Rush: Alex Lifeson escolhe seus riffs prediletos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: gibson.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


Em uma entrevista ao site Gibson.com em feveiro de 2011, foi perguntado ao extraordinário guitarrista do Rush, Alex Lifeson, qual é, na sua opinião, o maior riff de guitarra de todos os tempos. Tendo acabado de publicar uma nova enquete sobre o tema, o pessoal do site estava curioso para saber o que estava no topo da lista desse gênio, o responsável por riffs monstruosos como “Limelight,” “Working Man” e “Passage to Bangkok.”
728 acessosMick Jagger: divulgada a capa do novo single "Gotta Get A Grip"5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

“Bem, eu diria que há dois que estão no páreo,” disse Lifeson. “Um seria ‘Satisfaction,’ porque essa foi a primeira vez que ouvi algo numa quitarra que simplesmente me extasiou. Sabe, o som distorcido e um riff simples, mas tinha tanto poder e era macio e sexy e tinha tudo isso. E mesmo quando eu o escuto agora, talvez seja porque eu faço essa conexão com a minha juventude, ele ainda mexe comigo.”

“E o ‘Smoke on the Water’”, ele continuou. “Meu Deus, todo mundo reconhece e sabe que riff é esse e sabe como tocá-lo. Então, eu devo dizer que esses dois estariam no topo dessa lista”.

Acontece que as escolhas de Lifeson estão na enquete final, que tinha o “(I Can’t Get No) Satisfaction” dos The Rolling Stones na primeira posição, e o “Smoke on the Water” na segunda.

“É verdade?” ele riu. “Ok, bem, é isso aí! Ha ha!”.

Comente: Qual é, na sua opinião, o maior riff de guitarra de todos os tempos?

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de setembro de 2016

Rolling StonesRolling Stones
Livro, novo álbum e documentário em breve

728 acessosMick Jagger: divulgada a capa do novo single "Gotta Get A Grip"1492 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify262 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc154 acessosEm 05/07/1969: Stones tocavam para 500 mil pessoas no Hyde Park0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rolling Stones"

Elton JohnElton John
Músico diz que os Rolling Stones não são relevantes

Mick JaggerMick Jagger
Luciana Gimenez diz que ele a usou para ficar famoso

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Nomes originais de álbuns clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Rush"0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Galeria de fotosGaleria de fotos
13 motivos para gostar de Rock N Roll

GuitarristasGuitarristas
Time Magazine elege os 10 maiores de todos os tempos

5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosMetal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads5000 acessosIron Maiden: a música "Wasting Love" é um Plágio?5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Renato Aragão5000 acessosDave Ellefson: quem é o maior baixista de metal da história?4409 acessosUltimate Classic Rock: Os 10 melhores singles de estreia

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online