SOTO: entrevista com Jeff Scott Soto e Edu Cominato

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por George Ramos, Fonte: SOTO
Enviar correções  |  Ver Acessos

A banda SOTO recentemente se apresentou no Brasil e dia 24 de maio lançará seu terceiro álbum intitulado "Origami". Confira abaixo a entrevista que fiz com o vocalista Jeff Scott Soto e o baterista Edu Cominato.

Dream Theater: o suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?Sexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Olá, é um prazer entrevistá-los. Primeiro contem como a banda iniciou os trabalhos.

EDU: Muito obrigado pela entrevista. A banda SOTO surgiu na verdade de uma transição da carreira solo do Jeff para a banda, em 2015 nós gravamos o album Inside The Vertigo como um novo album solo do Jeff Scott Soto, quando ficou pronto o empresário na época sugeriu que fosse lançado como uma banda e não um album solo, gostamos da idéia e então a banda SOTO surgiu.

Entre os discos já lançados e esse novo como vocês enxergam a evolução na sonoridade?

EDU: Acho que aprendemos muito com todos os álbuns, como disse na pergunta anterior foi um processo de mudança de uma carreira solo pra uma banda, no primeiro album tivemos muitos convidados tocando e compondo, já no album DIVAK nós começamos a escreve-lo como uma banda e fomos amadurecendo como tal. Já em Origami acho que nós atingimos o nosso objetivo, a evolução é nítida tanto em composição quanto em produção. Definitivamente esse é o nosso melhor trabalho, sem dúvidas.

Jeff, como surgiu o convite para se tornar o vocalista do super grupo Sons of Apollo e como tem sido a sua relação com os demais integrantes da banda? Já tem alguma previsão de quando será lançado o segundo álbum e o DVD que foi gravado ano passado em Plovdiv, na Bulgária?

JSS: Portnoy me mandou uma mensagem de aniversário em 2016 e me disse que ligaria em alguns dias para me dizer qual era o meu presente de aniversário... Esse presente foi o convite para unir forças com ele, Derek e Billy (antes de Bumblefoot) para uma nova banda. Eu conheço todos esses caras, então foi fácil nos darmos bem como pessoas, tão fácil como musicalmente. O novo DVD provavelmente será lançado em agosto ou setembro, tanto quanto eu sei.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A SOTO tem dois integrantes brasileiros, o Edu e o BJ. Quais influências de música brasileira ambos trazem pra banda?

EDU: Sim, eu e BJ estamos juntos com o Jeff desde 2009. Cara, música brasileira em si nada hahaha não temos nenhuma influencia no nosso som, o que trouxemos do Brasil e aí falo mais no meu caso é o groove que só nós brasileiros temos, nós sentimos o pulso da música de um jeito diferente.

Como foi o processo de composição do novo álbum "Origami"?

EDU: O processo foi exatamente como vínhamos fazendo nos outros álbuns, como estamos localizados cada um em uma parte do mundo nós trabalhamos cada um de seu estúdio. Foram meses enviando demos um para o outro até conseguirmos o resultado que achamos o certo. Cada um escrevia a musica em casa e mandávamos para o Soto colocar os vocais, e daí partíamos para os arranjos e finalização das musicas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Recentemente vocês tocaram aqui no Brasil. Existem planos de retornarem para apresentações em outras cidades no nordeste, por exemplo?

EDU: Sim, fizemos shows em Florianópolis, Brasilia, Rio e São Paulo. Brasil sempre foi um lugar especial para o Soto, não a toa eu e BJ estamos na banda :) é sempre muito legal tocar em casa. Nós queremos voltar pra cá depois do álbum lançado mas ainda nada certo!!!

Após o falecimento do antigo baixista David Z vocês recrutaram Tony Dickinson que está fazendo sua estreia nesse novo álbum. Como tem sido a adaptação dele dentro da banda e quais influências ele trouxe para o som?

JSS: Ele já era um membro honorário, já que fez parte da equipe da SOTO e da criação do nosso som desde o primeiro dia. Tê-lo em mãos tem sido uma bênção, já que ele realmente é muito instrumental em adicionar ao nosso futuro.

Com a industria fonográfica cada vez mais se voltando para as plataformas digitais (Spotify, iTunes, Deezer, etc.) tem sido cada vez mais difícil vender mídia física. Como vocês lidam com isso? Tem também a questão dos downloads ilegais, vocês acham que de certa forma isso ajuda na divulgação da banda ou só atrapalha?

EDU: Isso é um assunto que já foi discutido e dissecado por muitos artistas e no final das contas nós não temos mais controle sobre isso. Por um lado acho ótimo todas essas plataformas, elas possibilitam mais pessoas a terem acesso a sua música. Porém nós artistas precisamos pagar contas como todo mundo e a indústria tem cada vez mais desvalorizado nosso produto, as porcentagens pagar por essas plataformas são no mínimo ridículas mas como falei, não temos controle, talvez as grandes bandas. Quanto ao download ilegal eu acho que não faz mais nenhum sentido você baixar uma musica na internet com tantas plataformas de streaming aonde você paga um valor para ter uma grande biblioteca a sua disposição e com ótima qualidade de som.

Uma pergunta que sempre faço para os entrevistados é: Se vocês tivessem que escolher um único disco pra ouvir pro resto da vida qual cada um escolheria?

EDU: Eu escolho Queensryche: Operation Mindcrime sem pensar :)

JSS: Eu precisaria do álbum de estréia do Van Halen ou do Queen's Night At The Opera para passar minha longa vida em uma ilha deserta :)

Mais uma vez agradeço pela atenção. Deixem um recado pros leitores do site e pra quem acompanha o trabalho da banda...

EDU: Obrigado pela entrevista e espero que vocês curtam nosso novo album Origami!!!

JSS: Obrigado pessoal pelo tremendo apoio, espero poder ver os fãs brasileiros em breve! Obrigado.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Jeff Scott Soto"


Jeff Scott Soto: comentários sobre a sua saída do JourneyJeff Scott Soto
Comentários sobre a sua saída do Journey

Jeff Scott Soto: tinha medo do Kiss quando era criançaJeff Scott Soto
"tinha medo do Kiss quando era criança"


Dream Theater: o suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?Dream Theater
O suposto plágio de música de Leandro & Leonardo?

Sexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / MetalSexo e Satã
As mensagens subliminares em capas de Rock / Metal


Sobre George Ramos

Fã de heavy metal e outros estilos. Apaixonado por bateria. Bandas favoritas: Avenged Sevenfold, Breaking Benjamin, Volbeat, Five Finger Death Punch, Hangar e Hibria.

Mais matérias de George Ramos no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280