Ailyn Gimenéz García: Entrevista com ex-vocalista do Sirenia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fallen Douglas, Fonte: Deusas do Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

Primeiramente, sempre é uma honra poder falar com alguém no qual nos identificamos muito e podemos sentir profundamente o que toda sua música nos passa. Obrigada pelo tempo e pela entrevista, é realmente um grande prazer!

Obrigada, o prazer é meu!

Quando decidiu que queria fazer da música sua profissão e quais foram suas influências?

Eu comecei a cantar na escola quando eu tinha 11 anos, mas mesmo quando eu era apenas uma criança, eu tinha certeza de que eu queria ser uma cantora, então quando eu tinha 14 anos minha mãe decidiu me levar para uma escola de música. É um pouco difícil mencionar apenas um, há muitos músicos que me inspiram desde que comecei a cantar até agora, por isso não seria justo mencionar alguns deles.

Quem mais te incentivou em sua carreira?

Minha mãe e minha irmã, elas sempre estiveram lá desde o início.

Qual a importância da música como um todo em sua vida?

Bem como muitos de vocês sabem, eu tenho alguns problemas de saúde. E a música sempre foi o que me manteve avançando. Música é o que me faz ter um grande sorriso no meu rosto, mesmo em tempos difíceis, ela vem me dando a força que eu preciso para fazer as coisas e continuar todos os dias e lutar pelo que eu quero.

Atualmente, quais suas bandas e cantoras favoritas no mundo do rockmetal?

Há um monte de bandas e cantores que eu amo e eu tenho muitos favoritos, mas também depende muito do meu humor, às vezes eu posso encontrar-me ouvindo In Flames e, em seguida, no dia seguinte eu estou ouvindo Enya, apenas um exemplo.

Sobre o Sirenia, como foi sua experiência com a banda ao longo de todo esse tempo? Você participava do processo de criação das músicas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A experiência foi muito intensa. Durante todos esses anos eu experimentei muitas coisas e também conheci muitas pessoas ao redor do mundo ...

Não, Morten (Veland) é quem cria e decide tudo na banda. Para o processo de criação eu só tenho uma demo com a melodia vocal que eu tinha que cantar gravado por uma guitarra e depois as letras, então eu só tinha que estudar minhas partes. Quando eu estava aprendendo novas músicas, eu tentei dar algumas idéias novas e eu sempre disse a Morten sobre elas, mas ele gosta de fazer sua música do jeito que ele quer, então algumas vezes eu podia mudar as coisas que me faziam soar (na minha opinião) melhor, Mas não sempre...

Como a sua saída da banda refletiu em sua vida?

Na verdade, não mudou muito, continuo trabalhando no mesmo lugar, ainda faço as mesmas coisas que fiz antes e ainda estou vivendo na Noruega. A única coisa que é diferente na minha vida é que antes eu era a vocalista da banda e eu pensei que eu tinha alguns "amigos", mas agora que eu não estou na banda eu não tenho mais essa amizade.

Estamos todos muito ansiosos para saber de seus planos futuros. Você pode nos dar alguma pista?

Bem, por agora nada está claro, mas vou continuar trabalhando na música, isso é certo. Agora eu estou trabalhando em algumas coisas, mas acho que é muito cedo para falar sobre isso. Fazer música leva tempo, então eu não quero dar esperança para algo que acabou de começar e isso vai levar algum tempo antes que esteja pronto ;)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na sua opinião, quais os maiores desafios que as vocalistas femininas encontram no cenário metal?

Eu não tenho certeza, talvez seja fazer algumas pessoas entenderem não importa se você é homem ou mulher. Somos todos iguais e música feita por uma cantora / musicista pode ser a mesma que a música feita por um homem, mas infelizmente muitas vezes as pessoas não vêem além da maneira como você aparenta. Conheço muitas cantoras fazendo sua própria música e fazendo o mesmo trabalho excelente que qualquer outro músico.

Quando você veio ao Brasil, o que achou dos fãs e de nosso país?

Acho vocês incríveis. As vezes que estive no Brasil todo mundo foi muito gentil e me mostrou muito amor. Eu amo a maneira que vocês sente os shows, vocês são muito entusiasmados e eu adorei. Estou realmente ansiosa por poder voltar algum dia.

Como se sente em relação a banda a ter demitido num momento difícil? Você ainda tem contato com eles? Existe algum ressentimento?

Bem, eu só tenho contato com Jonathan, ele me disse que ele sabia que eu estava sendo expulsa quando a decisão foi tomada, mas ele não fazia dela. Sendo honesta, eu não sinto qualquer ressentimento, mas como você pode imaginar eu senti e me sinto muito desapontada sobre toda esta situação. Principalmente porque eu estive com eles por mais de 8 anos e eu pensei que deveríamos ser amigos e ter uma boa parceria. Na minha opinião Morten me conhece muito bem para saber e entender que eu não lhe causaria nenhum problema se ele apenas fizesse as coisas bem feitas e vir falar comigo para me dizer que ele queria outra cantora em sua banda. Poderia ter sido tudo mais fácil. Eu nunca escondo a ninguém sobre meus problemas de saúde, a banda sabia, todo mundo sabia sobre isso desde o começo, então para mim receber um telefonema dele dizendo que eu estava fora da banda, porque ele acha que estou muito doente e que não posso mais cantar foi muito decepcionante. Primeiro de tudo porque EU sou a pessoa que vive com a minha doença e o dia que EU achar que estou muito doente para cantar, certifique-se de que eu vou ser a primeira a parar a minha carreira de cantora. Ele pode decidir quando uma cantora deve deixar sua banda, ele é o chefe, então ele tem todo o direito de fazê-lo, mas ele não está em posição para decidir quando alguém tem que parar sua carreira como ele quer, ele nunca me perguntou, ele apenas decidiu por mim... Eu sempre soube que eu permaneceria cantando com eles, desde que ele quisesse que eu estivesse lá, então estar fora é ok para mim, na verdade, eu sabia que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde. Eu não quero ter uma guerra e eu não quero começar a discutir com eles para mostrar quem está certo ou quem não está, mas eu só quero deixar algo claro. Quando ele publicou a declaração em sua página dizendo que eu deixei o Sirenia por razões pessoais, eu disse-lhe para não publicá-la porque eu não ficaria atrás da declaração uma vez que não era verdade, então quando ele fez, a única coisa que eu pude dizer em minha declaração era que eu não fazia parte desta decisão e eu decidi não falar sobre isso em minhas páginas porque eu não queria trazer um grande problema para ele. Mas eu acho que é muito cruel e desumano que depois de como ele fez as coisas, eu tenho que ver em todo lugar como eles estão dizendo uma vez ou outra que foi a minha própria decisão de sair, por causa de problemas de saúde ou razões pessoais. Eu acho que se eles não querem dizer que me chutaram em um momento muito ruim da minha vida (quando a mãe dela faleceu e ela entrou em depressão profunda) e sem uma razão conversada anteriormente que iria torná-los muito ruins aos olhares das pessoas, eles poderiam apenas dizer que eles não querem falar sobre isso e focar em sua "nova era". Com essa declaração e os comentários de todo tipo, fizeram as pessoas pensarem que eu estou super doente e morrendo, de modo que eu tenho recebido e ainda recebo um amontoado enorme de mensagens de todos por estarem muito preocupados com a minha saúde e enviam muito amor e bons sentimentos para a minha recuperação. Então eu só quero agradecer a todos por todo esse amor e deixar vocês saberem que estou bem. Se estou me sentindo pior do que antes neste dia é normal, perder um parente não é fácil e é uma ferida que não vai curar tão fácil.

Como foi a parceria com a banda Enemy of Reality?

Foi ótimo! Eles são pessoas incríveis e muito amigáveis, por isso foi um prazer trabalhar com eles :). Eu também os encontrei mais algumas vezes durante alguns shows e é sempre bom ter algum tempo para passar com eles.

Gostaria de fazer um dueto com alguma outra cantora do metal sinfônico?

Sim, é claro, eu tenho uma favorita que sempre menciono em todas as minhas entrevistas e como todos sabem, não estou mencionando porque eu estria repetindo haha, mas também há tantas outras bandas e cantores que eu adoraria trabalhar em conjunto.

Como foi participar do X-Factor Espanha? Você cantou Bring Me To Life do Evanescence, você é fã da banda?

Sim, eu sou. Na verdade no XFactor meu técnico me pediu para escrever uma lista com músicas e artistas que eu gosto. E da minha lista eu dei a ele o único nome que eu acho que soou mais familiar para todos os que trabalham no entretenimento que foi Evanescence e é por isso que ele escolheu essa música para mim. Eu realmente gosto da Amy Lee, acho que ela é uma grande cantora e artista e sua música é muito legal. Sua voz é muito emocionante e me faz sentir o que ela canta e isso é algo que eu realmente amo nela.

Questões enviadas por fãs:

Gostaria de saber se você pretende seguir em uma carreira solo ou se há interesse de entrar em alguma banda?

Bem, com certeza vou continuar a trabalhar com a música, mas por enquanto não estou com pressa. Eu quero fazer algo bom. Seria muito fácil fazer algo rápido agora para que as pessoas possam ver que eu posso continuar sem o Sirenia, mas eu sempre pensei que fazer coisas boas requer tempo, então eu vou tomar o tempo que precisar e começar a fazer algo em que eu estou feliz e orgulhosa de fazer. Eu ainda não sei se eu estou indo em direção a uma carreira solo ou uma banda, vamos ver;)

Você participou do Metal Female Voices Fest com o Leaves' Eyes em 2014 cantando na canção "Into Your Light". E recentemente Liv deixou a banda. O que você acha sobre isso? Você acompanhou a repercussão?

Bem, eu li sobre isso algum tempo depois que isso aconteceu e para ser honesta eu não posso dar a minha opinião, já que eu não sei qual era o problema que os fez ir em caminhos separados. Eu não perguntei Liv ou os caras o que aconteceu porque isso não é da minha conta, então eu realmente não sei o que dizer.

Vamos mudar um pouco o foco da nossa entrevista e bater uma papo mulherzinha :)

Você possui algum ritual de beleza diário?

Eu não tenho quaisquer rituais de beleza, sendo honesta eu gosto de parecer bonita, mas a beleza não é algo do qual eu gasto o meu tempo. Isso pode soar um pouco estranho, mas eu realmente não gosto de me olhar nos espelhos ... Não me pergunte por quê :P.

Quais seus principais cuidados com a pele e com o cabelo?

Para a minha pele eu só uso creme de manhã e antes de ir para a cama, e para o cabelo eu uso algum condicionador quando eu lavo o meu cabelo e isso é tudo.

Cite uma peça de roupa que não pode jamais faltar em seu guarda roupa e uma da qual você nunca usaria:

Bem, algo que nunca pode faltar no meu guarda-roupa são corsets, isso é certo, eu simplesmente amo. Algo que eu nunca usaria, hahaha... Eu não sei, realmente eu nunca pensei sobre isso.

Quando você está na estrada, quais os itens mais importantes que carrega na mala?

Livros e músicas!

Qual sua rede social preferida? (Nós amamos seu Instagram!)

Obrigada!! Bem, eu não sou uma grande fã de redes sociais, eu acho que vocês sabem, eu normalmente não publico muitas coisas, mas por enquanto eu acho que o Instagram é o que eu mais gosto, é fácil e não me exige muito tempo :) .

Para finalizar, gostaríamos muito que você deixasse uma mensagem ao seus fãs, não apenas do Brasil, mas de todo mundo, que vem lhe acompanhando ao longo de sua maravilhosa jornada...

Obrigado a todos por todo esse apoio, pelas palavras doces e por estarem comigo o tempo todo. Espero que não demore muito até que eu possa encontrá-los pela estrada.

Muito obrigado!!!!

Interview:
Sara Sthefany e Fallen Douglas (Deusas do Rock Team)
Photos: Nat Enemede and Internet Divulgation
Edition: Sara Sthefany




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Sirenia"


Symphonic Metal: As dez cantoras mais influentes e impressionantesSymphonic Metal
As dez cantoras mais influentes e impressionantes

Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente


Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"


Sobre Fallen Douglas

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280