Top 10: Álbuns conceituais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Reis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Álbuns conceituais são aqueles trabalhos compostos em cima de temas pré estabelecidos. Ou contam uma história em específico no decorrer de cada faixa ou são discos que possuem um assunto central e todas as músicas são relacionadas de alguma maneira ao tema proposto.

Em 04/10/1994: Dream Theater lançava o ótimo álbum AwakeNirvana: 20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"

É bem comum bandas de Heavy Metal explorarem esse tipo de conceito em determinado ponto de suas carreiras. A inspiração pode vir de fatos históricos, obras literárias e até mesmo exibir histórias de ficção criadas pelos próprios músicos. Seja lá o que faz um grupo resolver gravar um álbum conceitual, o fato é que eles são bem interessantes e alguns são reconhecidos como verdadeiros clássicos.

Dentre muitos registros concebidos desta maneira, escolhi 10 que além de possuir temas muito bem elaborados, se tornaram marcos nas trajetórias das bandas. Os discos estão listados em ordem cronológica e não de relevância. São eles:

1 - King Diamond - "Abigail" (1987)

O mestre do Horror Metal King Diamond, após desfazer o lendário Mercyful Fate e gravar o seu primeiro trabalho solo "Fatal Portrait", apresenta o seu mais bem sucedido álbum, "Abigail". Este é o primeiro dos muitos registros conceituais que descrevem contos de horror da carreira de King. Em 2002, a história ganhou uma sequência no álbum "Abigail II: The Revenge".

Conceito: O trabalho conta a história de um jovem casal (Jonathan e Miriam) que se muda para uma mansão recém herdada. Nela, descobre-se uma série de acontecimentos trágicos do passado e uma força diabólica, denominada Abigail, quer renascer através de Miriam. A jovem engravida e a gestação ocorre de uma forma não natural, apesar de Jonathan tentar impedir o nascimento da criança, acaba assassinado e Miriam morre após o parto. O bebê monstro é encontrado por sete cavaleiros negros, que cravam sete estacas de prata em Abigail e a enterram em uma capela no meio da floresta para que não ressurja novamente.

2 - Queensryche - "Operation: Mindcrime" (1988)

O Queenryche era apenas mais uma boa banda de metal até o seu terceiro lançamento de estúdio. "Operation: Mindcrime" alavancou a carreira do grupo com uma musicalidade Heavy e muitos nuances Progressivos, se tornou um clássico no gênero e fez muito sucesso na época de seu lançamento.

Conceito: Nikki (o personagem central da trama) acorda sem memória em um hospital e descobre que foi recrutado por uma organização revolucionária. No comandado esta um político e líder religioso chamado Dr. X, que através de uma lavagem cerebral, transforma Nikki em um hábil assassino ao seu comando. No decorrer da história, Nikki começa a se auto questionar e apaixona-se pela prostituta Mary. Esta acaba assassinada e Nikki enlouquece. Jogado em um hospital psiquiátrico, o personagem recobra a memória quando vê notícias sobre assassinatos políticos nos jornais e começa a contar a sua história, nos retornando ao início da trama.

3 - Savatage - "Streets" (1991)

Após algumas experimentações nos dois trabalhos anteriores, Jon Oliva resolve compor o novo álbum do Savatage baseado na obra que o produtor Paul O'Neil escreveu para a Broadway. "Streets" é o primeiro de muitos discos conceituais da banda e inova através de novos elementos que os músicos introduzem na sonoridade já marcante do grupo.

Conceito: Em "Streets", somos arrastados pra dentro da história de D.T. Jesus, um traficante de drogas que realiza seu sonho, tornando-se uma estrela da música. Sua queda acontece quando começa a usar as drogas que ele próprio vendia e após chegar a um estado de quase insanidade, percebe que precisa partir em busca de redenção. A jornada de D.T. atrás de espiritualidade é longa e as canções são carregadas de momentos tensos até que finalmente, o personagem encontra a cura para as suas aflições.

4 - Iced Earth - "The Dark Saga" (1996)

Após um início de carreira oscilante, onde em 3 álbuns, o grupo possuiu 3 vocalistas diferentes. Mathew Barlow se fixa como frontman da banda e após o ótimo "Burnt Offerings", Jon Schaffer compõe o obra que alavancaria o Iced Earth rumo ao estrelato, o impecável "The Dark Saga".

Conceito: A concepção do disco é focada na trajetória do herói Spawn, concebido pelo roteirista/desenhista Todd Mcfarlane, fundador da Image Comics. A história conta como Al Simons, um agente governamental que a cada missão se questionava mais sobre os métodos de seus superiores e é por fim assassinado em missão. Após fazer um pacto com o Demônio Malebolgia, retorna a Terra 5 anos após a sua morte, na forma de um soldado do inferno sedento por vingança.

5 - Royal Hunt - "Paradox" (1997)

Um dos maiores trabalhos conceituais da história do Metal, porém muito pouco divulgado e praticamente esquecido. Os vocais de DC Cooper aliados aos teclados e composições de André Andersen, soam como um Deep Purple fazendo Power Metal, simplesmente sensacional. "Paradox" é o quarto álbum de estúdio do Royal Hunt e com toda a certeza, o ponto mais alto de sua carreira.

Conceito: A idéia central do registro gira em torno do questionamento que muitas pessoas fazem em determinada altura da vida, sobre a existência ou não de Deus. Não é contada uma história contínua, porém em todas as faixas esta questão é apontada e abordada de uma forma diferente, interligando assim, o álbum como um todo e mostrando as diversas formas que as pessoas chegam a este questionamento.

6 - Blind Guardian - "Nightfall In Middle Earth" (1998)

Desde o lançamento de seus primeiros discos, o Blind Guardian sempre adotou a temática medieval em suas composições. Após uma sequência incrível de 5 trabalhos impecáveis, resolvem dar vida a seu projeto mais ambicioso até o momento, o soberbo "Nightfall In Middle Earth".

Conceito: A temática é toda baseada na obra literária "O Silmarillion", de J. R. R. Tolkien. O livro é uma compilação de contos sobre a Terra Média, reconta desde a busca pelos Silmarils, a Guerra das Jóias e vai até o alvorecer da Terceira Idade. Este trabalho fez com que inúmeros fãs de Metal se interessassem pelo Universo de Tolkien, sendo que a recíproca também é verdadeira e leitores passaram a acompanhar a obra do Blind Guardian.

7 - Dream Theater - "Metropolis Part II: Scenes From A Memory" (1999)

No aclamado "Images And Words", segundo disco do Dream Theater, encontra-se a clássica faixa "Metropolis Part I: The Miracle And The Sleeper". Apesar de nunca ter feito parte dos planos da banda, fazer uma "Part II" e seguir com a história em um álbum completo, os fãs pediam incessantemente a sequência para a canção. Foi nas sessões de gravação do álbum "Falling Into Infinity", que foi registrada uma coletânea de idéias com cerca de pouco mais de 20 minutos de duração, onde o tema era a continuação de "Metropolis". Após o fim da turnê, o grupo resolve trabalhar e desenvolver tais idéias e o resultado é "Metropolis Part II: Scenes From A Memory".

Conceito: A história é contada através de 12 músicas e dividida em 2 atos. No primeiro, Nicholas é atormentado por visões do passado e procura um hipnoterapeuta, que o conduz a uma sessão de regressão. No passado, o jovem toma conhecimento sobre sua vida anterior e descobre que viveu um romance com Victoria Page. Em uma nova sessão, Nicholas vê através de uma notícia no jornal, que Victória foi assassinada. No segundo ato, conta-se a motivação para o crime quem o cometeu. Nicholas vivencia todo o evento fatídico da morte de sua amada e de volta ao presente, volta pra casa em meio a um turbilhão de pensamentos baseados em sua experiência. O álbum termina com o hipnoterapeuta batendo na porta de Nicholas e mostrando ser a reencarnação do assassino de Victoria, provavelmente selando também o destino do jovem.

8 - Ayreon - "Universal Migrator Part II: Flight of the Migrator" (2000)

Ayreon é o ambicioso projeto encabeçado pelo multi instrumentista Arjen Anthony Lucassen. Neste álbum, o excepcional músico holandês se cerca de um time de estrelas do Metal, para contar mais um capítulo da sua inesgotável criatividade. Em "Universal Migrator Part II", fazem o revezamento de vozes nas canções, nomes como os de Andi Deris, Timo Kotipelto, Fabio Lione, Ralph Scheepers, Russel Allen e Bruce Dickinson.

Conceito: Continua-se a saga do último homem vivo, que usando um programa chamado "sequenciador de sonhos", volta no tempo e assiste ao Big Bang. Na sequência, acontece a criação da primeira alma, a "Universal Migrator", que logo em seguida se divide em milhares de almas que partem cada uma em busca de um planeta em que possam habitar. O colono segue a alma que se direciona para a Terra e após presenciar diversos fenômenos astronômicos, o último humano não consegue mais retornar no sequenciador e se transforma no novo "Migrator".

9 - Avantasia - "The Metal Opera Part I" (2001)

Projeto idealizado pelo vocalista do Edguy, Tobias Sammet, onde diversos nomes consagrados do Metal foram recrutados. Cada artista recebeu a incumbência de interpretar um personagem contido na trama de "The Metal Opera Part I" e o resultado foi simplesmente avassalador. O álbum fez um sucesso estrondoso quando lançado e imediatamente transformo-se na mina de ouro de Sammet. Como destaque, temos o aguardado retorno ao Metal, do icônico vocalista Michael Kiske (ex-Helloween).

Conceito: Em uma caça as bruxas, o personagem Gabriel é pego de surpresa ao saber que Anna, sua irmã, está sendo acusada por bruxaria. Em dúvida, o jovem noviço parte em busca de conhecimento e é pego fazendo a leitura de um livro proibido. Jogado no calabouço, conhece o druida Lugaid, que conta a Gabriel sobre uma outra dimensão chamada Avantasia e lhe diz que o lugar corre grande perigo. Gabriel concorda em ajudar caso Lugaid o tire dali, sendo assim, o jovem parte para Avantasia e recupera o lacre que impede o Papa Clemente de obter o conhecimento absoluto e romper a conexão entre os dois mundos.

10 - Die Hard - "William Shakespeare's Hamlet" (2001)

A ideia de transformar Hamlet de Shakespeare veio para Adriano Villa quando tocava com sua banda, Morbid Tales, no entanto, devido a problemas internos com os membros do grupo, preferiu ficar em silêncio e, por viver enfiado na Die Hard na Galeria acabou comentando com Fausto e André que disseram "falaremos disso mais para frente". Alguns meses se passaram e Fausto pergunta sobre o projeto e Adriano Villa começa a desenvolver as letras, resultando nesse lindo e bem produzido marco do metal nacional. Para concretização do trabalho, foram convidados diversos nomes de peso do Metal Nacional, incluindo o próprio Adriano Villa que transformou a peça em letras de música para serem interpretadas por: Versover, Nervochaos, Torture Squad, Fates Prophecy, Thuata de Danann, Imago Mortis, Hangar, Symbols (com Edu Falaschi) e o vocalista André Matos, resultaram no melhor disco conceitual produzido no Brasil em todos os tempos.

Conceito: O intento foi o de realizar uma espécie de Rock Opera, contando toda a tragédia Shakespeariana de Hamlet adaptada pelo Adriano Villa, as bandas e suas canções foram estrategicamente distribuídas mediante aos sentimentos que imperavam aquela parte da trama. Ou seja, o álbum foi milimetricamente e carinhosamente organizado para seguir o fluxo e a emoção para fazer jus a essa obra-prima da literatura mundial. E isso torna o projeto Hamlet em um marco do metal nacional que merecia ser repetido mais vezes.

(Colaborou Adriano Villa)


Muitos outros álbuns poderiam ter sido citados, pois a quantidade deste tipo de trabalho no Metal é bem grande e variado. Antes que me questionem o por que de "Seventh Son Of A Seventh Son" não estar presente na lista, explico que diferente de muitas pessoas, não o considero como um disco conceitual. As faixas não giram em torno de um único tema e também não seguem uma narrativa, contando em cada música um trecho de uma mesma história. Existem algumas composições que se complementam e outras não. É apenas a minha visão e quem tiver uma opinião contrária, não é necessário me jogar nas fogueiras da inquisição, pois também considero o sétimo registro do Maiden, um grande clássico e não o citei apenas por não concordar que se enquadre nesta seleção.

Espero que tenham gostado, o Top 10 é uma coluna semanal que escrevo para o site da Roadie Metal (roadie-metal.com/) e trarei esta mesma coluna pra vocês aqui no Whiplash.net toda semana.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "King Diamond"Todas as matérias sobre "Queensryche"Todas as matérias sobre "Savatage"Todas as matérias sobre "Iced Earth"Todas as matérias sobre "Royal Hunt"Todas as matérias sobre "Blind Guardian"Todas as matérias sobre "Dream Theater"Todas as matérias sobre "Ayreon"Todas as matérias sobre "Avantasia"


Em 04/10/1994: Dream Theater lançava o ótimo álbum AwakeDream Theater: James LaBrie espera lançar álbum solo em 2020Em 23/09/1997: Dream Theater lançava o álbum Falling Into Infinity

11 de Setembro: as tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream Theater11 de Setembro
As tristes coincidências envolvendo Slayer e Dream Theater

Em 11/09/2001: Dream Theater lançava Live Scenes From New YorkLars Ulrich: e se ele tocasse em uma banda country?Dream Theater: em 1994, o Dream Theater cravava seu nome na cena

Solos de guitarra estendidos: os melhores feitos em shows ao vivoSolos de guitarra estendidos
Os melhores feitos em shows ao vivo

Dream Theater: banda lança vídeo animado de Barstool Warrior; assistaDream Theater
Banda lança vídeo animado de "Barstool Warrior"; assista

Mike Portnoy: O que ele acha sobre estar em muitas bandas?Mike Portnoy
O que ele acha sobre "estar em muitas bandas"?

Mike Portnoy: A jornada Dream Theater está encerradaMike Portnoy
A jornada Dream Theater está encerrada

Mike Portnoy: Quem eu me tornei quando era um alcoólatraMike Portnoy
"Quem eu me tornei quando era um alcoólatra"


Nirvana: 20 coisas que você não sabia sobre NevermindNirvana
20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"

Gene Simmons: sexo com vocalista do Linkin Park na cadeia?Gene Simmons
Sexo com vocalista do Linkin Park na cadeia?

Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gêneroCachorros
As raças que melhor combinam com cada gênero

Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuaisLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

Propriedade privada: 5 bandas de hard e metal com um dono sóPropriedade privada
5 bandas de hard e metal com "um dono só"

Dave Mustaine: Minha vida não se resume somente a brigasDave Mustaine
"Minha vida não se resume somente a brigas"


Sobre Fabio Reis

Paulista, 32 anos, Editor do Blog Mundo Metal, fã de Rock Clássico e Diversos subgêneros do Metal. Banda favorita: Megadeth. Conheceu o Rock ainda quando criança por intermédio dos pais (amantes de Beatles) e com 11 anos já ia na galeria do Rock comprar seus primeiros LP's, desde sempre fez do Metal seu estilo de vida e até os dias de hoje essa paixão pela música só aumenta.

Mais matérias de Fabio Reis no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336