, habitar as músicas com seu espírito", comentou William DuVall.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista concluiu descrevendo o aprendizado que obteve ao interpretar músicas de Layne Staley nos shows. "É algo muito poderoso, especialmente com um mar de gente na sua frente. Lidei por muitos anos com o material antigo, com letras em que Layne descreve um estado de coisas com ele. Aprendi muito. Ouvi inúmeras histórias dos colegas de banda sobre como Layne era legal, engraçado, e como eles se davam bem. Conheci a família toda de Layne. Ele tentava fazer o que todos tentamos enquanto compositores: dizer sua própria verdade. Quando isso toca alguém, é algo incrível. Transcende o espaço, o tempo e até a vida", disse.

Família de Layne Staley aprova William DuVall

A menção de William DuVall à família de Layne Staley é particularmente interessante. O pai de Layne, Phil, revelou em uma entrevista à Komo, em 2018, que aprova o trabalho do sucessor do filho na banda.

"Ótimo trabalho. Um grande vazio para se ocupar. Sou muito tendencioso. No que me diz respeito, não há ninguém que o substitua, mas a banda tem feito um trabalho incrível. William fez um trabalho incrível e eu não poderia estar mais orgulhoso da banda ainda estar em atividade. Amo todos aqueles caras. Ainda troco mensagens de texto com Jerry e Sean (Kinney, baterista) na estrada, então, somos bem próximos, como família", disse, na ocasião.

Alice In Chains: a opinião do pai de Layne Staley sobre William DuVallAlice In Chains
A opinião do pai de Layne Staley sobre William DuVall




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Loudwire: Os 90 melhores álbuns de hard rock e metal lançados nos anos 90Loudwire
Os 90 melhores álbuns de hard rock e metal lançados nos anos 90

Grunge: os 10 nomes mais influentes do estilo, segundo o LoudwireGrunge
Os 10 nomes mais influentes do estilo, segundo o Loudwire

Slash: ajudando Jerry Cantrell a resolver problema com cascavelSlash
Ajudando Jerry Cantrell a resolver problema com cascavel

Grunge: 5 clássicos em versões isoladas para saborear na quarentenaGrunge
5 clássicos em versões "isoladas" para saborear na quarentena

Machine Head: ex-membros gravam cover de "No Excuses", do Alice In Chains (vídeo)

Alice in Chains: como foi a semana de lançamento do álbum Rainier Fog?


Alice in Chains: Cantrell fala sobre o acústico da MTV em 1996Alice in Chains
Cantrell fala sobre o acústico da MTV em 1996

Layne Staley: algumas das últimas fotos do vocalistaLayne Staley
Algumas das últimas fotos do vocalista


Antes da fama: Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outrosAntes da fama
Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outros

Trues quase infartaram: Obituary mitou ao lado de Joelma e ChimbinhaTrues quase infartaram
Obituary mitou ao lado de Joelma e Chimbinha


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280