Matérias Mais Lidas

imagemApós incidente, Axl Rose anuncia mudança nos shows do Guns N' Roses

imagemTitãs: traído, o baterista destruiu o quarto; Paulo Ricardo viu na TV a traição

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO maior álbum de todos os tempos, na opinião do saudoso Ronnie James Dio

imagemNazareth: Brian Johnson homenageia Dan McCafferty

imagemMetallica: James Hetfield sobre o "St. Anger": "Pelo menos é honesto"

imagemPink Floyd: Para David Gilmour, reunião de 2005 no Live 8 foi "como dormir com a ex"

imagemGuns N' Roses: Matt Sorum surpreende ao revelar quem era o integrante sóbrio da banda

imagemGuns N' Roses: fã fica com olho roxo de microfone atirado por Axl Rose

imagemPaulo Ricardo e a loucura em hotel nos anos 1980: "Eu já tinha perdido o pudor!"

imagemDetonator entra no clima da Copa e grava versão metal da música "Brasil Olê Olê"

imagemO curioso ritual do Fleetwood Mac antes de subir ao palco, revelado por Christine McVie

imagemGene Simmons: "Vinnie Vincent soava como Yngwie Malmsteen fumando crack"

imagemKiko Zambianchi foi proibido de ir no Silvio Santos após apresentador errar seu nome

imagemDeath Metal: um guia para começar a ouvir o estilo


Samael Hypocrisy
Stamp

Iron Maiden: rótulo de grunge e indiferença a "Skunkworks" arrasaram Bruce

Por Mário Pescada
Postado em 12 de janeiro de 2022

Bruce Dickinson construiu uma carreira solo brilhante fora do IRON MAIDEN. Porém, por conta de "Skunkworks" (1996), ele acabou vivenciando momentos de frustações na carreira.

O disco, seu terceiro trabalho solo, foi produzido por Jack Endino (o papa do grunge, produziu MUDHONEY, SOUNDGARDEN, NIRVANA e outros), trazia um Bruce com visual diferente do que o público estava acostumado (depois de décadas, abriria mão da cabeleira) apoiado por uma banda de desconhecidos do grande público e com uma sonoridade longe do heavy metal que o fez famoso, rotulado a época como alternativo/grunge. Pronto, era a tempestade perfeita para que Bruce fosse massacrado pela mídia dita especializada, aquela mesma que o idolatrava até pouco tempo atrás, só por querer fazer algo "diferente".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bruce nunca guardou sua insatisfação e incompreensão pela forma com que a mídia e sua própria gravadora trataram "Skunkworks" (1996). Um disco apreciado por muitos (me incluo nesse grupo), mas relegado por tantos outros fãs.

Os trechos a seguir estão no livro "Holy Smoke: IRON MAIDEN nos anos 90" (2021), segundo livro da trilogia sobre a história da colossal banda escrito por Martin Popoff que também cobre sua carreira solo. Lançado no Brasil pela Editora Denfire (o primeiro foi "Where Eagles Dare - IRON MAIDEN nos Anos 80"), Popoff resgata um Bruce que fala de grunge, conservadorismo no metal e da indiferença da mídia com "Skunkworks" (1996).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Sim, eu sei, eu sei. Imagine por um segundo que fosse um álbum grunge. E daí?! Um disco do SOUNDGARDEN é um álbum grunge? E se eles disserem que sim, eu digo: ‘Bem, estou muito orgulhoso então, porque SOUNDGARDEN é uma banda foda’. Se as pessoas querem chamar isso de grunge, então é grunge, porra. Foi muito empolgante. Foi muito mais empolgante do que a merda que estava surgindo no final dos anos 80 (risos) com os cabelões armados de Los Angeles! Eu também não aceito que o heavy metal acabou porque tudo o que é empolgante sobre essa música grunge é a influência que ela tirou do heavy metal. Todas aquelas bandas em Seattle deram uma festança do caralho na véspera de Ano Novo, Jack (Endino) me disse, e tudo o que tocaram a noite toda foi AC/DC, THIN LIZZY, DEEP PURPLE e a porra do IRON MAIDEN.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Portanto, em algum lugar, o que envenenou todo esse clima foi a mídia. A mídia optou por jogar as pessoas umas contra as outras, em termos de fãs, e isso afeta a psicologia de alguns fãs de metal. Você sabe, não é o segredo mais bem guardado do mundo que muitos fãs de metal são bastante conservadores, musicalmente. Eles não têm a mente muito aberta para diferentes tipos de música. Tudo que você precisa fazer é ter alguém dizendo, ‘Argh, ele está negando o metal’ e todo mundo entra no embalo. É muito triste porque não deveria ser sobre rótulos e tribalismo, deveria ser sobre música. Nos anos 70, tudo girava em torno da música. Você poderia ter um álbum do MOTÖRHEAD e um álbum do FLEETWOOD MAC lado a lado na mesma prateleira de discos e não ter problemas. E ter JACO PASTORIUS convivendo com ZZ TOP, ou B.B. KING e DEEP PURPLE.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É música, não marketing. Quero dizer, um dos meus álbuns favoritos é "Blackmore’s Night" do RITCHIE BLACKMORE, um álbum acústico medieval (na hora do bate-papo de Bruce com Mattias e Henrick, Ritchie e Candice tinham acabado de lançar seu primeiro álbum, "Shadow Of The Moon"). Acontece que eu adoro esse álbum. Fiquei sabendo dele através de um monte de pessoas que eram fãs de metal que amaram o álbum, e elas gravaram fitas para mim. Conheço um alemão que também adora o disco, e ele disse que todos os seus amigos ficavam tipo, ‘Argh, Blackmore, que traidor! Está fazendo coisas com alaúdes e flautas e outras coisas’. E o que é tão triste é que quando fez aquele álbum, fez o que tocava e queria tocar por vinte anos. Pode-se ouvir isso em todas as coisas antigas do RAINBOW. Você pode ouvir em "Temple Of The King". É exatamente a mesma coisa, mas eles nunca ouviram isso. Passaram a vida inteira ouvindo os discos e nunca ouviram além de... E isso me faz... Se eu não tivesse pessoas que entendessem o que eu fiz, então ficaria tentado a meter um lança-chamas na porra do mundo inteiro. Eu pararia de fazer música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fiquei arrasado pelo lance de "Skunkworks", continua Bruce, referindo-se à indiferença crítica e comercial ao disco. Fiquei mal pra caralho! Eu estava prestes a dizer, ‘Esse negócio está tão podre, que simplesmente não me importo mais’. Skunkworks foi um disco que eu fiz das tripas coração para gravar e ninguém parecia dar a mínima. Não acho que alguém na gravadora realmente entendeu o que estava acontecendo, porque do contrário não estaríamos em turnê com o HELLOWEEN. Eles eram a banda totalmente errada com quem a Skunkworks (referindo-se agora à banda) fosse sair em turnê".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Holy Smoke: IRON MAIDEN nos anos 90" (2021) tem o tradicional relato jornalístico de Popoff com juntada de entrevistas, bastidores, testemunhos de membros da banda, além de analisar, faixa a faixa, disco a disco, TODOS os lançamentos do período, de "No Prayer For The Dying" (1990) a "Virtual XI" (1998) pelo IRON MAIDEN e de "Tattooed Millionaire" (1990) a "Scream For Me Brazil" (1999) pelo lado de Bruce.

O livro pode ser pedido através do e-mail [email protected], no site da Editora Denfire ou direto nos pontos de venda indicados no site.

Matéria relacionada

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iron Maiden: segundo da trilogia, "Holy Smoke - Iron Maiden nos anos 90", mantém nível

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A grande diferença entre shows do Iron Maiden e Smith/Kotzen, segundo Julia Lage

Steve Harris maromba? O interesse do baixista do Iron Maiden por nutrição e suplementos

Cinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

O motivo pelo qual Steve Harris escolheu Within Temptation para abrir shows do Iron Maiden

Bandas de heavy metal que lançaram discos em cinco décadas diferentes

Por que Steve Harris e Bruce Dickinson se dão bem, segundo tour manager

O rockstar dos anos 1970 que Bruce Dickinson convidou para show do Iron Maiden e tietou

Heavy Metal: um guia para começar a ouvir o estilo

Nickelbeck: Chad Kroeger diz que maconha na platéia melhora os shows da banda

Iron Maiden com descontos de 25%, 41% e até 72% na Semana Black Friday Amazon

Axl Rose achava os caras do Iron Maiden legais, mas não queria ser como eles

A surpreendente parte mais difícil de montar do palco do Iron Maiden

Tour manager desmente Regis Tadeu e diz que Dave Murray não quer sair

Shout At The Beast: Motley Crue usa imagem similar a do Iron Maiden em camiseta

Judas Priest: "Sad Wings of Destiny" definiu as principais características do heavy metal

Iron Maiden: o que Johnny Cash e Paul McCartney disseram ao conhecer a banda

Zé do Caixão: Hotel California e Fear Of The Dark na trilha

Músicas boas mas pouco conhecidas: a vida nem sempre é justa

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Metal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada.