Matérias Mais Lidas

Alice Cooper: músico comentou sobre acusações contra Marilyn MansonAlice Cooper
Músico comentou sobre acusações contra Marilyn Manson

Iggor Cavalera: por que ele recusou o convite para o Guns N' RosesIggor Cavalera
Por que ele recusou o convite para o Guns N' Roses

Black Sabbath: qual a música definitiva da fase Ozzy? Tony Iommi respondeBlack Sabbath
Qual a música definitiva da fase Ozzy? Tony Iommi responde

Guns N' Roses: como eles dividiram ganhos em Appetite - e por que Axl levou maisGuns N' Roses
Como eles dividiram ganhos em "Appetite" - e por que Axl levou mais

Iggor Cavalera: a música eletrônica que ele ouve é mais pesada que SlayerIggor Cavalera
A música eletrônica que ele ouve é mais pesada que Slayer

AC/DC: Bon Scott viu Brian Johnson e ficou impressionado, mas ainda não sabia a verdadeAC/DC
Bon Scott viu Brian Johnson e ficou impressionado, mas ainda não sabia a verdade

Mamonas Assassinas: último show contou com público pequeno e crianças na plateiaMamonas Assassinas
último show contou com público pequeno e crianças na plateia

Nervosa: banda brasileira lança single com participação de Schmier, do DestructionNervosa
Banda brasileira lança single com participação de Schmier, do Destruction

Metallica: Newsted era um líder, mas teve que voltar a ser empregado, diz EllefsonMetallica
Newsted era um líder, mas teve que voltar a ser empregado, diz Ellefson

Slipknot: Nunca pesquisem Duality no YouTube, alerta fã de k-pop assustadaSlipknot
"Nunca pesquisem Duality no YouTube", alerta fã de k-pop assustada

Luiz Caldas: tocando Wind of Change, do Scorpions, e reforçando seu elo rockLuiz Caldas
Tocando "Wind of Change", do Scorpions, e reforçando seu elo rock

Robert Fripp: veja cover de Everlong, do Foo Fighters, com esposa segurando cobraRobert Fripp
Veja cover de "Everlong", do Foo Fighters, com esposa segurando cobra

Mutantes: entre os 25 melhores álbuns de rock psicodélico em lista de site gringoMutantes
Entre os 25 melhores álbuns de rock psicodélico em lista de site gringo

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Slash: fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nuaSlash
Fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nua


Stamp

Slipknot: como Jay Weinberg se sentiu por entrar na vaga de Joey Jordison

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

Em 2014, Jay Weinberg assumiu a vaga de baterista do Slipknot, deixada por Joey Jordison, um dos membros fundadores da banda. Apesar de ser um trabalho complexo, o músico já tinha experiência, tendo trabalhado com o Against Me!, o Madball e até com Bruce Springsteen - o pai de Jay, Max Weinberg, faz parte da E Street Band.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista à rádio WSOU, com transcrição do Ultimate Guitar, Jay Weinberg falou sobre a sensação de entrar para o Slipknot. O baterista disse que nunca passou por sua cabeça que estaria substituindo Joey Jordison.

"Eu não pensava dessa forma (que estava substituindo Joey Jordison). A música do Slipknot sempre fez parte do meu aprendizado sobre o tipo de música que eu amo. Foi uma porta de entrada para toda uma cultura e toda uma sonoridade que eu nem sabia que existia antes de ver o Slipknot pela primeira vez", declarou, inicialmente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Diante disso, o músico revelou que sempre reverenciava o trabalho do Slipknot, não os integrantes da banda. "Eu sempre gostei do Slipknot por deixar sua música em destaque. Não é sobre um membro, não é sobre as guitarras, a bateria, vocais, as coisas de DJ... nada disso: é o coletivo. Quando entrei no estúdio para tocar com o Slipknot pela primeira vez, não pensava em nenhum integrante em especial", disse.

Por fim, Weinberg comentou que sempre esteve concentrado na música, que sempre significou tanto para ele nos anos de sua formação artística. "Foi esse som que me deu informações o bastante para eu me desenvolver enquanto músico, além de desenvolver meus gostos e sensibilidades sobre o que eu curto tocar na bateria. No fim das contas, não fiquei pensando em nada nesse sentido", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Maior intervalo entre álbuns

O entrevistador da rádio citou que os intervalos entre lançamentos de álbuns do Slipknot estão cada vez maiores. "We Are Not Your Kind" (2019), o mais recente, saiu cinco anos após o anterior, ".5: The Gray Chapter" (2014), mesmo preservando boa parte de sua formação - a única baixa nesse ínterim foi o percussionista Chris Fehn.

Em resposta, Jay Weinberg disse que não imagina que esse período longo sem álbuns seja intencional. "Acho que tem mais a ver com o seguinte: quando lançamos um disco, temos vários lugares para ir em turnê. Queremos ter certeza de que tocaremos nossas músicas a todos que queiram ouvir. Quanto mais o tempo passa, mais lugares querem receber o Slipknot", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O músico, então, citou como exemplo a turnê de ".5: The Gray Chapter", que marcou a primeira passagem do Slipknot pelo México. "Quando você tenta chegar a mais lugares, isso toma mais tempo e isso tira o foco da criação de músicas inéditas. E eu aprendi que não dá para esperar nada do Slipknot (risos). Tudo é muito imprevisível e é isso que constrói a identidade dessa banda", afirmou.

Ele também comentou que todos os artistas, inclusive de outras bandas, tentam dar o seu melhor ao lançar músicas inéditas. "E isso toma tempo. Acho que toda banda precisa de um tempo específico para fazer a música que realmente desejam e ter certeza daquilo antes de qualquer pessoa ouvir", pontuou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista pode ser ouvida na íntegra, em inglês e sem legendas, no Soundcloud da WSOU.


publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Trivium: tocando Creeping Death, com participações de Corey Taylor e Robb FlynnTrivium
Tocando "Creeping Death", com participações de Corey Taylor e Robb Flynn

Slipknot: garoto filipino de 10 anos detona músicas da banda na bateriaSlipknot
Garoto filipino de 10 anos detona músicas da banda na bateria

Eloy Casagrande: baterista quebra tudo tocando The Heretic Anthem, do SlipknotEloy Casagrande
Baterista quebra tudo tocando The Heretic Anthem, do Slipknot

Slipknot: as 50 melhores músicas, segundo os leitores da Metal HammerSlipknot
As 50 melhores músicas, segundo os leitores da Metal Hammer

Corey Taylor: com Steel Panther, ele zoa bandas indie no clipe de Samantha's GoneCorey Taylor
Com Steel Panther, ele zoa bandas indie no clipe de "Samantha's Gone"

Corey Taylor: Ele largou drogas, bebida e cigarro mas há um vício que ele ainda carregaCorey Taylor
Ele largou drogas, bebida e cigarro mas há um vício que ele ainda carrega

Corey Taylor: de olho na saúde, vocalista revela qual sua meta pessoal para 2021Corey Taylor
De olho na saúde, vocalista revela qual sua meta pessoal para 2021

Slipknot: O Top 50 de suas músicas, segundo a Metal HammerSlipknot
O Top 50 de suas músicas, segundo a Metal Hammer

Nandi Bushell: elogiada por Corey e Jay Weinberg após detonar tocando SlipknotNandi Bushell
Elogiada por Corey e Jay Weinberg após detonar tocando Slipknot

Slipknot: idoso faz versão acústica e emocional de música da bandaSlipknot
Idoso faz versão acústica e emocional de música da banda


Slipknot: Qual é o significado e a tradução do nome da banda?Slipknot
Qual é o significado e a tradução do nome da banda?

Taylander8: 10 absurdos de Joey JordisonTaylander8
10 absurdos de Joey Jordison


Guitarristas: os sete mais influentes de todos os temposGuitarristas
Os sete mais influentes de todos os tempos

Courtney Love: Essa música é sobre minha vagina, sabia?Courtney Love
"Essa música é sobre minha vagina, sabia?"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.