Korzus: Entrevista com o ex-integrante Marcelo Soldado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Robson "Otto" Aguiar, Fonte: EXPRESSOTEMDETUDO, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Entrevista com o guitarrista Marcelo Soldado, ex-integrante das bandas Korzus, Treta, Antidemon e Coração de Herói ao blog EXPRESSOTEMDETUDO.

4672 acessosMetallica: músicos brasileiros explicam por que show é imperdível5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

Hoje convertido ao cristianismo, ele conta toda sua trajetória, desde o Korzus até sua ex-banda Coração de Herói.

DIGA O SEU NOME VERDADEIRO?

Marcelo Nejem.

ESTADO CIVIL?

Solteiro.

VISÃO POLÍTICA?

Nenhuma.

ONDE VOCÊ NASCEU?

São Paulo - SP.

QUAL A SUA RELIGIÃO?

CRISTO é o meu caminho para DEUS. Sem rótulos.

COMO FOI SEU INÍCIO NO MUNDO DA MÚSICA?

Aos 5 anos de idade, com brinquedos tipo pianolas, violinhas, etc. E nas extintas aulas de iniciação musical da escola municipal que estudei. Aos 6 anos ganhei meu primeiro violão. Isso em 1976.

COMO FOI TOCAR NA BANDA KORZUS?

O "soldado" existe por causa do KORZUS. E o KORZUS existiu por causa do meu amigo Fernandão batera. Cheguei ao Fernandão por causa do PROPOSITAL NOISE (banda). E no PROPOSITAL NOISE por causa do FREQUÊNCIA MÉDIA (primeira banda com 14 pra 15 anos), e no FREQUÊNCIA MÉDIA por causa da Dona Malu, que comprou minha primeira guitarra, meu primeiro violão... obrigado mãe. Se não fosse por você nada disso teria acontecido!

PORQUE VOCÊ SAIU DO KORZUS?

Divergências na forma de trabalhar. Porém, como eu era explosivo na época, não soube explicar aquilo que acreditava. Fui muito hostil com os caras em minha saída!

10 anos depois DEUS me proporcionou um encontro com todos e puder pedir perdão aos meus amigos!

Pra mim, a maior banda de thrash metal da atualidade. Verdadeira escola.

COMO FOI TOCAR NA BANDA TRETA?

O TRETA foi um marco na cena nacional. Uma das bandas mais poderosas, incontroláveis e incompreendidas de todos os tempos.

A BANDA "TRETA" SEMPRE FOI ACUSADA DE SER UMA BANDA HOMOFÓBICA, NEO-NAZISTA. ISSO PROCEDE?

Não procede. Jamais. Basta ver a galera que colava em nossos primeiros shows, nossos amigos, familiares!

Uma música especificamente deflagrou este engano, a "BICHA DO CARALHO".

As letras do TRETA eram tiradas, em sua grande maioria, de jornais e revistas, o cotidiano, e muito brutas, diretas, com palavrões, verdadeiros cuspes de fogo.

Esta música saiu de uma matéria da revista VEJA cuja capa era: "DORMINDO COM O INIMIGO:PEGUEI AIDS DO MEU MARIDO". Nesta capa tinha dezenas de mulheres e seus relatos. Os maridos mantinham relação homossexuais (travestis ou não), mas não usavam preservativos. Com isso, infectavam as esposas. Sem contar aqueles que abusavam/estupravam os próprios filhos e transmitiam para os mesmos.

Na mesma semana que fiz a letra, quase fui morto por um carro na avenida do JOCKEY CLUB (ponto de prostituição), pois voltava de bicicleta da casa da menina que namorava. Ao parar do lado do motorista pra falar um monte, vi que era um cara casado, aliança no dedo, desembarcando um travesti. Aquilo me derrubou cara. O que era pra ser xingamento, virou um: "Pô cara, o que você está fazendo!Olha tua aliança no dedo... sua mulher cara!" O maluco saiu cantando pneus.

O lance do TRETA é que abordava este tipo de assunto. Pesado, cruel. E todos tínhamos as cabeças raspadas, e com as barrigas tatuadas... Ficou aquela impressão. E pra piorar a situação, esta música foi veiculada em algumas páginas de nazistas, no YOUTUBE.

Aí já era. Não tínhamos como controlar quem curtia nosso som. E também nunca explicamos os conteúdos das letras. Só fui fazer isso em 2007, quando ainda existia o ORKUT!!! Onde também tive a oportunidade de pedir perdão a todo mundo que tinha sido ou se sentido ofendido por nossos sons. Muitos foram os gays que cheguei pessoalmente e pedi desculpas!

Outros sons, por exemplo a "ANTIBOY" surgiu quando vimos uns caras chamarem um molequinho de rua, daqueles que pedem coisas no farol. Quando o moleque colocou o braço pra dentro do carro para pegar a esmola, os caras seguraram e andaram com o carro uns 20 metros, no cruzamento da BRASIL com HENRIQUE.

"COLETIVO DO TERROR" foi em solidariedade aos motoristas e cobradores de ônibus que estavam sendo assassinados na época.

"A MODA É TACÁ FOGO" é sobre o índio queimado em BRASÍLIA/DF... Mas éramos muito agressivos nas letras.

Algumas vezes nos enfiamos em brigas feias também. Isso causou um certo temor e ódio nas pessoas.

Eu, Soldado, particularmente falando, aproveito a oportunidade para mais uma vez me desculpar com qualquer um que tenha se sentido ofendido por minhas letras na época do TRETA e esteja lendo esta entrevista.

PORQUE VOCÊ SAIU DA BANDA TRETA?

Saí do TRETA por compreender que minha luta não era mais contra pessoas. Que lutar contra pessoas fazia parte de uma estratégia do sistema. Todos contra todos. Há uma elite maligna que coloca a humanidade em eterno confronto. Gerando o caos e a divisão. Não tenho como explicar agora. Teríamos que fazer outra entrevista somente sobre isso!

Mas sem dúvida alguma, o CRISTO que surgiu em minha vida mostrou-me o norte a ser seguido... Que a luta não é contra carne e sangue. Mas contra algo bem mais terrível, real e presente. E que é abraçado por uma elite de pessoas, com o envolvimento direto de políticos do alto escalão dos governos, por exemplo.

COMO FOI A SUA CONVERSÃO AO CRISTIANISMO? VOCÊ AINDA ESTAVA NA BANDA TRETA?

DEUS apareceu em minha vida, literalmente. E me fez um chamado. Fui transformado da noite para o dia pois assim se fez necessário. Foi um susto, tanto para mim quanto para as pessoas próximas a mim. Sim, esteva no TRETA. Minhas mensagens mudaram radicalmente. Tentei que fossem propagadas pelo TRETA. Mas não era o caminho...

COMO FOI A CRIAÇÃO DA SUA BANDA, CORAÇÃO DE HERÓI?

Eu tinha uma frase em meu HOTMAIL que era assim: "Pior que não existirem mais heróis, é o fato de não existirem mais homens com coração de herói". Ou seja, aqueles caras com aquela disposição de avançarem contra o mau , sem se preocupar em perder a vida, sacrificando-se pelas pessoas! Deus lançou este sentimento em meu coração nos últimos 3 meses de 2009 (logo após sair do TRETA). Foi quando nasceu a banda.... Com apenas 1 integrante... Eu hahahahahahaha. 2/3 das letras e umas 2 ou 3 bases eram para serem usadas em um disco novo do TRETA. Eu já estava transformado, mas o TRETA é o TRETA. Não haveria como nem o porque mudar o estilo da banda. Sem saber, tive que sair do TRETA para nascer o CORAÇÃO DE HERÓI.

O PRIMEIRO DISCO DO CORAÇÃO DE HERÓI FOI LANÇADO EM 2012. VAI LANÇAR OUTRO ÁLBUM QUANDO?

Soltamos o APOCALIPSE XVIII apenas na internet em março de 2012. Vamos soltá-lo em CD logo mais, ainda em 2015! 2016 vem o novo! Os sons novos estão extremamente pesados. O primeiro disco foi 70% hardcore e 30% metal. O novo play será 70% metal e 30% hardcore. Destaques para o baterista Marcos Deep e o vocalista Rafael Camelo.

QUAIS SÃO OS INTEGRANTES ATUAIS DA BANDA CORAÇÃO DE HERÓI?

Cara.... Finalmente terei a oportunidade de explicar às pessoas o porque da demora pra soltar nossos sons, fazer shows e engatar na cena.

Quando montei esta banda, sabia que aconteceriam mudanças/alterações na formação. Compreendi que seria uma banda muito forte, e para isso passaria por um período de forja!

Foram 5 anos para preencher as posições com "os caras", 5 anos orando a DEUS para que mandasse "os caras". Para somente então poder dizer..... estamos prontos. Muitos foram os motivos que fizeram com que integrantes deixassem a banda, o principal foi trabalho. Alguns mudaram de estado. A bateria foi o ponto chave, com 5 mudanças até a chegada do Deep (fenômeno). Imaginem que tive que passar o set list 5 vezes para bateristas diferentes!hahahahahahaha.

Mas eu sabia que seria assim. Demandaria paciência, que só poderia vir da fé incondicional em DEUS.

Hoje, depois desta forja brutal ao longo de 5 anos, podemos dizer que chegamos a formação pronta para ação com Camelo no vocal, Deep na bateria, Rafa no baixo, Tomatti na guitarra, Soldado na guitarra.

COMO FOI TOCAR NA BANDA ANTIDEMON?

Tocar no ANTIDEMON foi como um homem que encontra um oásis no deserto. Eu estava neste deserto, e Deus fez acontecer este encontro. Posso afirmar que minha vida foi salva, literalmente, por isso!

Há de se entender que... Se você aceita as fileiras de DEUS, torna-se inimigo das fileiras do diabo.

Tocar no ANTIDEMON foi uma blindagem em minha vida. Pois aceitei as fileiras de DEUS em 2007 e comecei a ser massacrado pela fúria do inferno, sem cobertura espiritual alguma. Até encontrar refúgio em uma base chamada MINSTÉRIO GUERREIROS DA LUZ (2010/2011), daquele que gentilmente me acolheu e começou a me ensinar sobre esta batalha invisível, um cara formidável de nome Daniel Mastral.

Nesta base encontrei o Sérgio Naja, que foi a ponte até o pastor Batista e a banda ANTIDEMON.

A banda, em meados de 2012, tinha ficado sem guitarrista repentinamente, e tinha uma agenda de shows pesada a cumprir. Aceitei a missão de pronto, sem conhecer uma música sequer. Tive 2 dias para tirar 14 sons e cair na estrada. DEUS usou até mesmo uma pedra bruta como eu para TUA obra!

Foi incrível! Batista, Ju... Vocês são incríveis!

DÊ SUA OPINIÃO SOBRE O BATERISTA FERNANDO SCHAEFER?

Meu amigo, meu irmão. Um dos melhores bateristas do mundo. Graças a ele sou o "Soldado".

COMO GUITARRISTA, QUAIS SÃO AS SUAS INFLUÊNCIAS?

VAN HALEN em primeiro lugar, depois Scott Ian.

No BRASIL, Silvio Golfetti (KORZUS), Marcello Nicastro (KORZUS), Heros Trench (KORZUS), Rogério Wecko (THREAT), Tadeu Dias e Dimebag que foram os caras que toquei!

QUAIS BANDAS VOCÊ INDICA?

Ouça a letra, traduza a letra. Se a mensagem casar com seu estilo de vida, é essa banda que indico pra você. Isto tem uma consequência... Depois que comecei a agir assim, meu repertório de bandas mudou radicalmente. Fica o alerta.

Você planta o que quiser em sua mente, mas colherá, invariavelmente, aquilo que plantou. A música tem esse poder. E é utilizada como ferramenta de guerra. Fica o alerta.

NA SUA VIDA PESSOAL, QUAIS SÃO SEUS EXEMPLOS DE VIDA?

Aprendi muito, com muitas pessoas, coisas boas e ruins. É importante para um homem saber o que fazer, bem como saber oque não fazer! Sou grato a todos!

POSSUI ALGUM ENDORSEMENT?

Minha nova guitarra , a "The Soldier", da fantástica marca HARPIA LUTERIA!!! Caras... fica pronta dentro de 1 mês! Impressionante o que eles fizeram! Tudo artesanal. Fica a dica para os guitarreiros hahahaa.

NA SUA OPINIÃO, COMO ANDA A CENA HARDCORE?

Sempre viva. Sempre aquela luta dura. Graças a Deus! Tem muito cara fazendo acontecer!

MUITO OBRIGADO PELA ENTREVISTA. MANDE UMA MENSAGEM AOS LEITORES.

Eu que agradeço a oportunidade de ouro! Tantas lembranças e tals! Obrigado de coração.

Aos leitores.... Posicionem-se. Fiquem firmes no caminho do bem, esteja ele onde estiver.

Jamais enfiarei aquilo que acredito goela abaixo de ninguém. O que posso fazer é, dentro daquilo que acredito, orar pelo melhor na vida de cada um.

Deus nos abençoe a todos. E estejam preparados para tempos sombrios.... Onde guerreiros serão chamados. Pois será necessário...

Nota: Essa entrevista foi dada antes do fim da banda Coração de Herói.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

MetallicaMetallica
Nomes do Rock e Metal brasileiro explicam por que show é imperdível

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Korzus"

Metal SPMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

Regis TadeuRegis Tadeu
Cinco bandas de metal nacional que nada devem aos "gringos"

Café com ÓcioCafé com Ócio
Os melhores discos do Metal Nacional de 2000 a 2010

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 05 de fevereiro de 2017

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Korzus"0 acessosTodas as matérias sobre "Treta"0 acessosTodas as matérias sobre "Antidemon"0 acessosTodas as matérias sobre "Coração de Herói"

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

Collectors RoomCollectors Room
Fã compra tudo o que vê pela frente com o nome Scorpions

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Veja algumas das homenagens nas redes sociais

5000 acessosMegadeth: o guitarrista que poderia ter ficado com a vaga de Kiko5000 acessosOzzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre ele5000 acessosDuff McKagan: escolhendo entre Led Zeppelin e Black Sabbath5000 acessosNightwish: Tarja fala de relação com Anette Olzon e Floor Jansen5000 acessosMarcelo Maiden: Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden5000 acessosMustaine: 1ª impressão que teve de Kiko foi de que "ele é bonito"

Sobre Robson "Otto" Aguiar

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online