RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemJéssica di Falchi é efetivada como guitarrista da banda Crypta

imagemDream Theater já fala de novo álbum; Mike Portnoy cada vez mais próximo da banda

imagemEngenheiros do Hawaii não era uma banda amiga da galera, diz ex-baterista

imagemVídeo de vocalista brasileiro batendo cabeça em "Toxicity" atinge 1 milhão de views

imagemA música de Paul McCartney que flopou nos Beatles, mas bombou em carreira solo

imagemO Sepultura honrou nossos ancestrais bem antes do pessoal da Noruega lembrar dos vikings

imagemGuns N' Roses posta teaser alucinante de "You Could Be Mine" no Ritz de 1991

imagemNoel Gallagher detona o jazz: "Todo mundo tocando músicas diferentes ao mesmo tempo"

imagemO guitarrista que o Pink Floyd queria ao invés de David Gilmour

imagemEx-guitarrista do Ghost diz que Tobias Forge é um gênio

imagemHétero decide aprender metal extremo na guitarra para impressionar héteros, diz estudo

imagemRob Halford revela quais são seus álbuns preferidos do Metallica

imagemProblemas vocais de Axl Rose surgiram em turnê com o Iron Maiden

imagemQueen: Brian May explica o motivo pelo qual ele não gostava de "Don't Stop Me Now"

imagemOs 5 fatores que fizeram preço do Summer Breeze Brasil ficar alto, segundo empresário


Stamp

Holocausto WM: Ouça o novo álbum, "De Volta ao Campo de Extermínio"

Por Maicon Leite
Fonte: Wargods Press
Postado em 17 de setembro de 2022

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Foi disponibilizado no YouTube o novo álbum do HOLOCAUSTO WM, intitulado "De Volta ao Campo de Extermínio". Gravado entre os meses de janeiro e maio deste ano, "a versão 2022 do clássico álbum "Campo de Extermínio" é superior em sua sonoridade, arranjos e execução instrumental", declarou Valério Exterminator. Lançado no dia 9 de setembro, mês em que se celebra os 35 anos da versão original, o war trio comenta: "conseguimos manter a essência do álbum e agregar mais qualidade por algumas estratégias tomadas. A estratégia mais relevante foi gravar a guitarra guia com metrônomo, evitamos "atropelamentos" nas execuções dos instrumentos, tornando o instrumental coeso e permitindo ao ouvinte perceber o que cada músico está tocando. Outra estratégia foi dar liberdade aos três vocalistas, assim os arranjos vocais ficaram mais variados, não somente em relação à alternância dos três em uma mesma música, mas também dando liberdade de mudança na métrica e nas composições de 1987".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ouça "De Volta ao Campo de Extermínio".

Outra mudança se refere às letras, com uma mudança na música "Setembro Negro", onde houve até a criação de uma nova estrofe, em uma parte que não havia letra. A estrofe traz o pensamento de Erich "Bubi" Hartmann, um piloto de caça alemão durante a Segunda Guerra Mundial, tido como o ás de caça de maior sucesso na história da guerra aérea. Foram 1.404 missões de combate. Essa liberdade de arranjos permitiu ao baterista/vocalista War Tank usar blast beats na música "Facção Revolucionária Armada", tornando-a mais atual, mas de forma alguma soando "moderna". Segundo a banda, outra grande diferença em comparação ao álbum de 1987, trata-se de uma das características mais percebidas pelos aliados em relação ao war trio, e que foi comentada por eles no álbum "Batismo de Fogo": "é sobre a facilidade do ouvinte entender o que a banda está cantando. afinal cantamos em português, se nossos aliados brasileiros não conseguem entender o que estamos cantando, então qual motivo de cantar em português?". Valério Exterminator diz ainda que "a versão 2022 só não é superior ao aspecto afetivo". Em breve a banda disponibilizará uma nova linha de merchandising confeccionado especialmente para esse lançamento.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite.