Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1968

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

Após a explosão da psicodelia e do movimento Flower Power em 1967, 1968 manteve o ritmo e mostrou a música seguindo uma evolução em relação às novidades apresentadas no ano anterior. Enquanto nas ruas os movimentos estudantis levavam milhares de pessoas ao confronto com a polícia em Paris no histórico mês de maio, na indústria musical o ano não foi menos efervescente.

4139 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19672450 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19694024 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19703008 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19712708 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19722940 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19732965 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19745000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19752038 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19762839 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19772325 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19782774 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19793359 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19803318 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19813055 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19833696 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19844226 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19853743 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19864767 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19873956 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19882664 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19894719 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19905000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19915000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19924119 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19935000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19945000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19954645 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19962262 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19974149 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19983136 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 19993102 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2000

De acordo com dados oficiais, foram lançados 4.057 álbuns e 6.540 singles no mercado norte-americano em 1968. Os cinco grandes hits do ano foram “Hey Jude” e “Lady Madonna” dos Beatles, “What a Wonderful World” de Louis Armstrong, “(Sittin’ On) The Dock of the Bay” de Otis Redding e “Jumpin' Jack Flash”, dos Rolling Stones. O disco mais vendido foi "White Album", dos Beatles, enquanto o single que mais vendeu foi “Hey Jude”, também do Fab Four.

O Grammy realizou em 1968 a sua décima edição, premiando como Gravação do Ano a faixa “Up, Up and Away”, do The 5th Dimension. Já o prêmio de Álbum do Ano foi para "Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band", dos Beatles.

Outros grandes hits de 1968 foram “All Along the Watchtower” (Jimi Hendrix), “Born to Be Wild” (Steppenwolf), “Chain of Fools” (Aretha Franklin), “Hello, I Love You” (The Doors), “Revolution" (Beatles), “Lazy Sunday” (Small Faces), “Magic Bus” (The Who), “Mrs. Robinson” (Simon & Garfunkel), “Son of a Preacher Man” (Dusty Springfield), “Suzie Q.” (Creedence Clearwater Revival), “The Weight” (The Band), “White Room” (Cream) e “With a Little Help from My Friends” (Joe Cocker), entre outros.

O ano ficou marcado também pela criação de muitas bandas que seriam fundamentais e extremamente populares nos anos seguintes, como Led Zeppelin, Black Sabbath, Deep Purple, Free, Nazareth, Rush, Yes, King Crimson e Crosby Stills & Nash. Em contrapartida, nomes que davam as cartas até então encerraram as suas atividades, os mais notórios sendo Cream, Buffalo Springfield, The Yardbirds e The Zombies.

Nasceram em 1968 LL Cool J (14/01), Mike Patton (27/01), Jon Schaffer (15/03), Damon Albarn (23/03), Phil Anselmo (30/06) e Rob Flynn (19/07). O ano também ficou marcado pelas mortes de Coleman Hawkins (19/05) e Wes Montgomery (15/06), dois dos maiores nomes do jazz.

Entre os grandes eventos musicais de 1968 tivemos o lançamento da Gibson Flying V, o famoso concerto de Johnny Cash em Folsom Prison, a viagem dos Beatles para a Índia acompanhando o Maharishi Manesh Yogi, a entrada de David Gilmour no Pink Floyd substituindo Syd Barrett, a abertura do Fillmore East, a estreia de "Hair" na Broadway, a criação da Apple Corps. pelos Beatles, o divórcio de John e Cynthia Lennon, o show de despedida do Cream no Royal Albert Hall, o retorno de Elvis com o ótimo "1968 Comeback Special" e a realização do "The Rolling Stones Rock and Roll Circus".

Para chegar à lista com os melhores discos do ano, pesquisamos estudos semelhantes e chegamos a uma pré com mais de 100 títulos. Aplicamos as avaliações do Rate Your Music, All Music e uma terceira fonte (geralmente a Rolling Stone, mas em alguns casos a Sputnik Music, Pitchfork e Downbeat), e então jogamos nossa fórmula mágica e chegamos ao resultado final abaixo.

Com vocês, os 50 melhores discos de 1968:

50 John Fahey - The Yellow Princess
49 Spirit - The Family That Plays Together
48 Mike Bloomfield, Al Kooper & Steve Stills - Super Session
47 Nancy Sinatra & Lee Hazlewood - Nancy & Lee
46 The United States of America - The United States of America
45 John Mayall - Blues From Laurel Canyon
44 The Jazz Composer’s Orchestra - The Jazz Composer’s Orchestra
43 Etta James - Tell Mama
42 Lee Morgan - The Gigolo
41 The Gosdin Brothers - Sounds of Goodbye
40 Thelonious Monk - Underground
39 Caetano Veloso - Caetano Veloso
38 Blood, Sweat & Tears - Child is Father to the Man
37 Laura Nyro - Eli an the Thirteenth Confession
36 Scott Walker - Scott 2
35 The Crazy World of Arthur Brown - The Crazy World of Arthur Brown
34 Traffic - Traffic
33 Nilsson - Aerial Ballet
32 The Impressions - This is My Country
31 James Carr - A Man Needs a Woman
30 Dr. John - Gris-Gris
29 Duke Ellington - … and His Mother Called Him Bill
28 Big Brother & The Holding Company - Cheap Thrills
27 Simon & Garfunkel - Bookends
26 Aretha Franklin - Aretha Now
25 The Byrds - The Notorious Byrd Brother
24 Dillard & Clark - The Fantastic Expedition of Dillard & Clark
23 The Pretty Things - S.F. Sorrow
22 The Velvet Underground - White Light/White Heat
21 Jeff Beck - Truth
20 Taj Mahal - The Natch’l Blues
19 Cecil Taylor - Conquistador!
18 Gilberto Gil - Gilberto Gil
17 Os Mutantes - Os Mutantes
16 Roland Kirk - The Inflated Tear
15 The Zombies - Odessey and Oracle
14 The Incredible String Band - The Hangman’s Beautiful Danger
13 Small Faces - Ogden’s Nut Gone Flake
12 The Byrds - Sweetheart of the Rodeo
11 Taj Mahal - Taj Mahal
10 The Mothers of Inventions - We’re Only in It for the Money
9 Miles Davis - Nefertiti
8 The Band - Music From Big Pink
7 Vários - Tropicália: ou Panis et Circenses
6 Aretha Franklin - Lady Soul
5 The Rolling Stones - Beggars Banquet
4 Van Morrison - Astral Weeks
3 The Kinks - The Village Green Preservation Society
2 Jimi Hendrix - Electric Ladyland
1 The Beatles - The Beatles [White Album]

Concordei, e muito com essa lista. Acho que o resultado final ficou bem coerente e equilibrado. Meu top 10, com base nos itens presentes na lista acima, seria:

1 The Beatles - The Beatles [White Album]
2 Jimi Hendrix - Electric Ladyland
3 The Band - Music From Big Pink
4 The Rolling Stones - Beggars Banquet
5 Aretha Franklin - Lady Soul
6 The Byrds - Sweetheart of the Rodeo
7 Jeff Beck - Truth
8 Simon & Garfunkel - Bookends
9 Van Morrison - Astral Weeks
10 The Kinks - The Village Green Preservation Society

De bônus, uma playlist com algumas das canções mais marcantes de 1968, pra você entrar no clima enquanto lê o post e confecciona a sua lista de melhores do ano - afinal, queremos saber a sua opinião nos comentários.

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

George HarrisonGeorge Harrison
Ronnie Von cometeu gafe e deixou de gravar com ele

736 acessosFoo Fighters: como foi gravar com Paul McCartney no último disco?238 acessosBeatles: singles natalinos serão relançados em dezembro858 acessosPipocando Música: 8 teorias de artistas que foram trocados948 acessosPaul McCartney: a máquina do tempo e as canções que não voltam mais0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Dave GrohlDave Grohl
Ele estava chapadão e foi salvo por Taylor Swift

MegadethMegadeth
"A Tout Le Monde" foi inspirada nos Beatles

The QuarrymenThe Quarrymen
A história dos Beatles, antes de serem os Beatles

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"0 acessosTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"0 acessosTodas as matérias sobre "Band"


Em canaEm cana
Os rockstars em suas fotos mais constrangedoras

Black MetalBlack Metal
O lado mais negro da cena brasileira

Church Of SatanChurch Of Satan
"Se você queima igrejas é imbecil, não satanista!"

5000 acessosOito razões pra dormir com um baterista5000 acessosSeparados no nascimento: Alice Cooper e Emerson Fittipaldi5000 acessosSexo e rock n' roll: banda grava e vende pornô para bancar despesas5000 acessosDrogas e álcool: Ozzy foi para clínica achando que era um bar5000 acessosSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico5000 acessosGuns N' Roses: 50 modelos convidadas para festa, mas nada de namorado

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de março de 2016


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online